Lista de governadores do Rio de Janeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brasão do estado do Rio de Janeiro.svg Governador do Rio de Janeiro
Residência Palácio Laranjeiras
Duração 4 anos com direito a uma reeleição
Criado em 1889
Primeiro titular Fonseca e Silva
Website http://rj.gov.br

Esta é uma lista de governantes do Rio de Janeiro. Incluem-se neste artigo todos os mandatários que governaram o território hoje chamado Estado do Rio de Janeiro, desde os primórdios da colonização portuguesa até a atualidade. Durante o decorrer de sua história, o Rio de Janeiro já foi governado por governadores-gerais, vice-reis, ministros do Império, presidentes de província, presidentes e intendentes, vindo sua atual denominação "governador" com a Constituição Federal de 1946.

O atual governador do Rio de Janeiro é Luiz Fernando Pezão, empossado em 2014, após renúncia de Sérgio Cabral, seu antecessor, [1] e reeleito no mesmo ano para o cargo. Porém, devido a um câncer, Pezão se licenciou do cargo para fazer o tratamento da doença. Devido ao fato, o vice-governador Francisco Dornelles, assumiu o cargo em 28 de março de 2016 e ficou até 31 de outubro de 2016. No dia 08 de fevereiro de 2017, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro chegou ao entendimento para cassar os mandatos da chapa vencedora das eleições de 2014, por diversas irregularidades, e definir que seria realizado novo pleito. No entanto, os atuais Governador e Vice-Governador podem manter os cargos até que estejam esgotados os recursos. [2]

Breve história administrativa[editar | editar código-fonte]

Século XVI[editar | editar código-fonte]

É marcado pelas primeiras tentativas de colonização do território fluminense, com o estabelecimento de povoações em Cabo Frio, Angra dos Reis e na cidade do Rio de Janeiro. Divide-se, ainda, o território entre as Capitanias de São Vicente e São Tomé, e posteriormente na Capitania Real do Rio de Janeiro, que resultaria da incorporação de grande parte de ambas.

Acontece ainda a tentativa do estabelecimento de uma colônia francesa, a França Antártica, nas ilhas do interior da Baía de Guanabara,[3] bem como os primeiros ataques de piratas e corsários a sua costa.[4] Entre 1572 e 1578, e a partir de 1581, a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro é declarada capital do Estado do Brasil.

Século XVII[editar | editar código-fonte]

Nesse século, principalmente depois de 1628, ficou evidente o retrocesso português no Oriente. Com isto, aumentou para Portugal a importância do Brasil, bem como e sua participação na economia do reino, devido à avidez fiscal da metrópole, o que veio atingir o Rio de Janeiro. A partir de 1689, a Capitania passou a ter maior autonomia política e administrativa, com jurisdição total sobre as colônias do Sul. O objetivo estratégico de Portugal no Rio da Prata também foi fundamental para o incremento de seu poder político.

Século XVIII[editar | editar código-fonte]

A descoberta das minas de ouro na região onde atualmente é Minas Gerais fez como que a cidade do Rio de Janeiro passasse a ser a nova capital da colônia do Brasil, com vistas ao aumento do controle na exploração daquele minério e na cobrança de impostos. Para isso estabeleceu-se que a saída do ouro brasileiro em direção a Portugal tão somente se daria pelos portos fluminenses de Paraty e posteriormente da cidade do Rio de Janeiro, através da Estrada Real, que ligava estas duas cidades à região aurífera.

Por volta de 1709, devido a Guerra dos Emboabas, a Capitania do Rio de Janeiro perde a jurisdição sobre a região da antiga Capitania de São Vicente, juntamente com a porção conquistada pelos bandeirantes no interior do país, quando então se dá a criação da Capitania de São Paulo e Minas de Ouro. Em 1763, a cidade do Rio de Janeiro torna-se capital do Vice-Reino do Brasil.

Século XIX[editar | editar código-fonte]

Com a chegada da família real portuguesa ao Brasil em 1808 e seu estabelecimento em terras fluminenses, passa a ser o responsável pela mesma o Ministro do Reino, situação que permanece até a mudança do ordenamento político, jurídico e administrativo do Império pelo Ato Adicional de 1834, quando uma parte da província do Rio de Janeiro foi selecionada para ser o Município Neutro - no caso em questão, a cidade do Rio de Janeiro - e, posteriormente, com a proclamação da República, a mesma área passou a ser o Distrito Federal, ficando a área remanescente para a província, que passa a ser administrada por um presidente, e, após 1889, para o estado, com sua capital na cidade de Niterói. No final do século, a capital foi temporariamente transferida para Petrópolis devido aos distúrbios causados pela Revolta da Armada.

Século XX[editar | editar código-fonte]

Dificuldades econômicas resultantes do fim da escravidão e declínio do poder cafeeiro no estado se refletem, também, na política fluminense, o que leva o estado a ter diversos interventores federais e governadores eleitos direta e indiretamente até 1947, retornando esta prática após a Revolução de 1964, mantendo-se até a volta das eleições gerais diretas para governador, em 1982.

Com a inauguração de Brasília em 1960 e, consequentemente, a transferência da capital do país, foi criado o estado da Guanabara, na área do antigo Distrito Federal.[5] Em 15 de março de 1975, a Guanabara e o Rio de Janeiro passaram a formar um novo estado, definido através do art. 8º e seguintes da Lei complementar número 20, de 1 de julho de 1974, com o nome atual e com capital na cidade do Rio de Janeiro.[6]

Assim, esta lista traz os mandatários da capitania, da província, do atual Estado do Rio de Janeiro.

Governantes do período colonial (1565 — 1808)[editar | editar código-fonte]

Em 1 de março de 1565 a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro foi fundada por Estácio de Sá,[7][8] que desta maneira pode ser considerado como o primeiro governador-geral de todo o território fluminense, no período colonial, quando do estabelecimento da Capitania do Rio de Janeiro.[9]

Governadores-gerais[editar | editar código-fonte]

