José Egídio Gordilho de Barbuda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
José Egídio Gordilho de Barbuda
Nascimento 1 de agosto de 1787
Chamusca, Portugal
Morte 28 de fevereiro de 1830 (42 anos)
Bahia
Ocupação Militar, político

José Egídio Gordilho de Barbuda, primeiro visconde com grandeza de Camamu, (Chamusca, Portugal, 1 de agosto de 1787Bahia, 28 de fevereiro de 1830) foi um político e militar brasileiro.

Filho de José Júlio Henrique Gordilho Cabral e Maria Barbosa Cabral Veloso de Barbuda, foi casado com Caetana Augusta de Vasconcelos Gordilho de Barbuda. Pai do 2.º visconde com grandeza de Camamu, José Egídio Gordilho de Barbuda Filho.

General, comandante do exército pacificador na Bahia em 1822.

Foi presidente das províncias do Rio Grande do Sul, de 14 de janeiro a 4 de novembro de 1826,[1] e da Bahia, de 11 de outubro de 1827 a 28 de fevereiro de 1830, quando foi assassinado.

Entrou para o corpo de Artilharia em Portugal com 12 anos de idade. Veio para o Brasil como tenente da Legião de Caçadores da Bahia.

Referências

  1. Riograndino da Costa e Silva, Notas à Margem da História do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Editora Globo, 1968. Página 219.


Precedido por
José Feliciano Fernandes Pinheiro
Presidente da província do Rio Grande do Sul
1826
Sucedido por
Salvador José Maciel
Precedido por
João Severiano Maciel da Costa
Presidente da província da Bahia
1827 — 1830
Sucedido por
Luís Paulo de Araújo Bastos


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.