Hanói-Hanói

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hanoi-Hanoi
Informação geral
Origem Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
País  Brasil
Gênero(s) Pop rock
Período em atividade 1985 - 1995
Integrantes Arnaldo Brandão, Affonsinho,
Pena, Cássio, Ricardo Bacelar, Sergio Vulcanis, Edmardo Galli, Marcelo da Costa, Kiko Ramos e Alex Holanda.

Hanoi-Hanoi foi uma banda de Rock N' Roll brasileira surgida em 1985.

História[editar | editar código-fonte]

Criado por Arnaldo Brandão (ex-A Bolha, Brylho e A Outra Banda da Terra - que acompanhava Caetano Veloso]) a partir de uma parceria com o poeta Tavinho Paes, o guitarrista mineiro Affonso Heliodoro dos Santos Jr., o Affonsinho, e o baterista Pena, o "Hanoi-Hanoi" gravou seu primeiro LP em 1986, que inclui o maior sucesso da banda, Totalmente Demais (posteriormente regravado por Caetano Veloso)[1][2] e "Bla, bla, blá... Eu Te Amo" (mais conhecido pela interpretação de Lobão, com o título "Rádio Blá"). Esse álbum teve apenas 30 mil cópias vendidas.[3]

Em 1988, em seu segundo disco, o grupo lançaria outra música que ficaria famosa com outro intérprete: "O Tempo Não Pára", parceria de Brandão com Cazuza, que popularizou a própria versão.

O terceiro disco, "O Ser e o Nada" (EMI), é de 1990 e tanto o título quanto o conceito do disco são empréstimos feitos ao papa do existencialismo, Jean-Paul Sartre.

O grupo teve seu grande momento ao vivo durante o Rock In Rio II em 1991. No ano seguinte, foi lançado Coração Geiger.

A banda ainda lançaria o CD "Credus" em 1995, contendo gravações feitas durante uma turnê em 1993. No mesmo ano a banda terminou.[1] Tavinho Paes e Arnaldo Brandão continuaram a parceria que iniciaram nos anos 80, com mais de 50 canções editadas e gravadas após o fim da banda.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes do álbum

Hanoi Hanoi
  • Lançamento: 1986
  • Gravadora: RCA Victor
Fanzine
  • Lançamento: 1988
  • Gravadora: SBK
O Ser e o Nada
  • Lançamento: 1990
  • Gravadora: EMI
Coração Geiger
  • Lançamento: 1992
  • Gravadora: EMI

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes do álbum

Credus
  • Lançamento: 1995
  • Gravadora: Spotlight Records

Referências

  1. a b «Saudosismo, emoção e amizade». O Povo. 22 de maio de 2017. Consultado em 19 de novembro de 2017 
  2. «Hanói-Hanói - Dados Artísticos». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 18 de janeiro de 2015 
  3. Arthur Dapieve (1995). «BRock». Google Books. Consultado em 11 de novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]