  governador-geral
  governador-geral interino
  governo provisório
Nome Imagem Início do Mandato Fim do Mandato Observações Referências e notas
1 Estácio de Sá Estácio de Sá (1520 - 1567).jpeg 1° de março de 1565 20 de fevereiro de 1567 Fundador da cidade do Rio de Janeiro [10][11]
[12][13]
2 Mem de Sá Mem de Sa - Manuel Víctor Filho.jpg 20 de fevereiro de 1567 9 de maio de 1569 tio do precedente [14][15]
[16][17]
3 Salvador Correia de Sá
Sin foto.svg
9 de maio de 1569 13 de fevereiro de 1572 primo do precedente [18]
4 Cristóvão de Barros
Sin foto.svg
13 de fevereiro de 1572 11 de junho de 1574 Governador - Geral do Sul [19][20]
5 Antônio Salema
Sin foto.svg
11 de junho de 1574 29 de julho de 1577 Governador - Geral do Sul [21]
6 Salvador Correia de Sá
Sin foto.svg
29 de julho de 1577 17 de março de 1599 [22]
7 Francisco de Mendonça e Vasconcelos
Sin foto.svg
17 de março de 1599 9 de janeiro de 1602 [23]
8 Martim Correia de Sá
Sin foto.svg
9 de janeiro de 1602 17 de março de 1608 [24]
9 Afonso de Albuquerque
Sin foto.svg
17 de março de 1608 15 de fevereiro de 1614 [25]
10 Constantino de Menelau
Sin foto.svg
15 de fevereiro de 1614 20 de março de 1617 [26]
11 Rui Vaz Pinto
Sin foto.svg
20 de março de 1617 20 de janeiro de 1620 [27]
12 Francisco Fajardo
Sin foto.svg
20 de janeiro de 1620 12 de outubro de 1623 [28]
13 Martim Correia de Sá
Sin foto.svg
12 de outubro de 1623 25 de julho de 1632 [29]
14 Rodrigo de Miranda Henriques
Sin foto.svg
25 de julho de 1632 28 de fevereiro de 1637 [30]
15 Salvador Correia de Sá e Benevides Salvador Correia de Sa e Benevides.jpg 28 de fevereiro de 1637 28 de junho de 1642 [31]
Duarte Correia Vasqueanes
Sin foto.svg
28 de junho de 1642 12 de janeiro de 1643 Interino [32][33]
16 Luís Barbalho Bezerra Luís Barbalho Bezerra.jpg 12 de janeiro de 1643 19 de agosto de 1644 [34]
17 Francisco de Souto-Maior
Sin foto.svg
19 de agosto de 1644 9 de dezembro de 1645 [35]
18 Duarte Correia Vasqueanes
Sin foto.svg
9 de dezembro de 1645 31 de maio de 1648 [36]
19 Salvador Correia de Sá e Benevides Salvador Correia de Sa e Benevides.jpg 31 de maio de 1648 20 de agosto de 1648 [37]
Duarte Correia Vasqueanes
Sin foto.svg
20 de agosto de 1648 5 de abril de 1649 Interino [38]
20 Sebastião de Brito Pereira
Sin foto.svg
5 de abril de 1649 11 de outubro de 1651 [39]
Antônio Galvão
Sin foto.svg
11 de outubro de 1651 29 de junho de 1652 Interino [40]
21 D. Luís de Almeida Portugal
1° Conde de Avintes
Sin foto.svg
29 de junho de 1652 24 de agosto de 1657 [41]
22 Tomé Correia de Alvarenga
Sin foto.svg
24 de agosto de 1657 22 de novembro de 1659 [42]
23 Salvador Correia de Sá e Benevides Salvador Correia de Sa e Benevides.jpg 22 de novembro de 1659 13 de março de 1660 [43]
24 Tomé Correia de Alvarenga
Sin foto.svg
13 de março de 1660 10 de dezembro de 1660 [44]
25 Agostinho Barbalho Bezerra
Sin foto.svg
10 de dezembro de 1660 12 de julho de 1661 [45]
26 João Correia de Sá
Sin foto.svg
12 de julho de 1661 19 de maio de 1662 [46]
27 Pedro de Mello
Sin foto.svg
19 de maio de 1662 28 de setembro de 1666 [47]
28 Pedro Mascarenhas de Lencastre
Sin foto.svg
28 de setembro de 1666 18 de junho de 1669 [48]
29 João da Silva e Sousa
Sin foto.svg
18 de junho de 1669 10 de junho de 1674 [49]
30 Matias da Cunha
Sin foto.svg
10 de junho de 1674 3 de abril de 1679 [50]
31 Manuel Lobo
Sin foto.svg
3 de abril de 1679 4 de junho de 1680 [51]
João Tavares Roldon
Sin foto.svg
4 de junho de 1680 4 de dezembro de 1681 Interino [52]
Pedro Gomes
Sin foto.svg
4 de dezembro de 1681 23 de maio de 1682 Interino [53]
32 Duarte Teixeira
Sin foto.svg
23 de maio de 1682 12 de fevereiro de 1686 [54]
33 João Furtado de Mendonça
Sin foto.svg
12 de fevereiro de 1686 31 de março de 1689 [55]
Francisco Napier de Lencastre
Sin foto.svg
31 de março de 1689 5 de outubro de 1690 Interino [56]
34 Luís Cesar de Meneses
Sin foto.svg
5 de outubro de 1690 25 de dezembro de 1693 [57]
35 Antônio Pais de Sande
Sin foto.svg
25 de dezembro de 1693 4 de julho de 1694 [58]
André Cusaco
Sin foto.svg
4 de julho de 1694 5 de outubro de 1695 Interino [59]
36 Sebastião de Castro Caldas
Sin foto.svg
5 de outubro de 1695 26 de março de 1697 [60]
Martim Correia Vasques
Sin foto.svg
26 de março de 1697 13 de julho de 1697 Interino [61]
Francisco de Castro Morais
Sin foto.svg
13 de julho de 1697 14 de fevereiro de 1699 Interino [62]
37 Artur de Sá Meneses
Sin foto.svg
14 de fevereiro de 1699 24 de julho de 1702 [63]
38 D. Álvaro da Silveira e Albuquerque
Sin foto.svg
24 de julho de 1702 25 de abril de 1704 [63]
D. Francisco de São Jerônimo (bispo)
Martim Correia Vasques
Gregório de Castro Morais
Brazil colonial blason.svg 25 de abril de 1704 7 de agosto de 1705 Junta Governativa [64]
39 D. Fernando Mascarenhas
Sin foto.svg
7 de agosto de 1705 2 de junho de 1709 [65]
Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho
Sin foto.svg
2 de junho de 1709 7 de dezembro de 1709 Interino [66]
Gregório de Castro Morais
Sin foto.svg
7 de dezembro de 1709 6 de abril de 1710 Interino [67]
40 Francisco de Castro Morais
Sin foto.svg
6 de abril de 1710 11 de outubro de 1711 [68]
41 Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho
Sin foto.svg
11 de outubro de 1711 17 de junho de 1713 [69]
42 D. Francisco Xavier de Távora
Sin foto.svg
17 de junho de 1713 12 de novembro de 1716 [70]
Manuel Almeida Castelo Branco
Sin foto.svg
12 de novembro de 1716 8 de junho de 1717 Interino [71]
43 Antônio de Brito Freire de Meneses
Sin foto.svg
8 de junho de 1717 5 de maio de 1719 [72]
Manuel Almeida Castelo Branco
Sin foto.svg
5 de maio de 1719 29 de maio de 1719 Interino [73]
44 Aires de Saldanha de Albuquerque
Sin foto.svg
29 de maio de 1719 6 de maio de 1725 [74]
45 Luís Vaía Monteiro
Sin foto.svg
6 de maio de 1725 1° de outubro de 1732 [75]
Manuel de Freitas da Fonseca
Sin foto.svg
1° de outubro de 1732 26 de junho de 1733 Interino [76]
46 Gomes Freire de Andrade
1º Conde de Bobadela
Bobadela.jpg 26 de junho de 1733 27 de junho de 1763 Último Governador antes da
criação do Vice-Reino do Brasil
[77][78]

Após o governo de Gomes Freire de Andrade, findo em 1763 com a sua morte, o Rio de Janeiro transformou-se em capital do Vice-Reino do Brasil, administrado diretamente por um vice-rei.

Vice-reis[editar | editar código-fonte]

Nome Imagem Início do Mandato Fim do Mandato Observações Referências e notas
1 D. Antônio Álvares da Cunha
1º Conde da Cunha
Antônio Álvares da Cunha - Conde da Cunha.jpg 27 de junho de 1763 17 de novembro de 1767 Primeiro Vice-rei [79][80]
2 D. Antônio Rolim de Moura Tavares
1° Conde de Azambuja
Antônio Rolim de Moura Tavares.jpg 17 de novembro de 1767 4 de novembro de 1769 [81][82][83]
3 D. Luís de Almeida Silva Mascarenhas
2° Marquês do Lavradio
5° Conde de Avintes
Luís de Almeida Soares Portugal de Alarcão d'Eça e Melo Silva Mascarenhas.jpg 4 de novembro de 1769 30 de abril de 1778 [84][85]
4 D. Luís de Vasconcelos e Sousa
4° Conde de Figueiró
LuisVasconcelosSousa-LeandroJoaquim-XVIII-MHN.jpg 30 de abril de 1778 9 de maio de 1790 [86][87][88]
5 D. José Luís de Castro
2° Conde de Resende
José Luís de Castro conde de Resende.jpg 9 de maio de 1790 14 de outubro de 1801 [89]
6 D. Fernando José de Portugal e Castro
2° Marquês de Aguiar
Conde de Aguiar
Pes 13656.jpg 14 de outubro de 1801 14 de outubro de 1806 [89]
7 D. Marcos de Noronha e Brito
8° Conde dos Arcos
Marcosdenoronha.jpg 14 de outubro de 1806 22 de janeiro de 1808 Último Vice - Rei antes da
chegada da Família Real Portuguesa

Governantes do período imperial (1822 — 1889)[editar | editar código-fonte]

Após a Independência do Brasil, diferentemente das outras províncias, o Rio de Janeiro continuou ligado diretamente à administração imperial, com o Ministro e Secretário de Estado dos Negócios do Império sendo seu governante. Somente após a edição do Ato Adicional de 1834 é que a província passou a ter presidentes, todos indicados pelo Imperador.

