Hans Magnus Enzensberger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hans Magnus Enzensberger
Hans Magnus Enzensberger, Varsóvia (Polônia), em 20 de maio de 2006.
Data de nascimento 11 de novembro de 1929 (85 anos)
Local de nascimento Kaufbeuren,  Alemanha
Género(s) Poesia, ensaio
Magnum opus Mausoleum
Prémios Prémio Príncipe das Astúrias em 2002

Hans Magnus Enzensberger (Kaufbeuren, 11 de novembro, 1929) é um poeta, ensaísta, tradutor escritor e editor alemão. É também escritor sob o pseudônimo de Andreas Thalmayr, Linda Quilt, Elisabeth Ambras e Serenus M. Brezengang.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Enzensberger estudou literatura e filosofia nas universidades de Erlangen, Freiburg, Hamburgo e também em Sorbonne, Paris, recebeu seu doutorado em 1955.

Trabalhou como redator na rádio de Stuttgart e exerceu a docência até 1957, com o volume de poesias Verteidigung der Wölfe (Defesa dos Lobos).

Entre 1965 e 1975 foi membro do Grupo 47. Em 1965 criou a revista "Kursbuch" e desde 1985 edita a série literária Die andere Bibliothek.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Verteidigung der Wölfe (Defendendo os Lobos), poemas, 1957
  • Allerleirauh, poemas, 1961
  • Politik und Verbrechen (Política e Crime), ensaio, 1964
  • Deutschland, Deutschland unter anderm (Alemanha, Alemanha, entre outros), ensaio, 1967
  • Das Verhör von Habana (O interrogatório de Habana), prosa, 1970
  • Der kurze Sommer der Anarchie (O curto verão da anarquia) , romance, 1977
  • Buenaventura Durrutis Leben und Tod (Buenaventura Durrutis vida e morte), prosa, 1972
  • Gespräche mit Marx und Engel (Conversações com Marx e Engels), 1970
  • Palaver (Bajulação), ensaio, 1974
  • Mausoleum (Mausoléu), poemas, 1975
  • Der Untergang der Titanic (O naufrágio do Titanic), versículo, 1978
  • Polit (Migalhas), redações, 1982
  • Ach, Europa! (Ah, a Europa!), prosa, 1987
  • Zukunftsmusik (Futuro Música), poesia, 1991
  • Die Tochter der Luft (A filha do ar), ficção, 1992
  • Die Große Wanderung (A Grande Migração), redações, 1992
  • Wo warst du, Robert? (Por Onde Você Andou, Robert?), romance, 1996
  • Zickzack (Ziguezague), redações, 1997
  • Der Zahlenteufel, 1997
  • Numeropiru (O Diabo dos Números), romance, 1998
  • Zickzack (Ziguezague), redações, 2000

Prêmios (seleção)[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.