Joaquim Jacinto de Mendonça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joaquim Jacinto de Mendonça
Presidente da província do Rio Grande do Sul
Período 27 de outubro de 1887 a 26 de janeiro de 1888
Antecessor Rodrigo de Azambuja Vilanova
Sucessor Rodrigo de Azambuja Vilanova
Dados pessoais
Nascimento 20 de maio de 1828
Pelotas Brasil
Morte 31 de janeiro de 1891 (62 anos)
Pelotas Brasil
Partido Partido Conservador

Joaquim Jacinto de Mendonça (Pelotas, 20 de maio de 1828 — Pelotas, 31 de janeiro de 1891) foi um político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de João Jacinto de Mendonça (natural de Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, Açores) e de Florinda Luísa da Silva Mendonça[1]; neto paterno de André Francisco de Mendonça e Maria da Anunciação; neto materno de José Tomás da Silva e Eulália Maria da Cunha; irmão de João Jacinto de Mendonça.

Casou-se em 4 de dezembro de 1852, em sua cidade natal, com Clara Bárbara da Cunha (nascida em Pelotas a 4 de dezembro de 1834 — falecida a 5 de setembro de 1900), filha do comendador Alexandre Vieira da Cunha e de Maria Josefa Leopoldina da Silva. Tiveram quatro filhos.

Fez os estudos preparatórios no Colégio Pedro II no Rio de Janeiro, cursando depois a Faculdade de Direito de São Paulo, onde formou-se em 1850.[1] Foi promotor público e magistrado.[1]

Filiado ao Partido Conservador, como toda sua família, foi deputado provincial e presidente da província de Sergipe,[1] nomeado por carta imperial de 20 de fevereiro de 1861, de 1 de junho de 1861 a 13 de junho de 1863, e do Rio Grande do Sul,[1] de 27 de outubro de 1887 a 26 de janeiro de 1888.

Referências

  1. a b c d e PORTO-ALEGRE, Achylles. Homens Illustres do Rio Grande do Sul. Livraria Selbach, Porto Alegre, 1917.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Joaquim Tibúrcio Ferreira Gomes
Presidente da província de Sergipe
1861 — 1863
Sucedido por
Joaquim José de Oliveira
Precedido por
Rodrigo de Azambuja Vilanova
Presidente da província do Rio Grande do Sul
1887 — 1888
Sucedido por
Rodrigo de Azambuja Vilanova


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.