João Cláudio Genu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João Cláudio Genu
Dados pessoais
Profissão ex-tesoureiro do PP
linkWP:PPO#Brasil
João Cláudio Genu
Crime (s) corrupção passiva e associação criminosa[1]
Pena 8 anos e 8 meses de prisão[1]
Situação cumprindo pena em prisão[1]

João Cláudio de Carvalho Genu mais conhecido como João Cláudio Genu é ex-tesoureiro do Partido Progressista condenado no escândalo do mensalão[2] e na Operação Lava Jato.[1] Foi preso na Operação Repescagem, 29ª fase da Lava Jato[3][4][5] que investiga o maior esquema de corrupção da história, no Brasil.[6] Foi assessor do deputado federal José Janene.[7]

Apesar de ser condenado no mensalão se livrou das penas, uma delas por prescrição e outra por absolvição no STF, no crime de lavagem de dinheiro.[8]

Em 2 de dezembro de 2016, Genu foi condenado na Operação Lava Jato a 8 anos e 8 meses de prisão por crimes de corrupção passiva e associação criminosa.[1] O juiz federal Sérgio Moro ainda lembrou o fato de João Cláudio Genu continuar a cometer crimes mesmo enquanto era julgado no STF em outra investigação de corrupção. "Nem o julgamento condenatório pela mais Alta Corte do País representou fator inibidor da reiteração criminosa, embora em outro esquema ilícito. Agiu, portanto, com culpabilidade extremada, o que também deve ser valorado negativamente", afirmou Moro na sentença.[1]

Em 7 de fevereiro de 2017, o ministro relator da Lava Jato no STF, Edson Fachin rejeitou o pedido de liberdade de Genu e votou pela manutenção da prisão. O voto de Fachin foi seguido pelos demais ministros, Celso de Mello, Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.[9]

Referências

  1. a b c d e f Samuel Nunes e Thais Kaniak. «João Claudio Genu é condenado a 8 anos de prisão na Lava Jato». G1. Globo.com. Consultado em 2 de dezembro de 2016 
  2. Felipe Amorim. «Ex-assessor do PP é condenado por corrupção e lavagem». UOL. Consultado em 23 de maio de 2016 
  3. Macedo, Fausto (23 de maio de 2016), «PF abre 29ª fase da Lava jato», O Estado de São Paulo, Estadão 
  4. André Guilherme (23 de maio de 2016). «PF deflagra 29ª fase da Lava-Jato e prende ex-tesoureiro do PP». Valor Econômico. Consultado em 23 de maio de 2016 
  5. «Polícia federal deflagra 29ª fase da operação Lava jato», Globo, G1, 23 de maio de 2016 
  6. «Entenda o caso». Operação Lava Jato. Consultado em 23 de maio de 2016 
  7. «João Cláudio Genu». VEJA. Consultado em 23 de maio de 2016 
  8. Fernanda Calgaro e Guilherme Balza (13 de março de 2014). «Com prescrição e nova absolvição, réu do mensalão escapa de todas as acusações». UOL. Consultado em 23 de maio de 2016 
  9. Carolina Brígido. «Edson Fachin estreia na Lava-Jato e mantém Genu preso». O Globo. Globo.com. Consultado em 7 de fevereiro de 2017