Ministro e Secretário de Estado dos Negócios do Império[editar | editar código-fonte]

Nome Imagem Início do mandato Fim do mandato Referências
Primeiro Reinado (1822-1831)
1 José Bonifácio de Andrada e Silva Jose bonifacio de andrada.jpg 22 de janeiro de 1808 28 de outubro de 1822
2 José Egídio Álvares de Almeida Jose egydio alvares de almeida.jpg 28 de outubro de 1822 30 de outubro de 1822
3 José Bonifácio de Andrada e Silva Jose bonifacio de andrada e silva.jpg 30 de outubro de 1822 17 de julho de 1823
4 José Joaquim Carneiro de Campos
Marquês de Caravelas
Marquês de Caravelas.png 17 de julho de 1823 10 de novembro de 1823
5 Francisco Vilela Barbosa
Marquês de Paranaguá
Francisco Vilela Barbosa.png 10 de novembro de 1823 14 de novembro de 1823
6 Pedro de Araújo Lima
Marquês de Olinda
Pedro de Araujo Lima 1835.jpg 14 de novembro de 1823 17 de novembro de 1823
7 João Severiano Maciel da Costa
Marquês de Queluz
Marquês de Queluz.jpg 17 de novembro de 1823 14 de outubro de 1824
8 Estêvão Ribeiro de Resende
Marquês de Valença
Estevam Ribeiro de Rezende, Marquês de Valença.jpg 14 de outubro de 1824 9 de novembro de 1825
9 Marquês de Barbacena
Marquês de Barbacena
Marquês de Barbacena.jpg 9 de novembro de 1825 21 de novembro de 1825
10 José Feliciano Fernandes Pinheiro
Visconde de São Leopoldo
Visconde de São Leopoldo.jpg 21 de novembro de 1825 20 de janeiro de 1826
11 João Vieira de Carvalho
Marquês de Lajes
João Vieira de Carvalho (1.º barão, conde e marquês de Lajes).jpg 20 de janeiro de 1826 23 de janeiro de 1826
12 José Joaquim Carneiro de Campos
Marquês de Caravelas
Marquês de Caravelas.png 23 de janeiro de 1826 20 de novembro de 1827
13 Pedro de Araújo Lima
Marquês de Olinda
Pedro de araujo lima.jpg 20 de novembro de 1827 15 de junho de 1828
14 José Clemente Pereira Jose Clemente Pereira.jpg 15 de junho de 1828 4 de dezembro de 1829
15 José Joaquim Carneiro de Campos
Marquês de Caravelas
J. J. Carneiro de Campos.jpg 4 de dezembro de 1829 12 de agosto de 1830
16 João Inácio da Cunha
Visconde de Alcântara
Sin foto.svg
12 de agosto de 1830 4 de outubro de 1830
17 José Antônio da Silva Maia José Antônio da Silva Maia.jpg 4 de outubro de 1830 18 de março de 1831
Período regencial (1831-1840)
18 Bernardo José da Gama Bernardo José da Gama.png 18 de março de 1831 5 de abril de 1831
19 Antônio Luís Pereira da Cunha
marquês de Inhambupe
Simplício Rodrigues de Sá - Retrato do Marquês de Inhambupe.jpg 5 de abril de 1831 6 de abril de 1831
20 Bernardo José da Gama Bernardo José da Gama.png 6 de abril de 1831 26 de abril de 1831
21 Manuel José de Sousa França
Sin foto.svg
26 de abril de 1831 16 de julho de 1831
22 José Lino dos Santos Coutinho José Lino dos Santos Coutinho.jpg 16 de julho de 1831 3 de janeiro de 1832
23 Diogo Antônio Feijó Diogo feijo.jpg 3 de janeiro de 1832 3 de agosto de 1832
24 Antônio Francisco de Paula de
Holanda Cavalcanti de Albuquerque

Visconde de Albuquerque
Antônio Francisco de Paula de Holanda Cavalcanti de Albuquerque (visconde de Albuquerque).png 3 de agosto de 1832 13 de setembro de 1832
25 Nicolau Pereira de Campos Vergueiro
Visconde de Vergueiro
Senador Vergueiro.jpg 13 de setembro de 1832 23 de maio de 1833
26 Aureliano de Sousa e Oliveira Coutinho
Visconde de Sepetiba
Aureliano de souza e oliveira coutinho.jpg 23 de maio de 1833 10 de outubro de 1833
27 Antônio Pinto Chichorro da Gama Antonio pinto chichorro da gama.jpg 10 de outubro de 1833 14 de outubro de 1834

Presidente da Província[editar | editar código-fonte]

Nome Imagem Início do mandato Fim do mandato Partido Referências
1 Joaquim José Rodrigues Torres

Visconde de Itaboraí

Joaquim José Rodrigues Torres 2.jpg 14 de outubro de 1834 30 de abril de 1836 Partido Moderado
2 Paulino José Soares de Sousa

