ViolaWWW

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
ViolaWWW
Desenvolvedor(es) Pei-Yuan Wei
Lançamento inicial 9 de março de 1992; há 27 anos
Estado de desenvolvimento Desativo
Escrito em uma linguagem de programação baseada em Unix
Sistema operacional X Window
Disponível em Inglês
Gênero Navegador web
Website viola.org

ViolaWWW foi um dos primeiros navegadores web baseados em gráficos. Foi o primeiro a ser popular para a World Wide Web (WWW)[1][2][3] e a ter objetos com script, folhas de estilo e tabelas. Foi lançado pela primeira vez em 9 de março de 1992 para o Unix e era o navegador recomendado na CERN, onde o WWW foi inventado,[4] mas acabou perdendo sua posição como navegador mais frequentemente usado para o Mosaic, que mais tarde se tornaria a primeira referência tecnologia clássica da World Wide Web.

Criado por Pei-Yuan Wei, estudante da Universidade da Califórnia em Berkeley.[5] Sua forma final avança no caminho marcado pelo sistema de hipertexto pioneiro, o HyperCard.

O resultado final foi semelhante ao do primeiro navegador Mosaic mais tarde, e embora apenas suportados gráficos bitmap em preto e branco e sua funcionalidade é restrita a ambientes X Window, surpreendentemente apontou e muito mais longe do que o seu sucessor em muitos outros aspectos, que iria ser confirmada mais pós revolucionária, como a inclusão de uma scripts como o Javascript, um modelo de objetos semelhantes ao Modelo de Objeto de Documentos, em Cascading Style Sheets semelhantes a CSS, um Client Side Includes (atualmente não está presente em qualquer navegador, economizando as distâncias com a tecnologia de quadros, de objetos HTML e entidades externas XML) e applets.

De fato, Pei-Yuan Wei concentra grande parte do interesse evolutivo da ViolaWWW em produzir um suporte revolucionário para o controle de aplicativos externos a partir do navegador. Ele é bem-sucedido e em maio de 1993, faz uma demonstração para a Sun Microsystems antes do projeto Oak. Esta é considerada a referência histórica inicial na abordagem da Microsoft no caso Eolas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Holwerda, Thom (3 de março de 2009). «The World's First Graphical Browser: Erwise». OSnews. Consultado em 12 de março de 2019 
  2. «Erwise – world's first graphical web browser». Web Developers Notes. Consultado em 12 de março de 2019. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2017 
  3. «Webbläsaren Erwise». Storkamp Media. Consultado em 12 de março de 2019. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2018 
  4. BL, Tim. «What were the first WWW browsers?». Tim BL. Consultado em 12 de março de 2019 
  5. «ViolaWWW Hypertext Browser». ViolaWWW. Consultado em 12 de março de 2019. Cópia arquivada em 5 de maio de 2013