José Bento da Cunha Figueiredo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

José Bento da Cunha Figueiredo, Visconde do Bom Conselho (Barra do Rio São Francisco, 22 de abril de 1808Rio de Janeiro, 14 de julho de 1891) foi um advogado e político brasileiro. Filho de Manuel da Cunha Figueredo e D. Joana Alves de Figueredo. Pai de José Bento da Cunha Figueiredo Júnior.

Doutor pela Faculdade de Direito de Olinda em 1833, foi deputado provincial em 1844 e presidiu as províncias de Alagoas (três vezes, de 14 de julho de 1849 a 5 de junho de 1850, de ? de 1850 a 20 de junho de 1851 e de ? de 1851 a 24 de abril de 1853), Pernambuco (de 1853 a 1856), Minas Gerais (de 1861 a 1862) e Pará (de 18 de outubro de 1868 a 16 de maio de 1869). Foi deputado geral por Pernambuco de 1845 a 1872 e senador pela mesma província, de 1869 a 1889. Foi também ministro de Estado em 1875.

Foi diretor de instrução no Rio de janeiro, Ministro dos negócios do Império no Gabinete de 1857 e dignatário da Ordem da Rosa.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Antônio Nunes de Aguiar
Presidente da província de Alagoas
1849 — 1850
Sucedido por
Manuel Sobral Pinto
Precedido por
Manuel Sobral Pinto
Presidente da província de Alagoas
1849 — 1850
Sucedido por
Manuel Sobral Pinto
Precedido por
Manuel Sobral Pinto
Presidente da província de Alagoas
1849 — 1850
Sucedido por
Manuel Sobral Pinto
Precedido por
Francisco Antônio Ribeiro
Presidente da província de Pernambuco
1853 — 1856
Sucedido por
Sérgio Teixeira de Macedo
Precedido por
Manuel Teixeira de Sousa
Presidente da província de Minas Gerais
1861 — 1862
Sucedido por
Joaquim Camilo Teixeira da Mota
Precedido por
Manuel José de Siqueira Mendes
Presidente da província do Pará
1868 — 1869
Sucedido por
Miguel Antônio Pinto Guimarães


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.