Nilo Coelho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o governador da Bahia, veja Nilo Moraes Coelho.

Nilo de Sousa Coelho[a] GCIH (Petrolina, 2 de novembro de 1920São Paulo, 9 de novembro de 1983), foi um industrial, médico e político brasileiro.

Foi secretário da Fazenda do Estado de Pernambuco de 1952 a 1954 e nomeado governador biônico de Pernambuco pelo presidente Castelo Branco, para o quatriênio 1967/1971. Em 1971, Nilo Coelho concedeu a Frei Damião a Medalha Pernambucana do Mérito.

A 10 de Junho de 1974 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal.[1]

Em 1978, foi eleito senador pela ARENA-I com a ajuda dos votos do candidato Cid Sampaio, da ARENA-II.

Foi Presidente do Senado no ano de 1983, representante do Estado de Pernambuco, tendo exercido o mandato de senador no período de 1979 a 1987. Faleceu no exercício da presidência do Senado em 9 de novembro de 1983, assumindo em seu lugar o Senador Moacyr Dalla em 11 de novembro de 1983. O cálculo dos votos era feito através da soma das sub-legendas e deu a vitória a Nilo, mesmo este tendo menos votos que o candidato da oposição, Jarbas Vasconcelos (MDB). Quando presidiu o PDS disse sua mais famosa frase - "Não sou presidente do Congresso do PDS; sou presidente do Congresso do Brasil".

Dá nome à medalha concedida pela Prefeitura do Município de Petrolina a personalidades políticas e culturais da região.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

?
?
Eunice Morais
Gercino Coelho
Nilo de Sousa Coelho
Nilo Moraes Coelho

Mandatos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cidadãos Estrangeiras Agraciados com Ordens Nacionais». Resultado da busca de "Nilo Coelho". Presidência da República Portuguesa (Ordens Honoríficas Portuguesas). Consultado em 1 de março de 2016 

Notas[editar | editar código-fonte]

a. ^ Pela antiga norma ortográfica, Nilo de Souza Coelho.

Precedido por
Paulo Guerra
Governador de Pernambuco
19671971
Sucedido por
Eraldo Gueiros Leite
Precedido por
Jarbas Passarinho
Presidente do Senado Federal do Brasil
1983
Sucedido por
Moacir Dalla