Hóquei em patins do Futebol Clube do Porto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Futebol Clube do Porto
F.C. Porto logo.png
Nome Futebol Clube do Porto
Fundação 1924
Estádio Dragão Caixa
Capacidade 2 200
Presidente Portugal Jorge Nuno Pinto da Costa
Treinador Guillem Cabestany
Patrocinador MEO
Fidelidade
Material (d)esportivo New Balance
Competição Campeonato Português de Hóquei em Patins
2016–17 Campeão
Website www.fcporto.pt
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Futebol Clube do Porto Fidelidade é a equipa de hóquei em patins do Futebol Clube do Porto.

História[editar | editar código-fonte]

Uma das mais prestigiadas modalidades praticadas pelos atletas Dragões e por onde passou, como seccionista, o atual presidente Jorge Nuno Pinto da Costa.

A prática do hóquei em patins foi iniciada no clube em 1954, correspondendo à vontade de muita gente, dirigentes e adeptos, seduzidos, como a generalidade dos portugueses, pelas excelentes prestações da seleção nacional, com incidência nos duelos com espanhóis e italianos. Depois de alguns anos de "amadorismo", o clube começou a apostar cada vez mais no hóquei em patins, com o objetivo de conquistar cada vez mais títulos.

O primeiro êxito internacional verificou-se em 1982/83, com a conquista da Taça das Taças, proeza a que se seguiriam várias outras. Entre os inúmeros atletas que prestigiaram o hóquei em patinado das Antas destacam-se Acúrsio Carrelo, Vítor Hugo, Cristiano Pereira, Vítor Bruno, Pedro Alves, Franklim Pais, Filipe Santos, Paulo Alves, Tó Neves, Carlos Realista, Reinaldo Ventura, Diego Allende, Edo Bosch, Pedro Gil, entre outros.

Treinadores como Vladimiro Brandão, Cristiano Pereira, José Fernandes, Franklim Pais e António Livramento foram protagonistas activos de muitos dos mais significativos triunfos de sucessivas equipas do FC Porto. Enfim, e nunca tarde, não se pode falar do hóquei em patins portista sem referir dirigentes de absoluta referência como Ilídio Pinto (entusiasta e potenciador da modalidade) e João Baldaia.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Continentais[editar | editar código-fonte]

Nacionais[editar | editar código-fonte]

  • Campeonato: 22[1]
    • 1982–83, 1983–84, 1984–85, 1985–86, 1986–87, 1988–89, 1989–90, 1990–91, 1998–99, 1999–00, 2001–02, 2002–03, 2003–04, 2004–05, 2005–06, 2006–07, 2007–08, 2008–09, 2009–10, 2010–11, 2012–13, 2016–17
  • Taça de Portugal: 16 [1] (recorde nacional)
    • 1982–83, 1984–85, 1985–86, 1986–87, 1988–89, 1995–96, 1997–98, 1998–99, 2004–05, 2005–06, 2007–08, 2008–09, 2012–13, 2015–16, 2016–17
  • Supertaça António Livramento: 21[1] (recorde nacional)
    • 1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1992, 1996, 1998, 1999, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2011, 2013, 2016, 2017

Equipa Principal (2017–18)[editar | editar código-fonte]

N. Jogador País Idade Posição Equipa Anterior
1 Carles Grau Espanha 27 Guarda-Redes FC Porto
10 Nélson Filipe Portugal 32 Guarda-Redes FC Porto
5 Telmo Pinto Portugal 24 Defesa/Médio FC Porto
57 Reinaldo García Argentina 34 Defesa/Médio FC Porto
78 Hélder Nunes (C) Portugal 23 Defesa/Médio FC Porto
8 Ton Baliu Espanha 28 Defesa/Médio FC Porto
9 Rafa Costa Portugal 25 Avançado FC Porto
15 Jorge Silva Portugal 33 Avançado FC Porto
47 Álvaro Morais Portugal 21 Avançado OC Barcelos
77 Gonçalo Alves Portugal 24 Avançado FC Porto
Equipa Técnica
Guillem Cabestany Espanha Treinador
Carlos López Espanha Treinador Adjunto
Jorge Ferreira Portugal Treinador Adjunto
Francisco Carlos Portugal Técnico de Equipamentos

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • O FC Porto é o segundo clube europeu com maior número de presenças em finais da Liga dos Campeões Europeus (12), tendo ainda disputado mais 7 finais internacionais de outras provas (3 da Taça das Taças, 3 da Taça CERS e 1 do Torneio Cidade de Vigo).
  • O FC Porto é o segundo clube português com maior número de títulos internacionais (7 títulos), a par do OC Barcelos como já foi referido anteriormente.
  • O FC Porto contabiliza no total: 249 troféus oficiais (129 a nível regional, 113 a nível nacional e 7 de dimensão internacional).
  • O FC Porto é o clube português com maior número de títulos de campeão nacional no conjunto de todos os escalões etários (77).
  • O FC Porto é o clube com maior número de campeonatos nacionais em todos os escalões jovens (juniores, juvenis, iniciados e infantis).
  • O FC Porto é o segundo clube de Portugal com mais conquistas do campeonato nacional (22) e o clube com mais Taças de Portugal (16).
  • O FC Porto é o clube com maior número de Supertaças Nacionais (21 troféus), tendo também alcançado uma sequência única de 9 conquistas consecutivas (1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1992).
  • O FC Porto conquistou um decacampeonato (2002–2011). Em Portugal, é um feito inédito tanto na modalidade como também no conjunto de todas as grandes modalidades colectivas de pavilhão.

Referências

  1. a b c d e f g «Palmarés do FC Porto no hóquei em patins». FC Porto. Consultado em 29 de junho de 2015