Islamismo no Quênia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Islamismo é a religião de aproximadamente 11,2% [1] da população queniana, com cerca de 4,3 milhões de pessoas. A costa do Quênia é maioritariamente habitado por muçulmanos. A capital do país, Nairóbi, possui várias mesquitas, e uma população notável de muçulmanos.

Embora a maioria dos quenianos sejam muçulmanos sunitas, existe uma população de muçulmanos xiitas. Em sua grande parte, descendentes de ismaelitas ou influenciados por comerciantes ultramarinos do Oriente Médio e Índia. Esses muçulmanos xiitas que incluem Dawoodi Bohra, somam um total de 6000 a 8000 no país.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. 2009 Resultados do Censo de População e Habitação
  2. Helene Charton-Bigot, Deyssi Rodriguez-Torres. Nairobi Today. the Paradox of a Fragmented City. African Books Collective, 2010. ISBN 9987080936, 9789987080939. Pg 239

Veja também[editar | editar código-fonte]