SeaMonkey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SeaMonkey
Captura de tela
A janela do navegador do SeaMonkey com a página "about:" na versão 2.46 rodando no Windows 10.
Desenvolvedor SeaMonkey Council
Lançamento 30 de janeiro de 2006 (11 anos)
Versão estável 2.46 (22 de dezembro de 2016; há 11 meses)
Idioma(s) 26 idiomas[1]
Linguagem C++, XUL, XBL, JavaScript
Sistema operacional Windows, macOS, Linux
Gênero(s) Suíte de internet
Licença MPL
Página oficial seamonkey-project.org

O SeaMonkey é uma suíte de internet em software livre e de código aberto.[2] É a continuação da antiga Mozilla Application Suite, baseado no mesmo código-fonte,[3] que por si só se originou-se do Netscape Communicator e formou a base do Netscape 6 e Netscape 7.[4]

O SeaMonkey foi criado em 2005 depois da Mozilla Foundation decidir se focar em aplicativos individuais como o Firefox e o Thunderbird. O desenvolvimento do SeaMonkey é dirigido pela comunidade, em contraste a Mozilla Application Suite, que ate o lançamento de sua última versão (1.7.13) foi governada pela Mozilla Foundation. O novo grupo de liderança do projeto é chamado de SeaMonkey Council.[2]

Comparado ao Firefox, o navegador web SeaMonkey mantém a interface muito mais tradicional do Netscape e do Mozilla Suite. Muitas extensões para Firefox e Thunderbird podem ser convertidas para serem compatíveis com o SeaMonkey caso ainda não tenha sido.[5]

Componentes[editar | editar código-fonte]

Catálogo de endereços no SeaMonkey Mail 1.1.16

O SeaMonkey consiste de um navegador web, que é descendente da família Netscape, um programa de e-mail e cliente de notícias (SeaMonkey Mail & Newsgroups, que compartilha código com o Mozilla Thunderbird), um editor HTML (SeaMonkey Composer) e um cliente IRC (ChatZilla). A suíte de software suporta temas. Ele vem com dois temas na instalação padrão, Modern e Classic.[6]

Mail[editar | editar código-fonte]

SeaMonkey Mail & Newsgroups 2.46

O SeaMonkey Mail é um cliente de e-mail tradicional que incluí suporte para múltiplas contas,detecção de spam, filtros de mensagens, suporte para mensagens HTML, catálogo de endereços, além de outros recursos.[7] Ele compartilha código com o Mozilla Thunderbird; tanto o Thunderbird como o SeaMonkey são compilados da árvore de fonte comm-central da Mozilla.[8]

Composer[editar | editar código-fonte]

SeaMonkey Composer 2.46

O SeaMonkey Composer é um editor HTML WYSIWYG. Sua interface de usuário principal tem quatro abas: Normal (WYSIWYG), etiquetas HTML, código HTML e pré-visualização no navegador. O código gerado é um HTML 4.01 Transitional.[9] O SeaMonkey Composer não é mais ativamente mantido, mas o código do editor subadjacente é compartilhado com o componente Mail.[10]

Portabilidade[editar | editar código-fonte]

O projeto SeaMonkey lança versões oficiais para Linux, macOS e Windows. Ele também lança versões x86-64 "não oficiais" para Linux.[1]

Escolha do nome[editar | editar código-fonte]

Para evitar confundir organizações que ainda queiram usar a suíte Mozilla original, o produto precisava de um novo nome. Depois de especulação inicial pelos membros da comunidade, um anúncio em 2 de julho de 2005 confirmou que SeaMonkey seria o nome da suíte de internet que substituiria a suíte Mozilla.

"Seamonkey" (com um "m" em caixa baixa) foi usado pela Netscape e a Mozilla Foundation como codinome para o "Netscape Communicator 5", que nunca foi lançado, e a própria suíte Mozilla. Originalmente, o nome foi derivado de uma necessidade de uma palavra melhor que ButtMonkey (literalmente "bunda de macaco"),[11] que tinha ganho um concurso para a escolha do codinome, e foi escolhido em referência ao camarão de água salgada.

