Horatio Herbert Kitchener

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Herbert Kitchener
Secretário de Estado da Guerra
Período 5 de agosto de 1914 – 5 de junho de 1916
Monarca Jorge V
Antecessor(a) Herbert Henry Asquith
Sucessor(a) David Lloyd George
Cônsul-geral no Egito
Período 1911 – 1914
Dados pessoais
Nome completo Horatio Herbert Kitchener
Nascimento 24 de junho de 1850
Ballylongford, Condado de Kerry
Irlanda
Morte 5 de junho de 1916 (65 anos)
Órcades, Escócia
Nacionalidade Britânico
Progenitores Mãe: Frances Anne Chevallier
Pai: Henry Horatio Kitchener
Alma mater Royal Military Academy, Woolwich
Serviço militar
Lealdade  Reino Unido
Serviço/ramo Flag of the British Army (1938-present).svg.png Exército Britânico
Anos de serviço 1871–1916
Graduação Marechal-de-campo
Batalhas/guerras Guerra Franco-Prussiana
Guerra Madista
Segunda Guerra dos Bôeres
Primeira Guerra Mundial

O Marechal-de-campo Horatio Herbert Kitchener, 1º Conde Kitchener, KG, KP, GCB, OM, GCSI, GCMG, GCIE, ADC, PC (24 de junho de 18505 de junho de 1916) foi um militar graduado do Exército Britânico e administrador colonial que ganhou notoriedade por suas campanhas imperiais, incluindo ordens dadas de "terra arrasada" contra os bôeres e estabelecimento de campos de concentração na África do Sul durante a Segunda Guerra dos Bôeres. Ele mais tarde se envolveu no comando de operações militares no começo da Primeira Grande Guerra, na posição de Secretário de Estado para assuntos de guerra.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cartaz de alistamento para a Primeira Guerra Mundial por Alfred Leete (1882–1933). A imagem do cartaz é um retrato de Kitchener.

Nascido em Ballylongford, perto de Listowel, no sul da Irlanda, Kitchener vinha de uma família de vocação militar. Ele se alistou em 1871 e foi educado na Acadêmia Real. Sua carreira militar como um oficial no exército britânico foi promissora e ele subiu rápido pelas patentes. Em 1898, derrotou os Madistas na Batalha de Omdurman e garantiu o controle britânico sobre o Sudão. Por seus feitos, foi tornado nobre, agora Lorde Kitchener de Cartum, se qualificando para a Câmara dos Lordes com o título equivalente a Conde (Earl). Logo em seguida, serviu como Chefe do Estado-Maior (1900–1902) das tropas imperiais durante a Segunda Guerra dos Bôeres e, junto com Lorde Roberts, conquistou as Repúblicas Boêrs de Transvaal e Orange, destruindo a guerrilha inimiga e aprisionando milhares de civis em campos de concentração, com muitos morrendo devido a doenças. Foi então apontado Comandante-em-Chefe do exército britânico na Índia (1902–09). Kitchener, após muitas brigas com outro proeminente procônsul, George Curzon, foi transferido para o Egito como Agente Britânico e Cônsul-Geral (de facto administrador).[2][3][4]

Em 1914, no começo da Primeira Guerra Mundial, Kitchener foi apontado para o cargo de Secretário de Estado da Guerra, no Gabinete Ministerial. Indo contra a opinião geral da liderança militar britânica, ele previu que a guerra se arrastaria por anos e começou a organizar um grande exército voluntário e supervisionou um aumento na produção de materiais para apoiar as tropas na Frente Ocidental. Embora tenha avisado a respeito do despreparo que o país tinha para encarar uma longa guerra de atrito, ele foi culpado pela falta de munição nos frontes de batalha na primavera de 1915 e foi destituído de parte de sua autoridade.[5][6]

Em 5 de junho de 1916, Kitchener estava a caminho da Rússia para negociações de governo, a bordo do HMS Hampshire, quando a embarcação foi atingida por uma mina alemã e afundou, a cerca de 2,4 km das ilhas Órcades, na costa da Escócia. Kitchener estava entre os 737 passageiros que morreram no incidente.[4]

Referências

  1. «History - Lord Horatio Kitchener». BBC. Consultado em 12 de julho de 2018. 
  2. Ballard, Colin (1930). Kitchener. [S.l.]: London: Faber and Faber. ISBN 978-1406737646 
  3. Faught, C. Brad (2016). Kitchener: Hero and Anti-Hero. [S.l.]: London and New York, I.B. Tauris. ISBN 978-1784533502 
  4. a b Magnus, Philip (1958). Kitchener: Portrait of an Imperialist. [S.l.]: New York: E.P. Dutton. ASIN B0007IWHCY 
  5. Irvine, James (2016). HMS Hampshire: a Century of Myths and Mysteries Unravelled, Irvine, Budge, Callister, Grieve, Heath, Hollinrake, Johnson, Kermode, Lowrey, Muir, Turton and Wade. [S.l.]: Orkney Heritage Society. ISBN 978-0953594573 
  6. Liddell Hart, Basil (1930). A History of the World War. [S.l.]: Faber & Faber. ISBN 0-333-58261-6 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.