Huesca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Espanha Uesca
Huesca
 
—  Município  —
Huesca-Parque Miguel Servet.jpg
Bandeira de Uesca
Bandeira
Brasão de armas de Uesca
Brasão de armas
Uesca está localizado em: Espanha
Uesca
Localização de Uesca na Espanha
42° 08' N 00° 25' O
Comunidade autónoma Aragão
Província Huesca
Fundação Séc. IV a.C.
 - Alcaide Ana Alós López (PP)
Área
 - Total 14,9 km²
Altitude 488 m (1 601 pés)
População (2011)
 - Total 53 049
    • Densidade 3 560,34/km2 
Fuso horário CET (UTC+1)
 - Horário de verão CEST (UTC+2)

Huesca (em aragonês Uesca, em latim Osca) é um município da Espanha, pertencente à comunidade autónoma de Aragão e capital da província de mesmo nome.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Huesca na Hoya de Huesca

Está situada no vale do Ebro, junto ao rio Isuela, no sopé das serras dos Pirenéus.

História[editar | editar código-fonte]

Na Antiguidade, os Iberos (concretamente os Ilergetes) ocupavam a região antes da chegada dos Romanos. A cidade é mencionada em moedas do século II a.C. como Bolskan.

A Osca dos Romanos, cidade da Hispania Tarraconensis, era uma cidade plenamente romanizada. Foi capital da Hispânia sublevada de Sertório contra a República, e elevada à categoria de município por Augusto em 30 a.C..

Após a etapa visigoda, e a invasão árabe, Osca será controlada pelos muçulmanos, que a chamam Wasqa. Convertida em fronteira frente aos reinos cristãos do norte, serão insistentes as tentativas de assédio da cidade, o que a obrigará a converter-se em base militar de primeira ordem.

Em 1094 o rei cristão Sancho Ramírez tentou conquistá-la construindo o castelo de Montearagón. Sancho Ramírez morreu ao ser alvejado por una flecha enquanto inspeccionava a muralha. Na primavera de 1096 o exército cristão com o rei Pedro I de Aragão à frente, montou cerco a Huesca durante seis meses. A cidade caiu e foi entregue a Pedro, vencedor da batalha dos Llanos de Alcoraz, conforme acordo prévio entre muçulmanos e cristãos.

Durante a Guerra Civil Espanhola (1936-39) a "frente de Huesca" foi cenário de alguns dos mais violentos confrontos entre os beligerantes.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Monumentos[editar | editar código-fonte]

Monumentos religiosos[editar | editar código-fonte]

Catedral de Huesca
  • Catedral de Huesca. Bonita igreja do gótico primitivo. Séculos XIII-XIV.
  • Igreja de São Pedro (Iglesia de San Pedro el Viejo), 1100-1241, uma das mais antigas construções românicas na Península. Reconstruída no séc. XVIII, inclui o claustro de 1140.
  • Igreja de São Lourenço (Iglesia de San Lorenzo), séc. XVII/XVIII
  • Igreja de Santo Domingo, barroco.
  • Igreja da Companhia de São Vicente, séc. XVII.
  • Ermida de Nossa Sra. de Salas-M.H.A.-, românico e barroco
  • Ermida do Loreto
  • Ermida de São Jorge -séc. XVI-, lembrando a Batalha de Alcoraz
  • Ermida das Mártires
  • Ermida de Santa Luzia
  • Ermida de Jara, em ruína

Monumentos civis[editar | editar código-fonte]

O antigo Casino Municipal de Huesca
  • Câmara Municipal - Um bom exemplo de casa consistorial aragonesa do Século XVI.
  • Muralhas, desde a rua Costa até a praça de touros, com características islâmicas e acrescentados posteriores.
  • Edifícios civis do XVI ao XVII, as casas de Climent -Santa Ana- Oña, Claver, Aísa, Palácio de Villahermosa (que funciona como biblioteca).
  • Século XX: Círculo Oscense, Matadero, Correios e Delegação de Fazenda. Pavilhão Municipal de Desportos (Miralles-Pinós), Centro de Arte e Natureza (R.Moneo), antigo Casino Municipal.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Huesca
Ícone de esboço Este artigo sobre Municípios da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.