Antônio da Costa Pinto (governador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Antônio da Costa Pinto, veja Antônio da Costa Pinto (desambiguação).


Antônio da Costa Pinto
Nascimento 25 de novembro de 1802
Paracatu, MG, Brasil
Morte 20 de março de 1880 (77 anos)
Rio de Janeiro, MN, Brasil
Nacionalidade brasileiro

Antônio da Costa Pinto (Paracatu, 25 de novembro de 1802  – Rio de Janeiro, 20 de março de 1880) foi um magistrado e político brasileiro.

Filho de Antônio da Costa Pinto e Francisca Maria Pereira de Castro, formou-se na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, em 1827. Casou com Teresa Amália Rodrigues Fróes.

Juiz de fora em diversas províncias, foi chefe de polícia de Minas Gerais e desembargador em Pernambuco e no Município Neutro. Governou a província de Minas Gerais, de 19 de abril de 1836 a 7 de outubro de 1837. Foi depois presidente da província de Pernambuco, de 15 de julho a 2 de outubro de 1848, e também da Bahia, de 26 de abril de 1860 a 1 de julho de 1861.

Foi nomeado ministro do Supremo Tribunal de Justiça, em 1 de junho de 1870. Foi agraciado com a comenda da Imperial Ordem de Cristo.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.