José Antônio da Silva Maia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
José Antônio da Silva Maia
Nascimento 6 de outubro de 1789
Porto
Morte 3 de outubro de 1853 (63 anos)
Rio de Janeiro

José Antônio da Silva Maia (Porto, 6 de outubro de 1789Rio de Janeiro, 3 de outubro de 1853) foi um magistrado e político luso-brasileiro.

Graduado pela Faculdade de Direito de Coimbra. Senador pela Província de Goiás; pertenceu ao Conselho do Imperador; Conselheiro de Estado Ordinário; Membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

Serviu na magistratura em vários cargos, começando pelo de Juiz de Fora de Sabará, até o de Desembargador Procurador da Coroa, Soberania e Fazenda Nacional da Relação da Corte. Desempenhou o cargo de Inspetor da Casa de Fundição do Rio das Velhas, tendo sido Ministro do Império nos dois reinados. No Gabinete da Regência de Araújo Lima, exerceu interinamente a pasta da Justiça e, em caráter efetivo, o cargo de Ministro da Fazenda. Com o fortalecimento dos conservadores em 1843, assumiu novamente a pasta do Império por um ano.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
João Inácio da Cunha
Ministro dos Negócios do Império do Brasil
e
Administrador do Rio de Janeiro

1830 — 1831
Sucedido por
Bernardo José da Gama
Precedido por
Manuel Alves Branco
Ministro da Fazenda do Brasil
1840
Sucedido por
Martim Francisco Ribeiro de Andrada
Precedido por
Francisco Ramiro de Assis Coelho
Ministro da Justiça do Brasil
1840
Sucedido por
Paulino José Soares de Sousa
Precedido por
Cândido José de Araújo Viana
Ministro dos Negócios do Império do Brasil
1843 — 1844
Sucedido por
José Carlos Pereira de Almeida Torres


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.