Visconde do Uruguai

Paulino José Soares de Sousa.png 30 de abril de 1834 22 de agosto de 1836 Partido Conservador
3 Manuel José de Sousa França
Sin foto.svg
22 de agosto de 1836 1° de dezembro de 1840 Partido Liberal
Segundo Reinado (1840-1889)
4 Honório Hermeto Carneiro Leão
Marquês de Paraná
Marques de parana 00.jpg 1° de dezembro de 1840 2 de março de 1841 Partido Regressista
5 João Caldas Viana
Sin foto.svg
2 de março de 1841 12 de abril de 1843 Partido Conservador
6 Aureliano de Sousa e Oliveira Coutinho Aureliano de souza e oliveira coutinho.jpg 12 de abril de 1843 4 de abril de 1844 Partido Moderado
7 Manuel de Jesus Valdetaro
Manoel de Jesus Valdetaro - Visconde de Valdetaro.png
4 de abril de 1844 7 de junho de 1848 Partido Conservador
8 Felisberto Caldeira Brant Pontes
Felisberto Caldeira Brant Pontes.jpg
7 de junho de 1848 12 de outubro de 1848 Partido Moderado
9 Luís Pedreira do Couto Ferraz BaraoBomRetiro.jpg 12 de outubro de 1848 22 de setembro de 1853 Partido Liberal
10 Luís Antônio Barbosa
Sin foto.svg
22 de setembro de 1853 4 de agosto de 1857 Partido Conservador
11 Antônio Nicolau Tolentino
Sin foto.svg
4 de agosto de 1857 30 de outubro de 1858 Partido Conservador
12 José Maria da Silva Paranhos Visconde do Rio Branco 1879.jpg 30 de outubro de 1858 10 de janeiro de 1859 Partido Conservador
13 João de Almeida Pereira Filho
Sin foto.svg
10 de janeiro de 1859 25 de abril de 1859 Partido Conservador
14 Inácio Francisco Silveira da Mota
Sin foto.svg
25 de abril de 1859 21 de setembro de 1861 Partido Liberal
15 Luís Alves Leite de Oliveira Belo
Sin foto.svg
21 de setembro de 1861 14 de fevereiro de 1863 Partido Conservador
16 Policarpo Lopes de Leão Polycarpo Lopes de Leão.JPG 14 de fevereiro de 1863 3 de maio de 1864 Partido Conservador
17 João Crispiniano Soares
João Crispiniano Soares.png
3 de maio de 1864 3 de novembro de 1864 Partido Conservador
18 Bernardo de Sousa Franco Bernardo de Sousa Franco.jpg 3 de novembro de 1864 7 de dezembro de 1865 Partido Conservador
19 Domiciano Leite Ribeiro Domiciano43.JPG 7 de dezembro de 1865 4 de outubro de 1866 Partido Conservador
20 Esperidião Elói de Barros Pimentel
Sin foto.svg
4 de outubro de 1866 10 de março de 1868 Partido Conservador
21 Américo Brasiliense de Almeida Melo
Americo Braziliense de Almeida Mello.png
10 de março de 1868 30 de julho de 1868 Partido Liberal
22 Benevenuto Augusto Magalhães Taques
Benevenuto Augusto de Magalhães Taques.jpg
30 de julho de 1868 30 de outubro de 1869 Partido Liberal
23 Diogo Teixeira de Macedo
Sin foto.svg
30 de outubro de 1869 1° de junho de 1870 Partido Conservador
24 José Maria Correia de Sá e Benevides
Sin foto.svg
1° de junho de 1870 27 de outubro de 1870 Partido Conservador
25 Teodoro Machado Freire Pereira da Silva
Sin foto.svg
27 de outubro de 1870 15 de abril de 1871 Partido Conservador
26 Josino do Nascimento Silva Josino do Nascimento Silva.png 15 de abril de 1871 10 de outubro de 1872 Partido Conservador
27 Bento Luís de Oliveira Lisboa
Sin foto.svg
10 de outubro de 1872 20 de março de 1873 Partido Conservador
28 Manuel José de Freitas Travassos
Sin foto.svg
20 de março de 1873 26 de novembro de 1874 Partido Conservador
29 Francisco Xavier Pinto de Lima
Francisco Xavier Pinto de Lima.png
26 de novembro de 1874 18 de janeiro de 1878 Partido Liberal
30 Camilo Maria Ferreira Armond Condeprados.jpg 18 de janeiro de 1878 5 de março de 1879 Partido Liberal
31 Américo de Moura Marcondes de Andrade
Sin foto.svg
5 de março de 1879 24 de abril de 1880 Partido Conservador
32 João Marcelino de Sousa Gonzaga
Sin foto.svg
24 de abril de 1880 15 de março de 1881 Partido Conservador
33 Martinho Álvares da Silva Campos Martinho Álvares da Silva Campos.jpg 15 de março de 1881 16 de março de 1882 Partido Liberal
34 Bernardo Avelino Gavião Peixoto
Vienot, Édouard - Retrato do Conselheiro Bernardo A. Gavião Peixoto, Acervo do Museu Paulista da USP.jpg
16 de março de 1882 31 de outubro de 1883 Partido Conservador
35 José Leandro de Godói e Vasconcelos
Sin foto.svg
31 de outubro de 1883 18 de agosto de 1884 Partido Liberal
36 Cesário Alvim
Jose-Cesario-de-Faria-Alvim.jpg
18 de agosto de 1884 26 de agosto de 1886 Partido Liberal
37 Antônio da Costa Pinto e Silva
Antonio da Costa Pinto e Silva.JPG
26 de agosto de 1886 30 de julho de 1886 Partido Liberal
38 Antônio da Rocha Fernandes Leão
Sin foto.svg
30 de julho de 1886 4 de maio de 1888 Partido Conservador
39 José Bento de Araújo
Sin foto.svg
4 de maio de 1888 19 de junho de 1889 Partido Liberal
40 Carlos Afonso de Assis Figueiredo
Sin foto.svg
19 de junho de 1889 15 de novembro de 1889 Partido Conservador

Governantes do período republicano (1889–presente)[editar | editar código-fonte]

Os governantes dos estados brasileiros após a proclamação da república mantiveram o título de "presidentes" até 1930. Foram depois denominados "interventores federais" até 1934. Quando do início do Estado Novo de Getúlio Vargas, em 1937, novos interventores são nomeados até 1947. Após este ano e a promulgação da Constituição de 1946 passaram a ser denominados "governadores", terminologia mantida até a atualidade.

Primeira República (1889–1930)[editar | editar código-fonte]

      Nenhum       Partido Republicano Fluminense       Partido Republicano do Rio de Janeiro       Partido Republicano Conservador Fluminense

Governador
(Nascimento–Falecimento)
Retrato Eleito Início do mandato Fim do mandato Partido político Vice-governador Cargo público anterior
1   Fonseca e Silva
(1848–1906)
Franciscovitor.png [nota 1] 15 de novembro de 1889 16 de novembro de 1889 Nenhum vago Comandante da Guarda Policial da Província do Rio de Janeiro
2   Francisco Portela
(1833–1913)
Décio Villares - Retrato de Francisco Portella.jpg 1891[nota 2] 16 de novembro de 1889 10 de dezembro de 1891[nota 3] Partido Republicano da Província do Rio de Janeiro
(PRPRJ)
  Manuel Torres,
Teófilo Almeida
e Cirilo Fagundes
Deputado provincial do Rio de Janeiro
  Nenhum[nota 4]   Artur Getúlio das Neves
3   José Guimarães
(1838–1903)
José Marques Guimarães.jpg [nota 5] 10 de dezembro de 1891 11 de dezembro de 1891 Nenhum vago Presidente do Paraná
4   Baltasar da Silveira
(1843–1913)
Carlos baltazar.jpg [nota 6] 11 de dezembro de 1891 3 de maio de 1892 Nenhum   Leopoldo Teixeira Leite Chefe do Estado-Maior da Armada do Brasil
  Miguel de Carvalho
5   José Porciúncula
(1854–1901)
Jose porciuncula.jpg 1892 3 de maio de 1892 31 de dezembro de 1894 Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Manuel Torres
[nota 7]
Presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro
6   Maurício de Abreu
(1852–1913)
Joaquim de abreu.jpg 1894 31 de dezembro de 1894 31 de dezembro de 1897 Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Bento Pereira
[nota 8]
1º Vice-presidente do Rio de Janeiro
7   Alberto Torres
(1865–1917)
Alberto torres.jpg 1897 31 de dezembro de 1897 31 de dezembro de 1900 Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Francisco de Souza Mota
[nota 9]
Ministro da Justiça e Negócios Interiores do Brasil
  Partido Republicano do Rio de Janeiro
(PRRJ)
 
8   Quintino Bocaiuva
(1836–1912)
Quintino bocayuva.jpg 1900 31 de dezembro de 1900 31 de dezembro de 1903 Nenhum   Rangel Pestana
[nota 10]
Senador pelo Rio de Janeiro
9   Nilo Peçanha
(1867–1924)
Nilo Peçanha 02.jpg 1903 31 de dezembro de 1903 1 de novembro de 1906[nota 11] Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Oliveira Botelho
[nota 12]
Senador pelo Rio de Janeiro
10   Oliveira Botelho
(1868–1943)
Oliveira Botelho.png 1903 1 de novembro de 1906 31 de dezembro de 1906 Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  José Oliveira
[nota 12]
Vice-presidente do Rio de Janeiro
11   Alfredo Backer
(1851–1937)
Alfredo Backer senador.jpg 1906 31 de dezembro de 1906 30 de dezembro de 1910 Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Luiz da Silva Castro
[nota 13]
Deputado federal pelo Rio de Janeiro
  Nenhum  
12   Oliveira Botelho
(1868–1943)
Oliveira Botelho.png 1910 31 de dezembro de 1910 31 de dezembro de 1914 Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  João Antonio de Oliveira Guimarães
[nota 14]
Deputado federal pelo Rio de Janeiro
  Partido Republicano Conservador Fluminense
(PRCF)
 
