Manuel José de Araújo Góis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manuel José de Araújo Góis
Nascimento 5 de março de 1839
Recôncavo baiano
Cidadania Brasil
Ocupação advogado, político

Manuel José de Araújo Góis (Manoel José de Araújo Goes, na grafia original arcaica), mais conhecido como Araújo Góis (Recôncavo baiano, 5 de março de 1839 — ?) foi um advogado, magistrado e político brasileiro.

Foi presidente da província de Sergipe de 27 de outubro de 1885 a 19 de março de 1888 e presidente de Alagoas em dois curtos períodos entre 18 de dezembro de 1890 a 12 de junho de 1891 e 14 de junho de 1891 a 23 de novembro de 1891, além de senador por Alagoas de 1906 a 1924. Exerceu também o mandato de deputado federal de 1895 a 1902.

Descende do patriarca homônimo, Manoel José de Araújo Goes, da Vila de Itapicuru.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Memórias de Uma Senhora de Engenho, OLIVEIRA, Marcelo Souza. in: Patrimônio e Memória, ISSN 1808-1967

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Luís Caetano Muniz Barreto
Presidente da província de Sergipe
27 de outubro de 1885 — 19 de março de 1888
Sucedido por
Olímpio Manuel dos Santos Vital
Precedido por
Pedro Paulino da Fonseca
Presidente do estado de Alagoas
18 de dezembro de 1890 — 12 de junho de 1891
Sucedido por
Pedro Paulino da Fonseca
Precedido por
Pedro Paulino da Fonseca
Presidente do estado de Alagoas
14 de junho de 1891 — 23 de novembro de 1891
Sucedido por
José Correia Teles
Manuel Ribeiro Barreto de Meneses
Jacinto de Assunção Pais de Mendonça
Carlos Jorge Calheiros de Lima