Ilan Goldfajn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ilan Goldfajn
Ilan Goldfajn em 2016
Presidente do Banco Central do Brasil
Período 9 de junho de 2016
até atualidade
Presidente Michel Temer (2016-presente)
Antecessor(a) Alexandre Tombini
Dados pessoais
Nascimento 12 de março de 1966 (51 anos)
Haifa, Israel
Nacionalidade Brasileiro
Israelita
Alma mater Universidade Federal do Rio de Janeiro
Profissão Economista
Assinatura Assinatura de Ilan Goldfajn

Ilan Goldfajn (Haifa, 12 de março de 1966)[1][2] é um professor e economista israelo-brasileiro. É o atual presidente do Banco Central do Brasil.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De origem judaica,[3] nasceu em Haifa, Israel. Parte de sua criação deu-se no Rio de Janeiro, onde estudou no Colégio Israelita Brasileiro A. Liessin.[4]

Em 17 de maio de 2016, foi indicado ao cargo de presidente do Banco Central pelo ministro da Fazenda Henrique Meirelles. Seu nome foi submetido a aprovação no Senado Federal,[5] contando com 53 votos favoráveis e 13 contrários.[6] Foi empossado no cargo em 9 de junho.[7]

Formação acadêmica[8][editar | editar código-fonte]

Em 1988, graduou-se em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Em 1991, obteve mestrado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) - da qual se tornaria professor.

Em 1995, obteve doutorado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).[2]

Funções exercidas[8][editar | editar código-fonte]

  • Diretor Centro Debate Políticas Públicas (jul/2013 - mai/2016);

Publicações mais recentes[8][editar | editar código-fonte]

  • Latin America During the Crisis: The Role of Fundamentais, Journal Monetaria do Centro de Estudios Monetarios Latinoamericanos com João Pedro Bumachar Resende, Volume XXXV, Jan­ Jun, pgs 167-198, 2013.
  • Comentário sobre o artigo "Sudden Stops anel IMF-Supported Programs", de Barry Eichengreen, Poonam Gupta e Ashoka Mody, em Financial Markets Volatility and Performance in Emerging Markets editado por Sebastian Edwards e Márcio G. P. Garcia, Chicago University Press, 2007.
  • "Capital Flows anel Contrais in Brazil: What Have We Leamed?", Goldfajn, Ilan and Minella, A., in Capital Contrais and Capital Flows in Emerging Economies, editado por Sebastian Edward, Chicago University Press, 2007.
  • "O que fazer com as FTs? Estimando o custo de sua redução", Goldfajn, Ilan; Carvalho, Bernardo; Parnes, Beny, in Mercado de Capitais e Dívida Pública, Tributação, Indexação e Alongamento, Bacha, Edmar and Chrysostomo, Luiz ,orgs., Contracapa ed., 2006.
  • "Inflation Targeting, Debt and the Brazilian Experience, 1999 to 2003" , Giavazzi, Francesco; Goldfajn, Ilan and Herrera, Santiago (eds.), The MIT Press, 2005.
  • "Overview: Lessons from Brazil" em Giavazzi, Francesco; Goldfajn, Ilan and Herrera, Santiago (eds.) Inflation Targeting, Debt and the Brazilian Experience, 1999 - 2003.The MIT Press, 2005.
  • "Policy Responses to External Schocks: The Experience of Australia, Brazil and Chile". Economía Chilena, vol. 8 nº 2, Agosto 2005. Banco Central do Chile. Em conjunto com Céspedes, Luis Felipe; Lowe, Phil e Valdés, Rodrigo.
  • "Inflation Targeting in Brazil: Constructing Credibility under Exchange Rate Volatility", Joumal of lntemational Money and Finance, 2004 (também em Texto para Discussão n. 77 do Banco Central do Brasil). Em conjunto com Minella, André; Freitas, Paulo e Muinhos, Marcelo Kfoury.
  • "Fiscal Rules and Debt Sustainability in Brazil", Rules- Based Fiscal Policy in Emerging Markets, editado por Kopvitz, George, FMI, 2004 (também em Nota Técnica n. 39 do Banco Central do Brasil). Em conjunto com Guardia, Eduardo.
  • Há Razões para Duvidar de Que a Dívida Pública é Sustentável?", BIS, v. Especial, 2003, (também em Nota Técnica n. 25 do Banco Central do Brasil)
  • Outras publicações.

Referências

  1. «Copa chega em boa hora, afirma economista Ilan Goldfajn». Veja. 6 de junho de 2013. Consultado em 11 de junho de 2016 
  2. a b «Senado Federal Mensagem 167 de 2000». Senado Federal do Brasil. 24 de agosto de 2000. Consultado em 11 de junho de 2016 
  3. Nascimento, Bárbara; Ribeiro, Ana Paula; Carneiro, Lucianne; Setti, Rennan (13 de maio de 2016). «Ilan Goldfajn: excelência acadêmica e tranquilidade no comando do BC». O Globo. Consultado em 11 de junho de 2016 
  4. Galembeck, Flavia (13 de maio de 2016). «Troca de guarda no Banco Central». Isto É. Consultado em 11 de junho de 2016 
  5. «Meirelles indica Ilan Goldfajn para a presidência do BC». Terra Networks. 17 de maio de 2016. Consultado em 11 de junho de 2016 
  6. Cucolo, Eduardo (7 de junho de 2016). «Senado aprova Ilan Goldfajn para presidência do Banco Central». Folha de S.Paulo. Consultado em 11 de junho de 2016 
  7. «Ilan Goldfajn é empossado presidente do Banco Central». Portal Brasil. 9 de junho de 2016. Consultado em 11 de junho de 2016 
  8. a b c «Currículo de Ilan Goldfajn». Portal do Banco Central do Brasil. Banco Central do Brasil. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  9. «Ilan Goldfajn, do Itaú-Unibanco fala sobre a crise mundial em entrevista ao 'El País'». Jornal do Brasil. 13 de fevereiro de 2016. Consultado em 11 de junho de 2016 


Precedido por
Alexandre Tombini
Presidente do Banco Central do Brasil
2016 – atualidade
Sucedido por