13   Nilo Peçanha
(1867–1924)
Nilo Peçanha 02.jpg 1914 31 de dezembro de 1914 7 de maio de 1917[nota 15] Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Francisco Guimarães
[nota 16]
Senador pelo Rio de Janeiro
14   Francisco Guimarães
(?–1917)
Sin foto.svg 1914 7 de maio de 1917 19 de junho de 1917[nota 17] Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Agnelo Geraque Collet
[nota 16]
1º Vice-presidente do Rio de Janeiro
15   Agnelo Collet
(1862–1929)
Sin foto.svg 1914 19 de junho de 1917 31 de dezembro de 1918 Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Antonio Leite Pinto
[nota 16]
2º Vice-presidente do Rio de Janeiro
16   Raul Veiga
(1878–1947)
Raul Veiga.png 1918 31 de dezembro de 1918 31 de dezembro de 1922 Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Domingos Almeida
[nota 18]
Deputado federal pelo Rio de Janeiro
17   Raul Fernandes
(1877–1968)
Raul Fernandes, Ministro das Relações Exteriores.tif 1922 31 de dezembro de 1922[nota 19] 11 de janeiro de 1923[nota 20] Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Artur Costa Deputado federal pelo Rio de Janeiro
18   Aurelino Leal
(1877–1924)
Aurelino leal.jpg [nota 20] 11 de janeiro de 1923 23 de dezembro de 1923 Nenhum vago Ministro do Tribunal de Contas da União
19   Feliciano Sodré
(1881–1945)
Feliciano sodre.jpg 1923 23 de dezembro de 1923 22 de dezembro de 1927 Partido Republicano Conservador Fluminense
(PRCF)
  Paulino de Souza Júnior Prefeito de Niterói
João Werneck
20   Manuel Duarte
(1877–1944)
Manuel Duarte.png 1927 23 de dezembro de 1927 24 de outubro de 1930[nota 21] Partido Republicano Fluminense
(PRF)
  Eduardo Portela[nota 22] Senador pelo Rio de Janeiro
Humberto Pentagna

Segunda República (1930–1937)[editar | editar código-fonte]

      Nenhum       Partido Popular Radical

Governador
(Nascimento–Falecimento)
Retrato Eleito Início do mandato Fim do mandato Partido político Vice-governador Cargo público anterior
21   Demócrito Barbosa
(1880–1961)
Sin foto.svg [nota 23] 24 de outubro de 1930 27 de outubro de 1930 Nenhum vago
22   Plínio Casado
(1870–1964)
Plínio Casado.png [nota 24] 28 de outubro de 1930 29 de maio de 1931[nota 25] Nenhum vago Deputado federal pelo Rio de Janeiro
23   Mena Barreto
(1874–1933)
João de Deus Menna Barreto, General, 1931.tif [nota 26] 30 de maio de 1931 4 de novembro de 1931[nota 27] Nenhum vago General de brigada do Exército Brasileiro
24   Pantaleão Pessoa
(1885–1980)
Sin foto.svg [nota 28] 5 de novembro de 1931 14 de dezembro de 1931 Nenhum vago Secretário-geral da interventoria do estado do Rio de Janeiro
25   Ari Parreiras
(1890–1945)
Ari Parreiras.png [nota 26] 16 de dezembro de 1931 7 de novembro de 1935 Nenhum vago Oficial-de-gabinete do Ministro da Marinha
26   Newton Cavalcanti
(1885–1965)
Sin foto.svg [nota 26] 7 de novembro de 1935 12 de novembro de 1935 Nenhum vago General de brigada do Exército Brasileiro
27   Protógenes Guimarães
(1876–1938)
Protógenes Pereira Guimarães.jpg 1935 12 de novembro de 1935 10 de novembro de 1937 Partido Popular Radical
(PPR)
vago Ministro da Marinha do Brasil
28   Heitor Collet
(1898–1974)
Sin foto.svg [nota 29] 23 de março de 1937 15 de julho de 1937 Partido Popular Radical
(PPR)
vago Deputado estadual do Rio de Janeiro
10 de novembro de 1937 11 de novembro de 1937

Terceira República (1937–1945)[editar | editar código-fonte]

      Nenhum

Governador
(Nascimento–Falecimento)
Retrato Eleito Início do mandato Fim do mandato Partido político Vice-governador Cargo público anterior
29   Amaral Peixoto
(1905–1989)
Amaral Peixoto Deputado Federal.jpg [nota 26] 11 de novembro de 1937 29 de outubro de 1945 Nenhum vago Ajudante de ordens da Presidência da República

Quarta República (1945–1964)[editar | editar código-fonte]

      Partido Social Democrático       Nenhum       Partido Social Trabalhista       Partido Trabalhista Brasileiro       Partido Libertador

Governador
(Nascimento–Falecimento)
Retrato Eleito Início do mandato Fim do mandato Partido político Vice-governador Cargo público anterior
30   Alfredo Neves
(1887–1975)
Sin foto.svg 29 de outubro de 1945 6 de novembro de 1945 Partido Social Democrático
(PSD)
vago Presidente do Conselho Administrativo do Rio de Janeiro
31   Abel Magalhães
(1881–1969)
Sin foto.svg [nota 30] 6 de novembro de 1945 10 de fevereiro de 1946 Nenhum vago Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro
32   Lúcio Meira
(1907–1991)
Comandante Lucio Meira.tif [nota 31] 11 de fevereiro de 1946 23 de setembro de 1946 Nenhum vago Capitão de corveta da Marinha do Brasil
33   Hugo Silva
(1900–?)
Sin foto.svg [nota 31] 11 de fevereiro de 1946 23 de setembro de 1946 Nenhum vago Comandante do 1º Batalhão de Caçadores, sediado em Petrópolis
34   Francisco Santos
(1898–1977)
Sin foto.svg [nota 31] 6 de fevereiro de 1947 8 de fevereiro de 1947 Nenhum vago Secretário do Interior e Justiça do Rio de Janeiro
35   Álvaro Rocha
(1874–1964)
Sin foto.svg [nota 31] 8 de fevereiro de 1947 27 de fevereiro de 1947 Nenhum vago Membro do conselho administrativo da Caixa Econômica Federal
36   Macedo Soares
(1901–1989)
Edmundo de Macedo Soares e Silva, Ministro da Indústria e Comércio..tif 1947 24 de fevereiro de 1947 30 de janeiro de 1951 Partido Social Democrático
(PSD)
João Guimarães Ministério da Viação e Obras Públicas
37   Amaral Peixoto
(1905–1989)
Amaral Peixoto Deputado Federal.jpg 1950 30 de janeiro de 1951 31 de janeiro de 1955 Partido Social Democrático
(PSD)
Tarcísio Miranda Deputado federal pelo Rio de Janeiro
38   Miguel Couto Filho
(1900–1969)
Miguel Couto Filho.jpg 1954 31 de janeiro de 1955 2 de julho de 1958[nota 32] Partido Social Democrático
(PSD)
Roberto Silveira Deputado federal pelo Rio de Janeiro
39   Togo Barros
(1914–2007)
Togo de Barros.png 3 de julho de 1958 30 de janeiro de 1959 Partido Social Democrático
(PSD)
Deputado estadual pelo Rio de Janeiro
40   Osmar Serpa de Carvalho
(?–?)
Sin foto.svg 30 de janeiro de 1959 31 de janeiro de 1959 Partido Social Democrático
(PSD)
Deputado estadual pelo Rio de Janeiro
41   Roberto Silveira
(1923–1961)
Roberto Teixeira da Silveira, governador eleito do estado do Rio de Janeiro.tif 1958 31 de janeiro de 1959 28 de fevereiro de 1961[nota 33] Partido Trabalhista Brasileiro
(PTB)
Celso Peçanha Vice-governador do Rio de Janeiro
42   Celso Peçanha
(1916–2016)
Celso Peçanha, Vice-governador do Estado do Rio de Janeiro..tif 1958 28 de fevereiro de 1961 7 de julho de 1962[nota 34] Partido Social Democrático
(PSD)
vago Vice-governador do Rio de Janeiro
43   José Janotti
(1916–1980)
Sin foto.svg 7 de julho de 1962 18 de janeiro de 1963[nota 35] Partido Social Democrático
(PSD)
vago Deputado estadual pelo Rio de Janeiro
44   Luís Miguel Pinaud
(1897–1973)
Sin foto.svg 18 de janeiro de 1963 31 de janeiro de 1963 Nenhum vago Presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
45   Badger da Silveira
(1916–1999)
Badger da Silveira Original.png 1962 31 de janeiro de 1963 1 de maio de 1964[nota 36] Partido Trabalhista Brasileiro
(PTB)
João Batista da Costa Ministro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro

