Inajá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Inajá (desambiguação).
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde novembro de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaInajá
Attalea maripa

Attalea maripa
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Arecales
Família: Arecaceae
Subfamília: Arecoideae
Tribo: Cocoeae
Subtribo: Attaleinae
Género: Attalea
Espécie: A. maripa
Nome binomial
Attalea maripa
(Aubl.) Mart.
Attalea maripa - MHNT

Inajá (Attalea maripa), também conhecida como anaiá, anajá, aritá, inajazeiro, maripá e najá, é uma palmeira nativa da região norte do Brasil, sendo Roraima e Amapá os estados de maior concentração.[1]

Alcança até 20 metros de altura[1] e possui estipe anelado, com palmito nobre[1], folhas dispostas em cinco direções e inflorescências interfoliares.

Os frutos do inajá tem uma polpa suculenta e comestível e possuem uma amêndoa, de onde se pode extrair um óleo amarelo, que pode chegar até 4.000 litros por hectare.[1]

Em alguns lugares do nordeste, a palmeira Copernicia prunifera, mais conhecida como Carnaúba ou carnaubeira, também é chamada de Inajá.[carece de fontes?]

Referências

  1. a b c d «Inajá - de praga para uma alternativa energética». Embrapa. 16 de maio de 2014. Consultado em 17 de novembro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre palmeiras (família Arecaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.