Sarney Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
José Sarney Filho
CMMC - Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (15019943239).jpg
Foto: Pedro França/Agência Senado
Ministro do Meio Ambiente do Brasil
Período 12 de maio de 2016
até atualidade
Presidente Michel Temer
Antecessor(a) Izabella Teixeira
Período 1º de janeiro de 1999
até 5 de março de 2002
Presidente Fernando Henrique Cardoso
Antecessor(a) Gustavo Krause
Sucessor(a) José Carlos Carvalho
Deputado Federal pelo Maranhão
Período 15 de março de 1983
até 12 de maio de 2016
Deputado Estadual do Maranhão
Período 1.º de fevereiro de 1979
até 31 de janeiro de 1983
Dados pessoais
Nascimento 14 de junho de 1957 (60 anos)
São Luís, Maranhão, Brasil
Partido Partido Verde
Profissão Advogado

José Sarney Filho, também conhecido como Zequinha Sarney[1] (São Luís, 14 de junho de 1957),[2] é um advogado e político brasileiro, filiado ao Partido Verde (PV). É o atual ministro do Meio Ambiente.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em uma família estreitamente ligada à política, José Sarney Filho é filho de José Sarney e de Marly Sarney. Seu pai exerceu o quinto mandato de senador e foi presidente da República entre 1985 e 1990. É também irmão da ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, e do empresário Fernando Sarney.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

José Sarney Filho iniciou sua trajetória na vida pública ainda jovem pela Aliança Renovadora Nacional (ARENA), em 1970. Eleito deputado estadual pelo Maranhão em 1978, migrou para o Partido Democrático Social (PDS) e foi eleito para o seu primeiro mandato de deputado federal em 1982. Por ocasião da sucessão presidencial deflagrada ao final do governo João Figueiredo, deixou o partido em 1986 e ingressou no Partido da Frente Liberal (PFL), atual Democratas (DEM), e foi reeleito em 1986, 1990, 1994, 1998 e 2002.[2]

Afastou-se do mandato para ocupar os cargos de Secretário para Assuntos Políticos do Estado do Maranhão, em 1988 e entre 1989 e 1990, e de Ministro do Meio Ambiente no governo de Fernando Henrique Cardoso, entre 1 de janeiro de 1999 e 5 de março de 2002, após o rompimento de seu partido com o governo.[2]

Desde 2005, está filiado ao Partido Verde (PV) e foi reeleito em 2006, 2010 e 2014, sendo um de seus principais líderes no Congresso Nacional e estando em seu nono mandato consecutivo.[2]

Em maio de 2016, assumiu novamente o cargo de Ministro do Meio Ambiente, no governo interino de Michel Temer.[3][4]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

De seu primeiro casamento com Lucialice Cordeiro, José Sarney Filho teve três filhos: José Adriano e os gêmeos Marcos e Gabriel. Seu quarto filho, Daniel Sarney, mora no Canadá, com a mãe, a antropóloga[5] Annette Leibing. Atualmente, Sarney Filho é casado com Camila Serra, mãe de seu quinto e último filho, João José Sarney, nascido em 2006.[6]

Referências

  1. Rangel, Rodrigo (4 de setembro de 2009). «Documento bancário prova favor de empreiteira à família Sarney». O Estado de S. Paulo. Consultado em 3 de agosto de 2016 
  2. a b c d «Deputado Sarney Filho». Câmara dos Deputados. Consultado em 14 de agosto de 2016 
  3. a b Ricardo Della Coletta (8 de maio de 2016). «Temer define Sarney Filho para ministério do Meio Ambiente». Época. Globo.com. Consultado em 12 de março de 2017 
  4. «Sarney Filho (PV), ministro do Meio Ambiente do governo Temer». G1. Globo.com. 12 de maio de 2016. Consultado em 12 de março de 2017 
  5. Sistema de Currículos Lattes
  6. Festa para o deputado Sarney Filho - Caçula do senador José Sarney comemora os seus 50 anos em Brasília. Caras, 14 de junho de 2007

Ligações externas[editar | editar código-fonte]