Joaquim Vieira da Silva e Sousa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde Março de 2011). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Joaquim Vieira da Silva e Sousa
Nascimento 12 de janeiro de 1800
São Luís
Morte 23 de junho de 1864 (64 anos)
São Luís
Nacionalidade  Brasileiro
Ocupação Juiz, político

Joaquim Vieira da Silva e Sousa (São Luís, 12 de janeiro de 1800 — São Luís, 23 de junho de 1864) foi um juiz e político brasileiro.

Filho de Luiz Antônio Vieira da Silva e Maria Clara de Souza Vieira [1] (nome de solteira: Maria Clara Gomes de Souza).

Formou-se em direito na Faculdade de Coimbra.

Casou-se com Columba de Santo Antonio de Souza Gayoso, filha do Tenente-Coronel Raymundo José de Souza Gayoso e de sua mulher Anna de Souza Gayoso.[1] Desta união nasceu Luís Antônio Vieira da Silva, o visconde de Vieira da Silva,[1] banqueiro e político cearense que tinha o mesmo nome do próprio avô. Sua irmã, Luiza Rita Vieira da Silva, foi a mãe de Miguel Vieira Ferreira, fundador da Igreja Evangélica Brasileira.

Foi deputado geral, presidente de província, ministro do Supremo Tribunal de Justiça, ministro da Marinha e da Guerra e também senador do Império do Brasil de 1860 a 1864.

Foi presidente das províncias do Rio Grande do Norte, de 22 de fevereiro a 4 de setembro de 1832 e de 24 de setembro a 8 de outubro de 1832, e do Maranhão, de 13 de outubro de 1832 a 17 de março de 1834.

Referências

  1. a b c Archivo nobiliarchico brasileiro, p.537, Luiz Antônio Vieira da Silva [wikisource]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Antônio da Rocha Bezerra
Presidente da Província do Rio Grande do Norte
1832
Sucedido por
Manuel Pinto de Castro
Precedido por
Manuel Pinto de Castro
Presidente da Província do Rio Grande do Norte
1832
Sucedido por
Manuel Pinto de Castro
Precedido por
Cândido José de Araújo Viana
Presidente da Província do Maranhão
1832 — 1834
Sucedido por
Manuel Pereira da Cunha
Precedido por
Manuel do Nascimento Castro e Silva
Ministro dos Negócio do Império do Brasil
1835
Sucedido por
Antônio Paulino Limpo de Abreu
Precedido por
João Paulo dos Santos Barreto
Ministro da Marinha do Brasil
1835
Sucedido por
José Pereira Pinto
Precedido por
Antero José Ferreira de Brito
Ministro da Guerra do Brasil
1835
Sucedido por
João Paulo dos Santos Barreto


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.