Quinta República (1964–1985)[editar | editar código-fonte]

      Partido Trabalhista Brasileiro       União Democrática Nacional       Aliança Renovadora Nacional       Movimento Democrático Brasileiro

Governador
(Nascimento–Falecimento)
Retrato Eleito Início do mandato Fim do mandato Partido político Vice-governador Cargo público anterior
46   Cordolino Ambrósio
(1904–1979)
Sin foto.svg [nota 37] 1 de maio de 1964 4 de maio de 1964 Partido Trabalhista Brasileiro
(PTB)
vago Presidente da Assembleia Legislativa
47   Paulo Torres
(1903–2000)
Paulo Francisco Torres, Senador pelo Rio de Janeiro..tif [nota 38] 4 de maio de 1964 12 de agosto de 1966[nota 39] Nenhum   Simão Mansur[nota 40] Governador do Território Federal do Acre
  Aliança Renovadora Nacional
(ARENA)
Teotônio Araújo
48   Teotônio Araújo
(1918–1978)
Sin foto.svg 12 de agosto de 1966 31 de janeiro 1967 Aliança Renovadora Nacional
(ARENA)
vago Vice-governador do Rio de Janeiro
49   Geremias Fontes
(1930–2010)
Geremias de Mattos Fontes, governador do Estado do Rio de Janeiro..tif 1966 31 de janeiro 1967 31 de março de 1971 Aliança Renovadora Nacional
(ARENA)
Heli Ribeiro Gomes Deputado federal pelo Rio de Janeiro
50   Raimundo Padilha
(1899–1988)
Raymundo Delmiriano Padilha.jpg 1970 31 de março de 1971 15 de março de 1975 Aliança Renovadora Nacional
(ARENA)
Teotônio Araújo Deputado federal pelo Rio de Janeiro
51   Faria Lima
(1917–2011)
Floriano Peixoto Faria Lima, Governador do Rio de Janeiro..tif 1974 15 de março de 1975 15 de março de 1979 Aliança Renovadora Nacional
(ARENA)
vago Presidente da Petrobras
52   Chagas Freitas
(1914–1991)
Antônio de Pádua Chagas Freitas Deputado Federal.jpg 1978 15 de março de 1979 15 de março de 1983 Movimento Democrático Brasileiro
(MDB)

[nota 41]
Hamilton Xavier Governador da Guanabara

Sexta República (1985–presente)[editar | editar código-fonte]

Partidos
      Partido Democrático Trabalhista       Partido do Movimento Democrático Brasileiro       Partido da Social Democracia Brasileira       Partido Socialista Brasileiro       Partido dos Trabalhadores
      Partido Progressista

Governador
(Nascimento–Falecimento)
Retrato Eleito Início do mandato Fim do mandato Partido político Vice-governador Cargo público anterior
53   Leonel Brizola
(1922–2004)
Brizola.jpg 1982 15 de março de 1983 15 de março de 1987 Partido Democrático Trabalhista
(PDT)
Darcy Ribeiro Deputado federal pela Guanabara
54   Moreira Franco
(1944–)
Moreira franco.jpg 1986 15 de março de 1987 15 de março de 1991 Partido do Movimento Democrático Brasileiro
(PMDB)
Francisco Amaral Prefeito de Niterói
55   Leonel Brizola
(1922–2004)
Brizola.jpg 1990 15 de março de 1991 2 de abril de 1994[nota 42] Partido Democrático Trabalhista
(PDT)
Nilo Batista Governador do Rio de Janeiro
56   Nilo Batista
(1944–)
Professor Nilo Batista (cortada).png 1990 2 de abril de 1994 1 de janeiro de 1995 Partido Democrático Trabalhista
(PDT)
vago Vice-governador do Rio de Janeiro
57   Marcello Alencar
(1925–2014)
Marcello Alencar (cropped).jpg 1994 1 de janeiro de 1995 1 de janeiro de 1999 Partido da Social Democracia Brasileira
(PSDB)
Luiz Paulo Prefeito do Rio de Janeiro
58   Anthony Garotinho
(1960–)
Deputado Anthony Garotinho em 2011.jpg 1998 1 de janeiro de 1999 6 de abril de 2002[nota 43] Partido Democrático Trabalhista
(PDT)
Benedita da Silva Prefeito de Campos dos Goytacazes
Partido Socialista Brasileiro
(PSB)
59   Benedita da Silva
(1942–)
Benedita da Silva em novembro de 2015.jpg 1998 6 de abril de 2002 1 de janeiro de 2003 Partido dos Trabalhadores
(PT)
vago Vice-governadora do Rio de Janeiro
60   Rosinha Garotinho
(1963–)
Rosinha Garotinho.jpg 2002 1 de janeiro de 2003 1 de janeiro de 2007 Partido Socialista Brasileiro
(PSB)
Luiz Paulo Conde Secretária de Ação Social e Cidadania do Rio de Janeiro
Partido do Movimento Democrático Brasileiro
(PMDB)
61   Sérgio Cabral Filho
(1963–)
Sergiocabral2006.jpg 2006
2010
1 de janeiro de 2007 3 de abril de 2014[nota 44] Partido do Movimento Democrático Brasileiro
(PMDB)
Luiz Fernando Pezão Senador pelo Rio de Janeiro
62   Luiz Fernando Pezão
(1955–)
Perfil pezão - 10 de março.jpg 2010
2014
4 de abril de 2014 em exercício[nota 45] Partido do Movimento Democrático Brasileiro
(PMDB)
vago Vice-governador do Rio de Janeiro
Francisco Dornelles

Governador eleito[editar | editar código-fonte]

Partidos
      Partido Social Cristão

Governador
(Nascimento–Falecimento)
Retrato Eleito Início do mandato Partido político Vice-governador Cargo público anterior Local de nascimento
63   Wilson Witzel
(1968–)
Wilson Witzel.jpg 2018 Previsão de posse em 1 de janeiro de 2019 Partido Social Cristão
(PSC)
  Cláudio Castro Juiz titular da 6ª Vara Federal Cível Jundiaí, São Paulo

