Carlos Eugênio de Andrade Guimarães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Carlos Eugênio de Andrade Guimarães
Dados pessoais
Nascimento 5 de setembro de 1851 Rio de Janeiro Rio de Janeiro[carece de fontes?]
Morte 16 de novembro de 1920 (69 anos) Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Vida militar
Força Exército
Hierarquia Marechal.gif Marechal
Comandos

O marechal Carlos Eugênio de Andrade Guimarães (Rio de Janeiro, 5 de setembro de 1851 — Rio de Janeiro, 16 de novembro de 1920) foi um militar brasileiro.[1]

Comandou a Escola Militar do Brasil, que se situava na Praia Vermelha e é antecessora da Academia Militar das Agulhas Negras.

Foi chefe do Estado-Maior do Exército, entre 29 de maio e 18 de junho de 1909,[2] durante o governo de Afonso Pena.

Na presidência de Nilo Peçanha, foi ministro da Guerra de 18 de junho a 16 de outubro de 1909.[3]

Foi ministro do Superior Tribunal Militar de 29 de abril de 1908 a 28 de junho de 1919.[4]

Referências

  1. «Comandantes do Exército Brasileiro». Consultado em 24 de janeiro de 2021 
  2. «Ex-Chefes do EME». Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  3. «Comandantes do Exército Brasileiro». Consultado em 24 de janeiro de 2021 
  4. «Ministros do STM desde 1808; Ministro 152» (PDF). Consultado em 25 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Francisco José Teixeira Júnior
AMAM.JPG
Comandante da Escola Militar do Brasil

1900 - 1902
Sucedido por
Bibiano Sérgio Macedo da Fontoura Costallat
Precedido por
João Pedro Xavier da Câmara
EME.png
5º Chefe do Estado-Maior do Exército

1909
Sucedido por
José Bernardino Bormann
Precedido por
Luís Mendes de Morais
Coat of arms of the Brazilian Army.svg
16º Ministro da Guerra (República)

1909
Sucedido por
José Bernardino Bormann