Júlio César (1953)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Júlio César
Julius Caesar
Marlon Brando no trailer do filme
1953 • p&b • 120 min 
Direção Joseph L. Mankiewicz
Produção John Houseman
Roteiro Joseph L. Mankiewicz
William Shakespeare (peça)
Elenco Marlon Brando
James Mason
John Gielgud
Louis Calhern
Gênero Drama
Música Miklós Rózsa
Direção de arte Cedric Gibbons
Edward C. Carfagno
Direção de fotografia Joseph Ruttenberg
Efeitos especiais Warren Newcombe
Figurino Herschel McCoy
Edição John D. Dunning
Estúdio MGM
Distribuição MGM
Lançamento Estados Unidos 4 de junho de 1953
Portugal 15 de janeiro de 1954
País  Estados Unidos
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Júlio César (Julius Caesar, no original em inglês) é um filme estadunidense de 1953, do gênero drama, dirigido por Joseph L. Mankiewicz e estrelado por Marlon Brando e James Mason.[1]

Produção[editar | editar código-fonte]

James Mason e Deborah Kerr em cena do filme.

Adaptação bem sucedida da peça de William Shakespeare, Júlio César preserva a beleza das falas e a excitação do enredo, presentes no original.[1] O foco é mantido no drama de Bruto, que se debate entre a lealdade a César e o bem estar da população, e nas implicações políticas de uma rebelião violenta, este um assunto de interesse das plateias elizabetanas.[2]

A fotografia em preto e branco, indicada ao Oscar, dá um tom de filme noir às sequências de conspiração.[2] Marlon Brando, com uma dicção longe dos habituais resmungos e murmúrios,[1] também foi lembrado pela Academia. Ao todo, o filme recebeu cinco indicações, tendo vencido na categoria Melhor Direção de Arte. A produção recebeu diversos outros prêmios.

Segundo Ken Wlaschin, este é um dos onze melhores filmes da carreira de James Mason.[3]

Júlio César já fora filmado três anos antes, com Charlton Heston como Marco Antônio. Heston voltaria a interpretar o mesmo personagem em 1970, no filme também intitulado Júlio César, dessa vez com John Gielgud interpretando o personagem-título. Várias outras adaptações têm sido feitas regularmente, tanto para o cinema quanto para a televisão.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O senado romano teme que o poder que Júlio César concentra nas mãos pode levá-lo à tirania. Assim, Cássio, Casca e Bruto resolvem assassiná-lo. Esfaqueado pelos conspiradores, César morre nos braços do amigo Marco Antônio. Bruto consegue convencer a multidão que o ato foi bom para Roma. Entretanto, Marco Antônio mostra que o povo pode ser facilmente manipulado ao fazer emocionante discurso, que joga a turba contra os assassinos. Estes fogem, com o exército em seus calcanhares.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e
Ciências Cinematográficas
Oscar Melhor Filme
Melhor Ator (Marlon Brando)
Melhor Fotografia (preto e branco)
Melhor Direção de Arte
Melhor Trilha Sonora (drama ou comédia)
Indicado
Indicado
Indicado
Vencedor
Indicado
British Academy of Film and Television Arts BAFTA Film Award Melhor Filme
Melhor Ator Britânico (John Gielgud)
Melhor Ator Estrangeiro (Marlon Brando)
Indicado
Vencedor
Vencedor
National Board of Review NBR Award Melhor Filme
Melhor Ator (James Mason)
Dez Melhores Filmes de 1953
Vencedor
Vencedor
Vencedor
Directors Guild of America DGA Award Melhor Diretor Indicado
Prêmio Bodil Bodil Melhor Filme Norte-Americano Vencedor

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Marlon Brando Marco António
James Mason Bruto
John Gielgud Cássio
Louis Calhern Júlio César
Edmond O'Brien Casca
Greer Garson Calpúrnia
Deborah Kerr Pórcia
George Macready Marulo
Michael Pate Flávio
Richard Hale Adivinho
Alan Napier Cícero
John Hoyt Décio Bruto
Tom Powers Metelo Cimbro
William Cottrell Cina
Jack Raine Trebônio

Referências

  1. a b c EAMES, John Douglas, The MGM Story, Londres: Octopus Books, 1982 (em inglês)
  2. a b JARDINE, Dan. Julius Caesar (1953) AllMovie. Visitado em 07 de fevereiro de 2014.
  3. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]