Ivan Vazov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ivan Vazov
Портретна снимка. Източник: ДА „Архиви“
Nascimento Иван Минчов Вазов
9 de julho de 1850
Sopot (Império Otomano)
Morte 22 de setembro de 1921 (71 anos)
Sófia (Reino da Bulgária)
Sepultamento Igreja de Santa Sofia
Cidadania Bulgária
Etnia búlgaros
Progenitores
  • Mincho Vazov
  • Saba Vazova
Cônjuge Atina Bolyarska
Irmão(s) Georgi Vazov, Vladimir Vazov, Boris Vazov, Kiril Vazov, Mihail Vazov, Nikola Vazov, Ana Vazova, Valka Vazova-Fetvadzhieva
Ocupação poeta, romancista, escritor, dramaturgo, juiz, tradutor, político, prosista, crítico
Prêmios
  • Order of Saints Cyril and Methodius
  • Honorary citizen of Sofia
  • honorary doctor of Sofia University
Obras destacadas Sob o Jugo, Epic of the Forgotten

Ivan Minchov Vazov (Sopot, 9 de julho de 1850Sófia, 22 de setembro de 1921) foi um escritor, poeta e dramaturgo búlgaro. É chamado de "patriarca da literatura búlgara".

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vazov nasceu em Sopot, Bulgária. Seu pai Mincho Vazov era um rico comerciante. Seus irmãos Georgi e Vladimir eram líderes militares. Seu outro irmão Boris Vazov era figura pública e político. Ivan Vazov estudou em Kalofer e Plovdiv.Vazov viveu por algum tempo na Romênia.[1]Vazov foi acadêmico da Academia de Ciências da Bulgária.

Museo casa Ivan Vazov,Sopot

Vida literária[editar | editar código-fonte]

Vazov escreveu seu primeiro poema "Борба"(Luta) em 1870. Em 1876 publicou a coleção de poemas Пряпорец и Гусла (Pryaporetz e Gusla).

Novelas[editar | editar código-fonte]

  • Под игото (Sob o Jugo) - 1888
  • Нова земя (Nova terra)
  • Svetoslav Terter

Clematite[editar | editar código-fonte]

  • Nemili-Nedragi
  • Chichovci

Referências

  • The Nomination Database for the Nobel Prize in Literature, 1901-1950. // Nobelprize.org.
  • Ташев, Ташо. Министрите на България 1879-1999. София, АИ „Проф. Марин Дринов“ / Изд. на МО, 1999. ISBN 978-954-430-603-8 / ISBN 978-954-509-191- 9. с. 74-75.
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Ivan Vazov