O SeaMonkey Council agora tem o nome como marca registrada com ajuda da Mozilla Foundation.[12] O projeto usa um esquema de numeração separado, com o primeiro lançamento sendo conhecido como SeaMonkey 1.0. Apesar de ter um nome e número de versão diferentes, o SeaMonkey 1.0 ié baseado no mesmo código que a suíte Mozilla 1.7.

Por questões de marca registrada e direitos autorais,[13] o Debian renomeu o SeaMonkey e o distribuiu como Iceape até 2013.

História[editar | editar código-fonte]

SeaMonkey Navigator 1.0.2

Em 10 de março de 2005, a Mozilla Foundation que não iria mais lançar mais nenhuma versão oficial da Mozilla Application Suite após 1.7.x, desde que decidiu investir em aplicativos separados como o Firefox e o Thunderbird.[14] Entretanto, a fundação enfatizou que iria continuar oferecendo infraestrutura para membros da comunidade que desejassem continuar o desenvolvimente. Na realidade, isso significa que a suíte continua sendo desenvolvido, mas agora pelo SeaMonkey Council ao invés da Mozilla Foundation.

O SeaMonkey foi lançado inicialmente em 15 de setembro de 2005.[1] O SeaMonkey 1 foi lançado em 30 de janeiro de 2006.

O código-fonte do projeto principal do Mozilla foi licenciado sob uma tri-licença disjuntiva (antes de mudar para MPL 2.0) que deu a escolha de um dos três seguintes conjuntos de termos de licenciamento: Mozilla Public License, versão 1.1 ou posterior, GNU General Public License, versão 2.0 ou posterior, GNU Lesser General Public License, versão 2.1 ou posterior.[15]

SeaMonkey Council[editar | editar código-fonte]

O SeaMonkey Council, que é a equipe responsável pela gestão do projetos e lançamentos, atualmente consiste de Philip Chee, Karsten Düsterloh, Jens Hatlak, Robert Kaiser, Ian Neal, Neil Rashbrook e Justin Wood.[2]

Histórico de lançamentos[editar | editar código-fonte]

Versão antiga Versão atual Versão futura Versão em teste

Visão geral[editar | editar código-fonte]

A base para o desenvolvimento de sua primeira versão estável, a 1.0, foi o Mozilla 1.8b1. Esta versão do Mozilla já estava bastante madura, como se pode indicar por uma versão beta. O principal motivo para o não-lançamento oficial da versão 1.8 é que teriam que manter atualizações de segurança tanto para ela quanto para a 1.7 (que continua com as atualizações de segurança, mesmo tendo descontinuado o desenvolvimento de novas versões).

A versão 1.0 do SeaMonkey equivale à 1.8 da Suíte Mozilla, com as diferenças básicas sendo o novo logotipo e o tema padrão ser o Clássico, ao invés do Moderno.

Muitos usuários esperavam maiores novidades e acabaram um pouco decepcionados com a primeira versão. Somente nas versões posteriores foram acrescentadas maiores inovações.

Melhorias na interface gráfica e a troca do tema padrão criticado por alguns e considerado clássico por outros estão planejadas apenas para versões mais longínquas.

Atualmente os esforços estão voltados para a parte central do código, migrando a arquitetura e a ferramenta de desenvolvimento para um melhor aproveitamento de códigos do Firefox e Thunderbird, com o intuito de facilitar o desenvolvimento do programa e de extensões que funcionem em ambos sem a necessidade de adaptações que algumas exigem.

Migração a partir do Mozilla[editar | editar código-fonte]

SeaMonkey 1.1.11 em português no Mac OS X.

O mais aconselhável é usar um perfil novo. O usuário que deseje arriscar, deve desinstalar todas as extensões e temas antes de efetuar a migração, para evitar problemas.

O sentido oposto não é recomendável, tanto quanto o compartilhamento de perfis entre ambos, pois a predisposição para problemas é grande.

