Jerónimo Fragoso de Albuquerque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Jerónimo Fragoso de Albuquerque (Olinda, c. 15571618) foi um administrador colonial, neto de Jerônimo de Albuquerque e da índia tupi batizada Maria do Espirito Santo Arcoverde. Seu avô chegou ao Brasil em 1535 ao lado da irmã, que era esposa de Duarte Coelho, primeiro capitão-donatário da Capitania de Pernambuco.

Jerónimo casou-se com Felipa de Melo, com quem teve como filhos Antônio de Albuquerque e Matias de Albuquerque. Foi muito importante para a expulsão de franceses do território e em expedições entre o Rio Mearim e a foz do Rio Amazonas, foi governador do Grão-Pará de abril a setembro de 1619 [1][2]

Referências

  1. VARNAHGUEN, Francisco Adolpho de.Historia geral do Brazil, Volume 2, p.457.
  2. Jerônimo de Albuquerque e o comando da força naval contra os franceses no Maranhão.[1].
Precedido por
Baltasar Rodrigues de Melo
Governador geral do Pará
abril de 1619setembro de 1619
Sucedido por
Matias de Albuquerque
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.