Notas

  1. Assumiu o governo do estado interinamente por 1 dia, após a Proclamação da República.[90]
  2. Nomeado presidente do estado por decreto do presidente Deodoro da Fonseca. Eleito pela 1ª Assembleia Constituinte Estadual em maio de 1891.[90]
  3. Renunciou após a renúncia de Deodoro da Fonseca da presidência do Brasil.[91]
  4. Foi excluído do partido pelo diretório estadual em 15 de abril de 1890.[92]
  5. Assumiu o governo do estado interinamente por 1 dia, até a posse de Baltasar da Silveira.[90]
  6. Assumiu o governo do estado provisoriamente por convite presidencial até eleição da 2ª Assembleia Constituinte Estadual.[90]
  7. Manuel Torres era o 1º vice-presidente, Maurício de Abreu era o 2º vice-presidente e Barão de Miracema era o 3º vice-presidente.[90]
  8. Bento Pereira era o 1º vice-presidente, Joaquim Marinho era o 2º vice-presidente e Hermogênio Silva era o 3º vice-presidente.[90]
  9. Francisco de Souza Mota era o 1º vice-presidente, Pedro Augusto Tavares Júnior era o 2º vice-presidente e Sílvio dos Santos Paiva era o 3º vice-presidente.[90]
  10. Rangel Pestana era o 1º vice-presidente, Antonio Augusto Pereira Lima era o 2º vice-presidente e Antonino Fialho era o 3º vice-presidente.[90]
  11. Renunciou para concorrer à vice-presidência do Brasil.[90]
  12. a b Oliveira Botelho era o 1º vice-presidente, José Caetano Alves de Oliveira era o 2º vice-presidente e Francisco Marcondes Machado era o 3º vice-presidente.[90]
  13. Luiz da Silva Castro era o 1º vice-presidente, Benedito Gonçalves Pereira Nunes era o 2º vice-presidente e Carlos José de Araújo Pinheiro era o 3º vice-presidente.[90]
  14. João Antonio de Oliveira Guimarães era o 1º vice-presidente, Antonio Ribeiro Velho de Avelar era o 2º vice-presidente e Alfredo Lopes Martins era o 3º vice-presidente.[90]
  15. Renunciou à presidência do estado para assumir o Ministério das Relações Exteriores.[92]
  16. a b c Francisco Guimarães era o 1º vice-presidente, Agnelo Geraque Collet era o 2º vice-presidente e Antonio Leite Pinto era o 3º vice-presidente.[90]
  17. Faleceu no exercício da presidência do estado.[90]
  18. Domingos Almeida era o 1º vice-presidente, Mário de Azevedo Quintanilha era o 2º vice-presidente e César Nascentes Tinoco era o 3º vice-presidente.[90]
  19. As eleições estaduais de julho de 1922 tiveram como resultado a vitória de Raul Fernandes, candidato apoiado pelo partido governista, com 33 000 votos contra 16 200 de seu adversário Feliciano Sodré. Em dezembro de 1922, nas eleições legislativas estaduais, a Assembleia ficou dividida; enquanto alguns parlamentares proclamaram Fernandes como presidente do estado, outros proclamaram Sodré. Por força de habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal, Raul Fernandes tomou posse em 31 de dezembro de 1922.[93][92]
  20. a b Por força de decreto presidencial de Artur Bernardes, Raul Fernandes foi destituído do cargo e Aurelino Leal foi nomeado interventor do estado, que convocou novas eleições para o mesmo ano.[92][90]
  21. Apoiador do presidente Washington Luís, deposto pela Revolução de 1930, foi destituído pelo tenente-coronel Demócrito Barbosa.[94]
  22. Morreu no cargo.[90]
  23. Nomeado interventor federal pela Junta Governativa Provisória de 1930 até a posse de Getúlio Vargas na presidência do Brasil.[90]
  24. Empossado interventor provisório 29 de outubro de 1930 e confirmado nomeado interventor federal pelo presidente Getúlio Vargas em 14 de novembro do mesmo ano.[90]
  25. Renunciou para assumir uma vaga como ministro do Supremo Tribunal Federal.[90]
  26. a b c d Nomeado interventor federal pelo presidente Getúlio Vargas.
  27. Renunciou para assumir uma vaga como ministro do Superior Tribunal Militar.[90]
  28. Tomou posse como interventor em substituição a Mena Barreto, na qualidade de Secretário-geral da interventoria do estado.
  29. Assumiu o governo do estado na qualidade de presidente da Assembleia Legislativa, substituindo o governador Protógenes Guimarães quando este era afastado por motivos de licença.
  30. Nomeado interventor federal pelo presidente José Linhares.
  31. a b c d Nomeado interventor federal pelo presidente Eurico Gaspar Dutra.
  32. Miguel Couto Filho renunciou para se candidatar ao Senado Federal.
  33. Roberto Silveira morreu no exercício do mandato.
  34. Celso Peçanha renunciou para se candidatar ao Senado Federal.
  35. José Janotti renunciou para assumir o cargo de ministro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro.
  36. Badger da Silveira e João Batista da Costa sofreram impeachment do cargo, votado pela Assembleia Legislativa.[95][96]
  37. Cordolino Ambrósio assumiu o governo do estado provisoriamente na qualidade de presidente da Assembleia Legislativa, dado o impeachment dos então governador e vice-governador do estado.[96]
  38. Paulo Torres e Simão Mansur foram eleitos indiretamente para o cargo de governador e vice-governador, respectivamente, pela Assembleia Legislativa.[97][98]
  39. Renunciou para se candidatar ao Senado.
  40. Simão Mansur teve os direitos políticos cassados em 13 de junho de 1964, deixando o cargo de vice-governador.[99]
  41. Brizola renunciou para se candidatar à Presidência da República.[101][102]
  42. Garotinho renunciou para se candidatar à Presidência da República.[103]
  43. Cabral renunciou ao mandato de governador.[104]
  44. No dia 16 de fevereiro de 2018, foi decretada intervenção federal no estado pelo presidente Michel Temer, passando a responsabilidade sobre a área de segurança do estado do governador Pezão ao interventor Walter Souza Braga Netto.[105]

