Injil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Injil ou ingil (em árabe: :إنجيل) é o termo árabe para aquele que os Muçulmanos acreditam ser o Evangelho original de Jesus. O injul é um dos quatro livros sagrados do islamismo que o Alcorão indica terem sido revelados por Deus, sendo os restantes o Zabur, a Torá e o Alcorão. A palavra deriva do grego Εὐαγγέλιον (euangelion), o que significa "boas novas".[1] O termo também é usado para denominar os Evangelhos pelos cristãos árabes (por exemplo, em árabe: إنجيل يوحنا ʾInǧīl Yūḥannā  designa o Evangelho de João). Os muçulmanos acreditam que a mensagem do Evangelho original foi sendo modificada ao longo do tempo e substituída por ensinamentos falsos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Altaf Ahmad Azami. The Injil (Gospel): Imam Farahi’s Viewpoint. Página visitada em 30 de dezembro de 2013.