Carlos Afonso de Assis Figueiredo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Afonso
Presidente do Rio de Janeiro
Período de 19 de junho a 15 de novembro de 1889
Antecessor José Bento de Araújo
Sucessor Fonseca e Silva
Dados pessoais
Nascimento 1845
Ouro Preto, MG
Morte 1907 (62 anos)
Rio de Janeiro, DF
Partido Partido Conservador
Profissão advogado

Carlos Afonso de Assis Figueiredo (Ouro Preto, 1845Rio de Janeiro, 1907) foi um político e advogado brasileiro.

Filho de João Antônio Afonso e Maria Madalena de Figueiredo, era irmão do Visconde de Ouro Preto. Bacharelou-se em Direito em São Paulo, em 1867. Foi procurador da fazenda, deputado provincial e geral por Minas Gerais em diversas legislaturas, ministro da Guerra, em 1882, e presidente da província do Rio de Janeiro, nomeado por carta imperial de 15 de junho de 1889, tendo exercido o cargo de 19 de junho a 15 de novembro de 1889.

Fazia parte do Conselho do Imperador, e renunciou ao governo fluminense após a derrubada da monarquia, apesar de ter tentado defender o antigo regime, entregando o cargo de presidente da província a Rufino Furtado de Mendonça, então 5° vice presidente e substituto legal, o que acaba por ocorrer como mera formalidade, haja vista o governo estar, de fato, nas mãos do tenente-coronel Fonseca e Silva, comandante do Corpo Policial, atual Polícia Militar.

Após deixar o governo, Carlos Afonso foi exilado, juntamente com sua família, tendo retornado ao Brasil pouco antes de sua morte e dedicado aqueles anos à cátedra de direto civil na Faculdade Livre de Ouro Preto.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Afonso Augusto Moreira Pena
Ministro da Guerra do Brasil
1882 — 1883
Sucedido por
Antônio Joaquim Rodrigues Júnior
Precedido por
José Bento de Araújo
Presidente da província do Rio de Janeiro
1889
Sucedido por
Fonseca e Silva
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.