Gustavo Krause

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gustavo Krause
Gustavo Krause
10.º Ministro do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Amazônia Legal do Brasil
Período 1º de janeiro de 1995
1º de janeiro de 1999
Presidente Fernando Henrique Cardoso
Antecessor(a) Henrique Brandão Cavalcanti
Sucessor(a) Sarney Filho
Deputado federal por Pernambuco
Período 1º de fevereiro de 1991
a 1º de janeiro de 1995[a]
141.º Ministro da Fazenda do Brasil
Período 2 de outubro de 1992
16 de dezembro de 1992
Presidente Itamar Franco
Antecessor(a) Marcílio Marques Moreira
Sucessor(a) Paulo Roberto Haddad
Vereador do Recife
Período 1º de janeiro de 1989
a 1º de fevereiro de 1991
48.º Governador de Pernambuco
Período 14 de maio de 1986
15 de março de 1987
Antecessor(a) Roberto Magalhães
Sucessor(a) Miguel Arraes
8.º Vice-Governador de Pernambuco
Período 15 de março de 1983
a 14 de maio de 1986
Governador Roberto Magalhães
Antecessor(a) Roberto Magalhães
Sucessor(a) Carlos de Queirós Campos
36.º Prefeito do Recife
Período 15 de março de 1979
a 14 de maio de 1982
Antecessor(a) Antônio Farias
Sucessor(a) Jorge Cavalcante
Secretário Estadual da Fazenda de Pernambuco
Período 1975 a 1979
Governador Moura Cavalcanti
Dados pessoais
Nascimento 19 de junho de 1946 (76 anos)
Vitória de Santo Antão, PE
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Prêmio(s) Ordem do Mérito Militar[1]
Filhos Priscila Krause
Partido ARENA (1965–1979)
PDS (1980–1985)
PFL (1985–2007)
DEM (2007–2022)
UNIÃO (2022–presente)
Profissão advogado, político

Gustavo Krause Gonçalves Sobrinho GOMM (Vitória de Santo Antão, 19 de junho de 1946) é um advogado e político brasileiro filiado ao União Brasil (UNIÃO).[2] Foi ministro da Fazenda e do Meio Ambiente durante os governos Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. Por Pernambuco, foi governador, deputado federal e secretário da Fazenda, além de prefeito e vereador da capital Recife.

Sua filha, Priscila Krause, é deputada estadual de Pernambuco e foi eleita Vice Governadora de Pernambuco em 2022

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1979, foi nomeado pelo então governador Marco Maciel, prefeito do Recife, cargo que ocupou até 1982. Na prefeitura, realizou muitas obras estruturadoras, principalmente nas áreas de periferias, como escadarias e muros de arrimos. Mas a maior marca da sua gestão como prefeito foi fixação dos chamados "barracões" da prefeitura, nas áreas pobres do município, que eram "centros de atendimentos social" com médicos, engenheiros e vários servidores que atendiam a comunidade.[3]

Eleito pelo voto direto vice-governador de Pernambuco na chapa encabeçada pelo ex-vice-governador Roberto Magalhães (PDS), assumiu o posto de governador de 1986 a 1987, em decorrência do afastamento de Magalhães, para disputar a eleição de senador. Em 1988, foi eleito vereador de Recife.

Em 1990, foi eleito deputado federal pelo estado de Pernambuco. Assumiu o Ministério da Fazenda do Brasil, durante o governo Itamar Franco. Tomou posse em 2 de outubro e deixou o ministério em 16 de dezembro de 1992, apenas dois meses de cargo.

Em 1994, disputou e perdeu para Miguel Arraes, a eleição de governador de Pernambuco.

No primeiro mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso (1995 - 1999), assumiu o Ministério do Desenvolvimento Urbano e do Meio Ambiente. Admitido à Ordem do Mérito Militar em 1994 no grau de Comendador especial por Itamar Franco, Krause foi promovido no ano seguinte por FHC ao grau de Grande-Oficial.[4][1]

Atualmente é conselheiro político do DEM. Foi suplente do senador Marco Maciel, por Pernambuco, de 2003 até 2011. Não mais concorreu a cargos políticos, desde então.

Notas

  1. Licenciado entre 2 de outubro e 16 de dezembro de 1992. Renuncia em 1º de janeiro de 1995.

Referências

  1. a b BRASIL, Decreto de 29 de março de 1995.
  2. Publicado no Jornal a Tarde em 8 de dezembro de 1992
  3. Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «GUSTAVO KRAUSE GONCALVES SOBRINHO». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 6 de julho de 2020 
  4. BRASIL, Decreto de 29 de julho de 1994.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Antônio Farias
Prefeito do Recife
1979 — 1982
Sucedido por
Jorge Cavalcanti
Precedido por
Robertos Magalhães
Governador de Pernambuco
1986 — 1987
Sucedido por
Miguel Arraes
Precedido por
Marcílio Marques Moreira
Ministro da Fazenda do Brasil
1992
Sucedido por
Paulo Roberto Haddad
Precedido por
Henrique Brandão Cavalcanti
Ministro do Meio Ambiente, dos
Recursos Hídricos e da Amazônia Legal

1995 — 1999
Sucedido por
José Sarney Filho
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Gustavo Krause