Referências

  1. «G1». Pezão assume lugar de Sérgio Cabral no Governo do RJ nesta sexta-feira. Consultado em 2 de abril de 2014. 
  2. «TRE-RJ cassa mandato da chapa do governador do RJ, Luiz Fernando Pezão». G1 
  3. «Cópia arquivada». Consultado em 11 de dezembro de 2014.. Arquivado do original em 16 de outubro de 2014 
  4. http://www.coladaweb.com/historia-do-brasil/invasoes-estrangeiras-no-brasil
  5. «Cópia arquivada». Consultado em 11 de dezembro de 2014.. Arquivado do original em 1 de dezembro de 2012 
  6. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/Lcp20.htm
  7. http://educacao.uol.com.br/datas-comemorativas/ult1688u18.jhtm
  8. http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=datacomemorativa&id=66
  9. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-90742008000100006#top34
  10. «Estácio de Sá». UOL Educação. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  11. «Estácio de Sá Militar português». e-biografias. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  12. Prof. Carlos Fernandes. «Estácio de Sá». Só Biografias. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  13. «Estácio de Sá». Só história. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  14. Fernando Rebouças. «Mem de Sá». História Brasileira. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  15. «Mem de Sá». UOL Educação. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  16. «Mem de Sá Governador Geral do Brasil». e-biografias. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  17. «Mem de Sá Governador Geral do Brasil». Catolicismo. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  18. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Salvador Correia de Sá (1ª vez)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 10 de dezembro de 2014. 
  19. «Cristóvão de Barros – Terceiro Capitão Mor do Rio – Nossa História». Câmara Municipal de Magé. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  20. «Cristóvão de Barros – Terceiro Capitão do Rio». O Rio no Final do Século XVI. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  21. Rita Domingues. «SALEMA, António». Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  22. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Salvador Correia de Sá (2ª vez)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 10 de dezembro de 2014. 
  23. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Francisco de Mendonça e Vasconcelos» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 10 de dezembro de 2014. 
  24. «Sá (Martim Correia de).». Portugal Dicionário Histórico. Consultado em 10 de dezembro de 2014. 
  25. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Afonso de Albuquerque» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 11 de dezembro de 2014. 
  26. «1614 – 1618: Constantino de Menelau». Identidades do Rio. Consultado em 11 de dezembro de 2014. 
  27. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Rui Vaz Pinto» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 11 de dezembro de 2014. 
  28. «1620 – 1623: Francisco Fajardo». Identidades do Rio. Consultado em 11 de dezembro de 2014. 
  29. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Martim de Sá (2ªvez)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 11 de dezembro de 2014. 
  30. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Rodrigo de Miranda Henriques» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 11 de dezembro de 2014. 
  31. Marcíllio André. «O Século XVIISalvador Correa de Sá e Benavides». www.marcillio.com/rio/. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  32. «1632: Duarte Correia Vasqueanes». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  33. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Duarte Correia Vasqueanes (interino)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  34. «Luís Barbalho Bezerra». WikiTree. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  35. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Francisco de Souto-Maior» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  36. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Duarte Correia Vasqueanes (2ªvez)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  37. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Salvador Correia de Sá e Benevides (2ªvez)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  38. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Duarte Correia Vasqueanes (interino)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  39. «1649 - 1651: Sebastião de Brito Pereira». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  40. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Antônio Galvão (interino)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  41. «1652 – 1657: D. Luís de Almeida Portugal (Segundo Governo)». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  42. «1657 – 1660: Tomé Correia de Alvarenga». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  43. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Salvador Correia de Sá e Benevides (3ªvez)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  44. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Tomé Correia de Alvarenga» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  45. «1661 – 1662: Agostinho Barbalho Bezerra». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  46. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): João Correia de Sá» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  47. «1662 – 1666: Pedro de Mello». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  48. «1666 – 1669: Pedro Mascarenhas de Lencastre». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  49. «1669 – 1674: João da Silva e Sousa». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  50. «1675 – 1679: Matias da Cunha». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  51. «1679 – 1680: Manuel Lobo». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  52. «1680 – 1681: João Tavares Roldon». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  53. «1680 – 1681: Pedro Gomes». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  54. «1682 – 1686: Duarte Teixeira». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  55. «1686 – 1689: João Furtado de Mendonça». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  56. «1689 – 1690: Francisco Napier de Lencastre». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  57. «1690 – 1693: Luís Cesar de Meneses». Identidades do Rio. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  58. «1693 – 1694: Antônio Pais de Sande». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  59. «1694 – 1695: André Cusaco». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  60. «1695 – 1697: Sebastião de Castro Caldas». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  61. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Martim Correia Vasques (interino)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  62. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Francisco de Castro Morais (interino)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  63. a b «1697 – 1702: Artur de Sá Meneses». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  64. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): (junta governativa interina)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  65. «1705 – 1709: D. Fernando Mascarenhas». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  66. «1709: Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  67. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Gregório de Castro Morais (interino)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  68. «1710 - 1711: Francisco de Castro Morais». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  69. «1711 - 1713: Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho (segundo governo)». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  70. «1713 - 1716: Francisco Xavier de Távora». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  71. «1716: Manuel Almeida Castelo Branco». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  72. «1719 - 1725: Antônio de Brito Freire de Meneses». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  73. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Manuel de Almeida Castelo Branco (interino - 2ªvez)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014. 
  74. «1719 - 1725: Aires de Saldanha e Albuquerque Coutinho Matos e Noronha». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  75. «1725 - 1732: Luís Vaía Monteiro». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  76. «1732 - 1733: Manuel de Freitas da Fonseca». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  77. «1732 - 1763: Gomes Freire de Andrade (Conde de Bobadela)». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  78. «Gomes Freire de Andrade Bobadela Militar e fidalgo português». e-biografias. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  79. «O Fundador». Marinha do Brasil. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  80. «1763 – 1767: D. Antônio Álvares da Cunha (Conde da Cunha)». Identidades do Rio. Consultado em 7 de dezembro de 2014. 
  81. «Quem foi Rolim de Moura?». Supermercados Trento. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  82. «1767 – 1769: D. Antônio Rolim de Moura Tavares (Conde Azambuja )». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  83. «O fantástico Rolim de Moura». Gente de Opinião. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  84. «1779 – 1790: D. Luís de Almeida Portugal Soares D'Eça Alarcão de Melo e Silva Mascarenhas (Marquês de Lavradio)». www.pensario.uff.br. Consultado em 20 de dezembro de 2014. 
  85. «Vice-reis do Brasil: D. Luís de Almeida Portugal Soares d' Eça Alarcão de Melo e SilvaMascarenhas - Marquês de Lavradio» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 20 de dezembro de 2014. 
  86. «d.Luís de Vasconcelos». www.passeiopublico.com. Consultado em 20 de dezembro de 2014. 
  87. «Vasconcelos e Sousa (Luís de).». www.arqnet.pt. Consultado em 20 de dezembro de 2014. 
  88. «1779 – 1790: D. Luís de Vasconcelos e Souza» (PDF). www.pensario.uff.br. Consultado em 20 de dezembro de 2014. 
  89. a b «1790 – 1801: D. José Luís de Castro (Conde de Resende)». www.pensario.uff.br. Consultado em 20 de dezembro de 2014.. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  90. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u Barata, Carlos Eduardo de Almeida. «Governadores do Estado do Rio de Janeiro (1889 a 1975) – Subsídios biográfico-genealógicos» (PDF). Colégio Brasileiro de Genealogia. Consultado em 24 de outubro de 2018. 
  91. Francisco de Vasconcellos. «Edwiges de Queiroz, oitenta anos depois - Parte 1». Instituto Histórico de Petrópolis. Consultado em 17 de outubro de 2018. 
  92. a b c d «Partido Republicano Fluminense» (PDF). Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 24 de outubro de 2018. 
  93. «Raul Fernandes» (PDF). Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 17 de outubro de 2018. 
  94. «Manuel Duarte» (PDF). Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 17 de outubro de 2018. 
  95. «Badger Teixeira da Silveira». Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 6 de outubro de 2018. 
  96. a b Carmo, Andressa Cristina de Miranda do (2 de outubro de 2017). «Maio de 1964: impeachment e cassação do governador fluminense Badger da Silveira» (PDF). Rio de Janeiro: Anais da XII Jornada de Estudos Históricos Professor Manoel Salgado PPGHIS/UFRJ. Consultado em 6 de outubro de 2018. 
  97. «Paulo Francisco Torres». Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 6 de outubro de 2018. 
  98. «Tudo pronto para a posse do General». Jornal do Brasil: 4. 6 de maio de 1964. Consultado em 6 de outubro de 2018. 
  99. «Decreto de 13 de junho de 1964». Diário Oficial da União. 13 de junho de 1964. Consultado em 6 de outubro de 2018. 
  100. «Partido Popular, PP». Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 6 de outubro de 2018. 
  101. «Leonel Brizola». Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 6 de outubro de 2018. 
  102. Fraga, Plínio (22 de fevereiro de 1994). «Brizola se prepara para deixar o governo do Rio no dia 2 de abril». Folha de S.Paulo. Consultado em 20 de outubro de 2018. 
  103. Grabois, Ana Paula (5 de abril de 2002). «Garotinho oficializa renúncia e diz estar preparado para campanha». Folha de S.Paulo. Consultado em 6 de outubro de 2018. 
  104. Torres, Lívia (3 de abril de 2014). «Carta com renúncia de Sérgio Cabral é lida em solenidade na Alerj». G1. Consultado em 6 de outubro de 2018. 
  105. Mazui, Guilherme; Caram, Bernardo; Castilhos, Roniara (16 de fevereiro de 2018). «Temer assina decreto de intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro». G1. Consultado em 29 de outubro de 2018. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

Referências