Jorge Maluly Netto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jorge Maluly Netto
Dados pessoais
Nascimento 28 de janeiro de 1931
Fartura-SP
Morte 22 de maio de 2012 (81 anos)
Hospital Unimed, Araçatuba-SP
Progenitores Mãe: Rosa Maluly
Pai: Tuma Maluly
Profissão Médico

Jorge Maluly Netto (Fartura, 28 de janeiro de 1931 - 22 de maio de 2012) foi um médico, empresário, fazendeiro e político brasileiro. Ex-proprietário da emissora afiliada do Sistema Brasileiro de Televisão TVI,[1] sendo o político do Brasil com o maior número de mandatos consecutivos, 12 no total, até então.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1951 iniciou vida acadêmica na então Universidade do Brasil, hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro sendo militante estudantil. Formou se em 1956 e depois de um ano já atuava como médico em Mirandópolis.[3]

Foi prefeito de Mirandópolis (1964-1966), deputado estadual (1967-1979) deputado federal (1979-2000) e foi prefeito de Araçatuba de 2001 até setembro de 2008.

Foi filiado ao PSD, com o AI-2 em 1965 foi para a ARENA, com o fim do bipartidarismo em 1979 foi para o PDS e desde 1985 fez parte do PFL, sendo um dos seus fundadores, atual DEM.

Em 2007 a jornalista Roselana Tolentino publicou uma biografia do político com o nome de Maluly Netto, por excelência.

Em março de 2010 descobriu um câncer no pâncreas e foi encaminhado para a cirurgia no Hospital Sírio Libanês.[4] Após 23 dias de internação recebeu alta hospitalar.[5]Ainda sofreu de câncer no osso do braço aos 21 anos de idade e na próstata em 1982.[6] Na tarde de 22 de maio de 2012, Maluly perde a batalha para o câncer e acaba falecendo. Seu corpo foi enterrado na cidade de Araçatuba no Memorial Laluce, no dia seguinte de seu falecimento.[7]

Enquanto deputado federal, esteve ausente na votação da Emenda Constitucional Dante de Oliveira em 1984. Foi contra o movimento das Diretas Já.

Há políticos consistentes, sólidos, duradouros como boa peroba, e há aqueles oportunistas, passageiros, fugazes como ventania. Jorge Maluly está entre os primeiros

— Fernando Henrique Cardoso em Maluly Netto – Por Excelência[8]

Fatos polêmicos[editar | editar código-fonte]

Em 7 de setembro de 2008, o Supremo Tribunal Federal mandou executar a cassação dos direitos políticos do prefeito por 5 anos, pelas acusações de improbidade administrativa, por ter depositado dinheiro público no Banco Interior, liquidado posteriormente pelo Banco Central.[9]Na tarde do dia 5 de setembro de 2008, a posse da prefeitura da cidade de Araçatuba foi passada à vice-prefeita e pecuarista Marilene Magri Marques do PSDB.[10]Maluly afirma que a questão, conhecida como Caso Banco Interior, foi um erro dele e sua equipe, sem ter tido má fé.[11]

Em 2010, Maluly foi multado em R$ 100 mil pela Polícia Militar Ambiental, por poluição de manancial, assoreamento e destruição da mata ciliar em sua propriedade.[12]

Referências

  1. «Políticos controlam 24% das TVs do paí». Consultado em 25 de março de 2009 
  2. «Ex-prefeito de Araçatuba, Jorge Maluly Netto morre aos 81 anos». G1. Consultado em 22 de maio de 2012 
  3. Brasil, CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «MALULY NETO, JORGE». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 10 de junho de 2018  Texto " CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil " ignorado (ajuda)
  4. Folha da Região. «Maluly Netto descobre câncer e vai ser operado». Consultado em 22 de maio de 2010 
  5. Folha da Região. «Ex-prefeito fala sobre cirurgia em SP: 'O povo orou muito por mim'». Consultado em 15 de junho de 2010 
  6. «Aos 81 anos, ex-prefeito Maluly fala da luta contra terceiro câncer». Folha da Região. 28 de janeiro de 2012. Consultado em 28 de janeiro de 2012 
  7. «Enterrado o corpo de Maluly». LR1. Consultado em 23 de maio de 2012 
  8. LR1. CARREIRA: Conheça a personalidade política Maluly Netto que despontou de Mirandópolis para o Brasil.[1] Acesso em 22 de março de 2012
  9. Folha da Região. STF manda executar cassação do prefeito Jorge Maluly Netto. Acesso em 22 de maio de 2012
  10. Folha da Região. Marilene Magri Marques é a nova prefeita de Araçatuba
  11. Folha da Região. Maluly sobre Banco Interior: "Eu não roubei. O dinheiro está no BC". Acesso em 30 de maio de 2011
  12. Campo Grande News. «PMA multa fazendeiro em R$ 100 mil por erosão em área». Consultado em 28 de janeiro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Germínia Dolce Venturolli
Prefeito de Araçatuba
20012008
Sucedido por
Marilene Magri Marques
Cido Sério
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.