José da Trindade Prado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
José da Trindade Prado
Barão de Propriá
Presidente da Província de Sergipe
Período 10/09/1855 a 27/09/1855
Presidente da Província de Sergipe
Período 10/04/1857 a 05/08/1857
Presidente da Província de Sergipe
Período 10/08/1868 a 27/11/1868
Presidente da Província de Sergipe
Período 18/06/1869 a 08/11/1869
Presidente da Província de Sergipe
Período 21/08/1871 a 17/02/1872
Dados pessoais
Nascimento 1804
Santo Amaro das Brotas, Sergipe
Morte 25 de junho de 1875 (71 anos)
engenho Várzea Grande, Sergipe
Nacionalidade  Brasileiro
Progenitores Mãe: Mariana Francisca de Menezes
Pai: José da Trindade Pimentel (Capitão-Mor)
Profissão Militar, político, ruralista
Títulos nobiliárquicos
Barão 14 de março de 1860
Comendador da Imperial Ordem da Rosa, Comendador da Imperial Ordem de Cristo séc. XIX
Serviço militar
Graduação Coronel
Unidade capitão do extinto 25º batalhão de caçadores em 1823; reformado no posto de major em 1829; Instrutor geral da Guarda Nacional.
Comandos Coronel, comandante superior de vários municípios do norte de Sergipe
Conflitos Campanha do Sul (1827-1829)

José da Trindade Prado, o barão de Propriá (Santo Amaro das Brotas, 1804Sergipe, 25 de julho de 1875) foi um político, militar e proprietário rural brasileiro.

Biografia[1][editar | editar código-fonte]

Filho do Capitão-Mor José da Trindade Pimentel e de Maria Francisca de Meneses, recebeu o título de barão por decreto em 14 de março de 1860. Foi deputado provincial e vice-presidente da província de Sergipe, tendo assumido a presidência interinamente por cinco vezes, de 4 de setembro a 25 de setembro de 1855, de 11 de abril a 5 de agosto de 1857, de 18 de agosto a 27 de novembro de 1868, de 15 de junho a 7 de novembro de 1869, e de 21 de agosto de 1871 a 17 de fevereiro de 1872. Também foi membro diretor do extinto Imperial Instituto Sergipano de Agricultura; sócio benemérito do Gabinete Literário Sergipano; comandante superior dos municípios sergipanos ao norte e participou da Guerra da Cisplatina.

Era comendador da Imperial Ordem de Cristo e da Imperial Ordem da Rosa.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. Relatório apresentado pelo 3º vice-presidente da província de Sergipe, comendador José da Trindade Prado, por ocasião de passar a administração da mesma província ao 1º vice-presidente, Barão de Maruim, no dia 25 de setembro de 1855
  2. Relatório com que foi entregue a administração da província de Sergipe no dia 5 de agosto de 1857 ao ilmo. e exmo. sr. dr. João Dabney de Avelar Brotero pelo exmo. sr. comandante superior José da Trindade Prado, 3º vice-presidente desta província
  3. Relatório com que o exmo. sr. vice-presidente Barão de Propriá passou a administração da província de Sergipe ao exmo. sr. presidente dr. Evaristo Ferreira da Veiga no dia 27 de novembro de 1868
  4. Relatório com que o 1º vice-presidente o exmo. sr. Barão de Propriá passou a administração da província de Sergipe no dia 7 de novembro de 1869 ao 2º vice-presidente o exmo. sr. dr. Dionísio Rodrigues Dantas
  5. Relatório com que o exmo. sr. Barão de Propriá, 1º vice-presidente da província de Sergipe, passou a administração ao exmo. sr. dr. Luís Álvares de Azevedo Macedo, presidente da mesma província, no dia 17 de fevereiro de 1872
  6. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, Aspectos do Baronato Sergipano pág. 105

Referências

  1. Colégio Brasileiro de Genealogia Arquivado em 29 de junho de 2007, no Wayback Machine., Sergipe - Governadores e Presidentes da Província (1821 – 1889).


Precedido por
Inácio Joaquim Barbosa
Presidente da província de Sergipe
1855
Sucedido por
João Gomes de Melo
Precedido por
Salvador Correia de Sá e Benevides
Presidente da província de Sergipe
1857
Sucedido por
João Dabney de Avelar Brotero
Precedido por
Antônio de Araújo Aragão Bulcão
Presidente da província de Sergipe
1868
Sucedido por
Evaristo Ferreira da Veiga
Precedido por
Evaristo Ferreira da Veiga
Presidente da província de Sergipe
1869
Sucedido por
Dionísio Rodrigues Dantas
Precedido por
Dionísio Rodrigues Dantas
Presidente da província de Sergipe
18711872
Sucedido por
Luís Álvares de Azevedo Macedo


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.