Isabel de Clermont

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Isabel de Clermont
Rainha Consorte de Nápoles
1458-1465
Antecessor(a) Maria de Castela
Sucessor(a) Joana de Aragão
Princesa de Tarento
1463-1465
Predecessor Giovanni Antonio Orsini del Balzo
Sucessor Afonso II de Nápoles
 
Nascimento 1424
  Tarento, Reino de Nápoles
Morte 30 de março de 1465 (41 anos)
  Nápoles, Reino de Nápoles
Nome completo Isabelle de Clermont
Marido Fernando I de Nápoles
Descendência Afonso II,
Leonor,
Frederico I,
João, Cardeal,
Beatriz,
Francisco
Casa Clermont (Chiaromonte) (por nascimento)
Trastâmara (por casamento)
Pai Tristão de Clermont, conde de Copertino
Mãe Catarina de Tarento
Brasão

Isabel de Clermont (em italiano: Isabella de Chiaromonte; em francês: Isabelle de Clermont), também chamada Isabel de Tarento (Tarento, 1424Nápoles, 30 de março de 1465), foi uma nobre italiana, de origem francesa, princesa de Tarento suo jure (1463-1465) e rainha de Nápoles por casamento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Família[editar | editar código-fonte]

Isabel era a filha mais velha de Tristão de Clermont [1], conde de Copertino e de Catarina Orsini des Baux de Tarento[2]. Era também sobrinha de Giovanni Antonio Orsini del Balzo (des Baux), príncipe de Tarento, sem geração. A sua avó materna Maria d'Enghien, condessa de Lecce (mãe de Giovannantonio e de Catarina de Tarento) fora rainha consorte de Nápoles de 1406 a 1414, enquanto esposa do rei Ladislau. Isabel era a herdeira presuntiva dos territórios do sul de Itália.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Em 30 de maio de 1444, ela casa com o futuro rei Fernando I de Nápoles, na altura apenas duque de Calábria[3] (1423–1494), filho natural do rei Afonso V de Aragão que, em 1442, conquistara o reino de Nápoles à Casa de Anjou (Renato de Anjou), e que se tornara o novo suserano da família de Isabel. Afonso V concluiu essa aliança para assegurar ao filho ilegítimo o seu próprio principado, para além de que esse casamento reforçaria a autoridade do rei sobre a nobreza de Tarento.

Do seu casamento com Maria de Castela, o rei Afonso V não tivera descendência e, por sua vontade, ao morrer em 27 de junho de 1458) o seu irmão João II de Aragão torna-se rei de Aragão e da Sicília, enquanto que o seu filho ilegítimo Fernando (o marido de Isabel), recebe os territórios conquistados na Itália continental tornando-se rei de Nápoles [4]. Nessa altura, o casal já tinha descendência e o filho mais velho já contava 10 anos. Em 1463, Isabel sucede ao tio Giovanni Antonio no Principado de Tarento, herdando também os seus direitos sobre o Reino de Jerusalém.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Isabel e Fernando I de Nápoles tiveram seis filhos:

Morte[editar | editar código-fonte]

Isabel morre em 30 de março de 1465, sendo sepultada na igreja de San Pietro Martire, em Nápoles. O seu herdeiro é o filho mais velho, Afonso, duque de Calábria (o futuro rei Afonso II de Nápoles). Em 1476, Fernando I casa em segundas núpcias, com a sua prima Joana de Aragão, filha do seu tio, o rei João II de Aragão e de Joana Henriques (de quem tem uma filha, Joana de Nápoles), e vem a falecer em 1494.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. não pertencia à família siciliana Chiaromonte, cujas origens eram normandas, com representantes na Sicília desde o século XI
  2. Monique Ornato, Répertoire prosopographique de personnages apparentés à la couronne de France aux XIV et XV siécles, Publications de la Sorbonne, 2001
  3. título reservado ao herdeiro presuntivo do Reino de Nápoles
  4. Jiri Louda et Michael MacLagan, Les Dynasties d'Europe, Bordas, 1995, ISBN=2-04-027115-5
  5. filho de Francisco I Sforza, duque de Mião
  • Este artigo foi inicialmente traduzido, total ou parcialmente, do artigo da Wikipédia em francês, cujo título é «Isabelle de Tarente».


Isabel de Clermont
Casa de Clermont (Chiaromonte)
Nascimento: ca. 1424 Morte: 30 de março 1465
Títulos reais
Precedido por:
Maria de Castela
Rainha consorte de Nápoles
1458-1465
Sucedido por:
Joana de Aragão
Precedido por:
Giovanni Antonio del Balzo Orsini
Princesa de Tarento
(e pretendente ao Reino de Jerusalém)

1463-1465
Sucedido por:
Afonso II de Nápoles

Fontes[editar | editar código-fonte]