Antônio Francisco de Paula Sousa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Antônio Francisco de Paula Sousa (Itu, 6 de dezembro de 1843São Paulo, 13 de abril de 1917) foi um engenheiro e político brasileiro.[1]

Antônio Paula Souza
Busto de Antônio Paula Souza
Nome completo Antônio Francisco de Paula Souza
Nascimento 6 de dezembro de 1843
Itu, SP
Morte 13 de abril de 1917 (73 anos)
São Paulo
Nacionalidade brasileira
Progenitores Mãe: Maria de Raphaela
Pai: Antonio de Paula Souza
Cônjuge Ada Virginie Herwegh
Alma mater Instituto de Tecnologia de Karlsruhe
Ocupação Engenheiro, Político

Era filho de Antonio Francisco da Paula Sousa, ministro da Agricultura, e Maria Rafaela da Paula Sousa, filha do primeiro barão de Piracicaba Antônio Pais de Barros. Casou-se com Ada Virginie Herwegh na Alemanha. Era neto de Francisco de Paula Sousa e Melo.

Estudou no colégio Galvão em São Paulo e depois na escola Calogeras em Petrópolis. Mudou-se para Dresden na Alemanhã aos quinze anos.[2]

Em 1861 matriculou-se na Universidade de Zurique (Suíça). Em 1863 se transferiu para outra escola em Karlsruhe (Alemanha).[2] Desenvolveu convicções republicanas. Adquiriu também conhecimentos de engenharia de ferrovias.

Em 1871 voltou definitivamente ao Brasil para dedicar-se ao desenvolvimento ferroviário brasileiro. Trabalhou na Estrada de Ferro Ituana.[2]

De ideologia republicana, participou da Convenção de Itu de 1873.

Em 1878 Paula Sousa visitou a exposição universal. Ao retornar montou um escritório de engenharia.[2]

Em 1892 foi eleito deputado estadual, tendo sido presidente da Assembleia Legislativa. Foi Ministro dos Transportes do governo Floriano Peixoto, de 22 de abril a 8 de setembro de 1893.

Enquanto deputado, elaborou o projeto de uma escola politécnica. Essa foi aprovada e inaugurada em 15 de fevereiro de 1894. A Escola Politécnica de São Paulo iniciou suas atividades na Mansão dos Três Rios onde permaneceu até 1924.[2]

Foi diretor da Poli durante 24 anos. Morreu em 13 de abril de 1917.[2]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Jesuíno Marcondes de Oliveira e Sá
Ministro dos Transportes do Brasil
e
Ministro da Agricultura do Brasil

1865 — 1866
Sucedido por
Sousa Dantas
Precedido por
Inocêncio Serzedelo Correia
Ministro das Relações Exteriores do Brasil
1892 — 1893
Sucedido por
Felisberto Firmo de Oliveira Freire
Precedido por
Antônio Paulino Limpo de Abreu (filho)
Ministro dos Transportes do Brasil
1893
Sucedido por
João Filipe Pereira


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.