Versões de desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Os usuários que não estejam satisfeitos com as versões oficiais e desejem utilizar versões instáveis, porém mais novas, do programa podem utilizar as versões disponibilizadas diariamente em: http://www.seamonkey-project.org/

Estas versões estão sujeitas a travamentos, mau funcionamento, não sendo recomendadas para o uso diário, devendo ser utilizadas apenas para testar as novidades. Se possível, ajude a identificar os bugs e relatá-los.

Algumas características relativas à configuração do programa, como o suporte a SVG, acabam variando de acordo com os problemas enfrentados enquanto compilando o programa. Geralmente apenas as versões finais vêm com o calendário.

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «SeaMonkey: Download & Releases» (em inglês). 15 de abril de 2015. Consultado em 7 de agosto de 2015 
  2. a b c «About SeaMonkey» (em inglês). 23 de junho de 2015. Consultado em 7 de agosto de 2015 
  3. Andrew Powell (14 de fevereiro de 2014). «SeaMonkey - More than a Web Browser» (em inglês). TheLinuxRain. Consultado em 4 de setembro de 2014 
  4. Chris Ilias. «Mozilla-Netscape Relationship» (em inglês). Consultado em 7 de agosto de 2015 
  5. Lemon Juice (13 de junho de 2015). «Firefox & Thunderbird Add-on Converter for SeaMonkey» (em inglês). Consultado em 7 de agosto de 2015 
  6. Codrut Nistor (18 de dezembro de 2006). «SeaMonkey Review: Web Browsing and a Little More» (em inglês). Softpedia. Consultado em 30 de janeiro de 2010 
  7. «SeaMonkey: Feature» (em inglês). 15 de abril de 2015. Consultado em 11 de agosto de 2015 
  8. «comm-central» (em inglês). 5 de janeiro de 2015. Consultado em 18 de agosto de 2015 
  9. «SeaMonkey complains about its own doctype header» (em inglês). 18 de dezembro de 2014. Consultado em 26 de fevereiro de 2015 
  10. «Composer» (em inglês). 30 de abril de 2013. Consultado em 26 de fevereiro de 2015 
  11. SeaMonkey: Name And Version
  12. «SeaMonkey® trademarks registered!» (em inglês). Home of KaiRo. Consultado em 4 de setembro de 2014 
  13. «Debian and Mozilla - a study in trademarks» (em inglês). LWN.net. Consultado em 14 de setembro de 2011 
  14. «Two discontinued browsers» (em inglês). LWN.net. 21 de dezembro de 2005. Consultado em 19 de dezembro de 2012 
  15. Mozilla.org
  16. Gecko (Pagina em Inglês) - MDN (Pagina visitada em 08/10/2011)
  17. Kaiser, Robert (5 de novembro de 2007). SeaMonkey News SeaMonkey 1.1.6 Available, "Mozilla Foundation" (em inglês). Acessado em 2008-ago-17.
  18. Mozilla Wiki (2007). SeaMonkey:suiterunner, "Mozilla Foundation" (em inglês). Acessado em 2009-jul-21.
  19. Mozilla Wiki (2007). SeaMonkey:New for 2.0, "Mozilla Foundation" (em inglês). Acessado em 2009-jul-21.
  20. Kaiser, Robert (21 de julho de 2009). What's New in SeaMonkey 2.0 Beta 1, "Mozilla Foundation" (em inglês). Acessado em 2009-jul-23.
  21. SeaMonkey 2.5 Beta 1 (em inglês) - The SeaMonkey Project (Acessado em 08/10/2011)
  22. SeaMonkey 2.5 Beta 2 (em inglês) - The SeaMonkey Project (Acessado em 08/10/2011)
  23. a b «SeaMonkey:FAQ» (em inglês). MozillaWiki. Consultado em 14 de janeiro de 2012 
  24. «SeaMonkey 2.27 and 2.28 Skipped» (em inglês). SeaMonkey Project News. Consultado em 27 de agosto de 2014 
  25. a b c «SeaMonkey:Home Page» (em inglês). MozillaWiki. Consultado em 14 de janeiro de 2012 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons