João de Aquino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
João de Aquino
Informação geral
Nascimento 23 de julho de 1945
Brasil Rio de Janeiro
Morte 28 de setembro de 2022 (77 anos)
Ocupação(ões) violonista, cantor, compositor, arranjador e produtor musical.
Instrumento(s) violão

João de Aquino Monteiro (Rio de Janeiro, 23 de julho de 1945Rio de Janeiro, 28 de setembro de 2022) foi um violonista, cantor, compositor, arranjador e produtor musical brasileiro.[1] Era neto de um maestro de banda do interior do estado do Rio de Janeiro e primo do violonista e compositor Baden Powell.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Trabalhou com diversos artistas como Maurício Carrilho, Candeia, Elza Soares, Dicró, Carlos Cachaça, Leny Andrade, Monarco, Pery Ribeiro, Jorginho do Império, Martinho da Vila, Carmen Costa, Zezé Motta , Nelson Sargento, Roberto Ribeiro, Cartola, Elizeth Cardoso, Paulo César Pinheiro, Hermínio Bello de Carvalho, Paulo Frederico, Aldir Blanc, Radamés Gnattali, Gilson Peranzzetta, Wagner Tiso, Cauby Peixoto entre outros. Seu primeiro grande sucesso foi Viagem, composto em 1964 em parceria com Paulo César Pinheiro, que seria gravado em 1972 por Marisa Gata Mansa.[3]

Em sua carreira foi premiado com o Prêmio Sharp e Chave de Ouro.[4]

Morte[editar | editar código-fonte]

Morreu em setembro de 2022, após sofrer uma parada cardíaca por conta de uma pneumonia.[5]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Discos autorais e instrumentais:[6][7]

  • Violão Viajeiro (1974)
  • Terreiro Grande (1978)
  • Asfalto (1980)
  • João de Aquino e Maurício Carrilho (1986)
  • Patuá (1991)
  • Carta Marcada (1994)
  • Bordões (1996)
  • Sabor (2002)
  • Elza Soares & João de Aquino (2021)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Série Encontros recebeu violonista João de Aquino». Governo do Rio de Janeiro. Consultado em 24 de novembro de 2020 
  2. «João de Aquino». Enciclopédia Itaú Cultural. Consultado em 24 de novembro de 2020 
  3. «João de Aquino». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 18 de novembro de 2012 
  4. «Tributo a João de Aquino». Prefeitura de Niteroi. Consultado em 24 de agosto de 2020 
  5. Mauro Ferreira (29 de setembro de 2022). «João de Aquino, grande violonista e compositor de 'Viagem', morre aos 77 anos». G1. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  6. «João de Aquino». Instituto Memória Musical Brasileir. Consultado em 24 de novembro de 2020 
  7. Sopa Cultural - Portal de notícias (19 de novembro de 2019). «Aos 74 anos, João Aquino recebe homenagem no dia 22 de novembro, em Niterói». Consultado em 24 de novembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.