João Henrique de Almeida Sousa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
João Henrique
João Henrique em 2017.
Deputado federal pelo Piauí
Período 1º de fevereiro de 1991
a 1º de fevereiro de 2003
(3 mandatos consecutivos)[a]
95.º Ministro dos Transportes do Brasil
Período 2 de abril de 2002
a 1º de janeiro de 2003
Presidente Fernando Henrique Cardoso
Antecessor(a) Eliseu Padilha
(interino Alderico Lima)
Sucessor(a) Anderson Adauto
Presidente do SESI
Período 2016
Dados pessoais
Nascimento 4 de fevereiro de 1950 (72 anos)
Teresina, PI
Alma mater Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP)
Prêmio(s) Ordem do Mérito Militar[1]
Esposa Michele Alves Araújo
Partido ARENA (1973–1979)
MDB (1980–presente)
Profissão advogado, político

João Henrique de Almeida Sousa ComMM (Teresina, 4 de fevereiro de 1950) é um advogado e político brasileiro filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Foi ministro dos Transportes durante o governo Fernando Henrique Cardoso e deputado federal pelo Piauí por três mandatos.[2]

Dados biográficos[editar | editar código-fonte]

Filho de Deudedit Sousa e Elita Raulino de Almeida Sousa. Advogado formado na Universidade Católica de Pernambuco,[3] voltou ao Piauí após viver por dois anos em São Lourenço da Mata, passando a advogar para o Banco do Estado do Piauí.

Filiado à Aliança Renovadora Nacional (ARENA) em 1973, optou pelo PMDB após a reforma partidária. Sócio e depois presidente do Rotary Clube de Teresina (1980-1981) e presidente do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação de Futebol do Piauí (1983-1984), foi secretário-geral do Sindicato dos Bancários do Piauí e secretário do Sindicato dos Empregados dos Estabelecimentos Bancários de Teresina e conselheiro seccional da Ordem dos Advogados do Brasil.[4]

No segundo governo Alberto Silva foi secretário de Governo, diretor do Diário Oficial do Estado, secretário de Cultura e secretário de Educação.[3] Renunciou a este último posto para se candidatar a deputado federal, sendo eleito em 1990, 1994 e 1998, não disputando um novo mandato após ser nomeado ministro dos Transportes pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, cargo que exerceu nos últimos dez meses de governo.[4]

Nos dois primeiros anos do governo Luiz Inácio Lula da Silva foi presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. Em março de 2003, foi admitido pelo presidente à Ordem do Mérito Militar no grau de Comendador especial.[1]

Posteriormente foi assessor do governador Wellington Dias e secretário de Governo de Elmano Férrer na prefeitura de Teresina e secretário de Administração no governo Moraes Souza Filho. Em 23 de maio de 2016 assumiu a presidência do Conselho Nacional do SESI.[5]

Notas

  1. Licenciado entre 2 de abril de 2002 e 1º de janeiro de 2003 para assumir o Ministério dos Transportes.

Referências

  1. a b BRASIL, Decreto de 25 de março de 2003.
  2. «Banco de dados do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí». Consultado em 19 de dezembro de 2016 
  3. a b SANTOS, José Lopes dos. Política e Outros Temas. Teresina: Gráfica Mendes, 1991. v. II.
  4. a b «Biografia de João Henrique na Câmara dos Deputados». Consultado em 3 de novembro de 2012 
  5. «João Henrique Sousa toma posse na presidência do Conselho Nacional do SESI (Agência de notícias CNI)». Consultado em 17 de dezembro de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.