Guerra dos navegadores

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde setembro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Comparação de uso dos navegadores de 1996-2009.

Guerra dos Browsers ou guerra dos navegadores Web[1], é o nome dado a um período (aproximadamente de 1995 a 1999) na história da Internet no qual a empresa Netscape, produtora do software browser (navegador) de mesmo nome, perde a sua liderança absoluta no mercado de softwares dessa categoria para a empresa Microsoft, produtora do Internet Explorer.

A Guerra dos Browsers teve grande importância na área de informática pois resultou numa reversão total no uso de um software para outro, além de gerar projetos como o Mozilla e o Opera.

Neste período a Microsoft foi processada pela Netscape alegando que a sua concorrente estaria utilizando táticas monopolistas para ganhar o mercado de browsers, já que a mesma, segundo a Netscape, se aproveitou de sua liderança no mercado de sistemas operacionais (Windows 95, Windows 98) e adicionou juntamente ao Windows o Internet Explorer. Dessa forma os usuários, pela praticidade, iriam automaticamente utilizar este ao invés de fazer o download do Netscape.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2019). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A World Wide Web é um sistema de hipertexto baseado na Internet, criada no fim dos anos 80 e início dos anos 90 por Tim Berners-Lee. Berners criou o primeiro navegador da Web, posteriormente renomeado como Nexus, e o lançou para a plataforma NeXTstep em 1991.

No final de 1992 surgiram outros navegadores, muitos deles baseados na biblioteca libwww. Estes incluíram navegadores Unix como o Line mode browser, ViolaWWW , Erwise, MidasWWW e o MacWWW do Mac. Embora esses navegadores tendessem a serem simples visualizadores de HTML, contando com aplicativos auxiliares externos para visualizar conteúdo multimídia; eles ofereciam opções para os usuários em navegadores e plataformas.

Guerras Mosaicas[editar | editar código-fonte]

Outros navegadores foram lançados em 1993, incluindo Cello, Arena, Lynx, tkWWW e Mosaic. O mais influente deles foi o Mosaic, um navegador multiplataforma desenvolvido no Centro Nacional de Aplicações de Supercomputação (NCSA). Em outubro de 1994, a Mosaic estava "a caminho de se tornar a interface padrão do mundo", de acordo com Gary Wolfe, da Wired .

Várias empresas licenciaram o Mosaic para criar seus próprios navegadores comerciais, como o AirMosaic e o Spyglass Mosaic. Um dos desenvolvedores do Mosaic, Marc Andreessen, foi um dos fundadores da Mosaic Communications Corporation e criou um novo navegador chamado Mosaic Netscape.

Existem duas eras na Internet - antes do Mosaic e depois. A combinação dos protocolos da Web de Tim Berners-Lee, que proporcionou conectividade, e o navegador de Marc Andreesen, que proporcionou uma ótima interface, mostraram-se explosivos. Em vinte e quatro meses, a Web passou de desconhecida para absolutamente onipresente.

Para resolver problemas legais com o NCSA, a empresa foi renomeada como Netscape Communications Corporation e o navegador Netscape Navigator. O navegador Netscape melhorou a usabilidade e a confiabilidade do Mosaic e conseguiu exibir as páginas conforme elas eram carregadas. Em 1995, ajudado pelo fato de ser livre para uso não comercial, o navegador dominava a emergente World Wide Web.

Outros navegadores lançados durante 1994 incluíram o IBM Web Explorer, o Navipress, o SlipKnot, o MacWeb e o Browse.

Em 1995, a Netscape enfrentou nova concorrência do OmniWeb , WebRouser , UdiWWW e do Microsoft Internet Explorer 1.0, mas continuou a dominar o mercado.

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências