Pérsio Arida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pérsio Arida
Persio Arida, 2011
Nome completo Pérsio Arida
Nascimento 1 de março de 1952 (65 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade  Brasil
Ocupação economista
Principais trabalhos BTG Pactual (ex-presidente do conselho de administração)

Pérsio Arida (São Paulo, 1 de março de 1952) é um economista brasileiro, conhecido por transitar entre a academia, o governo e o setor privado. Estudioso da inflação brasileira, foi um dos idealizadores do Plano Real. Presidiu o BNDES (1993-1994) e o Banco Central do Brasil (1995).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Na adolescência participou do movimento estudantil e fez oposição ativa ao regime militar, tendo sido preso e torturado em 1970. No ano seguinte foi denunciado pela Justiça Militar, com mais 34 pessoas, por subversão e participação na Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares).[1]

Graduado pela Universidade de São Paulo (1975) e doutor pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) (1992), deu aulas na USP e na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Foi pesquisador do Institute for Advanced Studies, em Princeton, New Jersey, do Centre for Brazilian Studies (Universidade de Oxford) e da Smithsonian Institution, em Washington, D.C..

Vida profissional[editar | editar código-fonte]

No setor público[editar | editar código-fonte]

Em 1982, dada "a ineficácia dos programas do FMI para estabilizar a economia brasileira"[2], Arida publicou um influente artigo no qual expunha uma proposta de cunho heterodoxo para solucionar a crise na economia brasileira, que pode ser assim resumida[3]:

  • Diminuir substancialmente o diferencial de juros
  • Racionalizar o investimento público
  • Implementar uma desvalorização cambial substantiva
  • Estimular a demanda efetiva
  • Aumentar o imposto de renda de forma socialmente justa

Nos anos seguintes, ao passo em que se formava um consenso a respeito do componente inercial da inflação brasileira (graças ao sistema de indexação introduzido pelo PAEG), divergia-se quanto às formas de levar a cabo uma desindexação. A proposta do economista Francisco Lopes, que entrou para a história como "Choque Heterodoxo", incluia congelamento de preços, mas Persio Arida, juntamente com Lara Resende, se distanciaram dessa abordagem ao analisar as experiências de estabilização de Israel e Argentina, apesar de continuarem concordando quanto à importância do componente inercial no diagnóstico da inflação brasileira.[4] A interpretação era que o congelamento "engessava" a economia, eliminando o mecanismo de auto-regulação dos mercados via preços e causava várias distorções alocativas. A ideia alternativa, que foi apelidada "Proposta "Larida", em homenagem aos dois autores, era desindexar a economia através de uma moeda indexada que circularia paralelamente à moeda oficial brasileira (na época o Cruzeiro)[2]. Os planos de estabilização da Nova República (Cruzado, Bresser e Verão) seguiram a proposta de congelamento, mas a proposta Larida seria resgatada com importantes modificações no Plano Real, do qual Arida foi um dos idealizadores.

No período de implementação do Plano Real, Arida ocupou a presidência do Banco Central do Brasil, entre janeiro e junho de 1995.[5]

No setor privado[editar | editar código-fonte]

Antes do Plano Real trabalhou no Grupo Moreira Salles por 7 anos, tendo sido Diretor da Brasil Warrant e membro do Conselho de Administração do Unibanco. Depois do Plano Real foi Diretor do Opportunity Asset Management do banqueiro Daniel Dantas por 3 anos. Foi membro do Conselho de Administração do Banco Itau por 8 anos[6].

Em 2008, junto com André Esteves, alguns sócios do Banco Pactual e diretores do Banco suíço UBS AG, fundou o Banco BTG, que em 2009 recomprou do UBS o banco Pactual, formando o atual BTG Pactual[7].

Também faz parte dos conselhos consultivos do Instituto Moreira Salles, da Blavatnik School of Government (Universidade de Oxford)[8] e do Development Committee da MIT Corporation[9].

Em 2016, anunciou que deixara a presidência do conselho de administração do BTG Pactual para dedicar mais tempo a seus interesses intelectuais, mas que continuaria como conselheiro e integrante do grupo de principais acionistas. [10] No entanto, em maio de 2017, o banco BTG Pactual e a BTG Pactual Participations anunciaram que Persio Arida, além de renunciar a seus cargos nos conselhos de administração das companhias, também venderia sua participaçãp acionária nas empresas. Na ocasião, também foi informado que Arida iria coordenar seminários de política econômica na Blavatnik School of Government, em Oxford.[11]

Na academia[editar | editar código-fonte]

Além de toda a contribuição na área de inflação, política monetária e economia brasileira de modo geral, tem importantes trabalho acadêmicos, na área de História do pensamento econômico e metodologia da economia[12]. Em 2003 foi eleito "economista do ano" pela Ordem dos Economistas do Brasil[13]

Referências

  1. Pérsio Arida (verbete biográfico). CPDOC-FGV.
  2. a b CASTRO. L. B. "Esperança, Frustração e Aprendizado: A História da Nova República", in Giambiagi, F. & Villela, A. (org.). Economia Brasileira Contemporânea (1945-2005). Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.
  3. ARIDA, P. "Austeridade, Autotelia e Autotomia". Texto para Discussão . PUC-Rio. Setembro de 1982.
  4. ARIDA, P. (org.). Inflação Zero: Brasil, Argentina, Israel. Paz e Terra, 1984.
  5. «Galeria de Ex-Presidentes do Bacen». BANCO CENTRAL DO BRASIL. Consultado em 21 de janeiro de 2016 
  6. «Diretorias». ww13.itau.com.br. Consultado em 4 de maio de 2017 
  7. BTG Pactual nasce como maior banco de investimentos independente baseado em mercados emergentes (primeiro] press release divulgado pela instituição).
  8. «Persio Arida | Blavatnik School of Government». www.bsg.ox.ac.uk (em inglês). Consultado em 4 de maio de 2017 
  9. «Development Committee | The MIT Corporation». corporation.mit.edu (em inglês). Consultado em 4 de maio de 2017 
  10. «Persio Arida deixa presidência dos conselhos do BTG Pactual». Valor Econômico 
  11. Pérsio Arida deixa conselho do BTG Pactual e venderá ações. Valor Econômico, 26 de maio de 2017.
  12. ARIDA, P. A História do Pensamento Econômico como Teoria e Retórica in REGO, J. M.. Retórica na Economia. São Paulo: Editora 34, 1996.
  13. Prêmio Economista do Ano. Página de Pérsio Arida na galeria dos premiados. Acesso em 31 de outubro de 2015.
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Pérsio Arida

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Luiz Carlos Delben Leite
Presidente do BNDES
1993 — 1995
Sucedido por
Edmar Bacha
Precedido por
Pedro Malan
Presidente do Banco Central do Brasil
de janeiro até junho de 1995
Sucedido por
Gustavo Loyola