Francisco de Paula Almeida e Albuquerque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Francisco de Paula Almeida e Albuquerque
Nascimento 1792
Pernambuco
Morte 7 de julho de 1869 (77 anos)
Nacionalidade  Brasileiro
Ocupação Política

Francisco de Paula Almeida e Albuquerque (Pernambuco, ca. 17927 de julho de 1869) foi um magistrado e político brasileiro.

Filho do Cap. Manoel Caetano de Almeida e Albuquerque, poeta pernambucano (cf. Sacramento Blake), e da sua mulher d. Ana Francisca Euphêmia do Rosário.

Bacharel em direito pela Universidade de Coimbra (1820), seguiu a carreira da magistratura, ocupando os cargos de juiz de fora em Pernambuco, ouvidor em São João d'El-Rei (MG), desembargador da Relação da Bahia e, posteriormente, da Relação de Pernambuco (1831-1842).

Foi deputado geral e senador do Império do Brasil de 1838 a 1869 (na época a função de senador era vitalícia).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Honorato, Manuel da Costa: Dicionário Topográfico, Estatístico e Histórico da Província de Pernambuco, 1863.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Bernardo Pereira de Vasconcelos
Ministro da Justiça do Brasil
1839
Sucedido por
Francisco Ramiro de Assis Coelho
Precedido por
Bernardo Pereira de Vasconcelos
Ministro dos Negócios do Brasil
1839
Sucedido por
Manuel Antônio Galvão


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.