Wagner Rossi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wagner Rossi
Foto:Valter Campanato/ABr
Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do  Brasil
Período 1 de abril de 2010
até 17 de agosto de 2011
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Dilma Rousseff
Antecessor(a) Reinhold Stephanes
Sucessor(a) Mendes Ribeiro Filho
Deputado federal de  São Paulo
Período 1 de fevereiro de 1991
até 31 de janeiro de 1999
(2 mandatos consecutivos)
Deputado estadual de  São Paulo
Período 1983-1991
(2 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nascimento 27 de janeiro de 1943 (74 anos)
São Paulo, SP
Partido PMDB
Profissão Advogado, Empresário
linkWP:PPO#Brasil

Wagner Gonçalves Rossi (São Paulo, 27 de janeiro de 1943) é um advogado, produtor rural e político brasileiro. É ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Carreira[editar | editar código-fonte]

É graduado em Direito pela Universidade de São Paulo (USP) e em administração de empresas pela Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp). Possui pós-graduação em Economia Política (USP), mestrado em Educação (Unicamp) e Ph.D em Administração e Economia da Educação (Bowling Green State University, Ohio, Estados Unidos). Foi professor na Unicamp, na USP e na UFSCar.[1]. Casado e pai de cinco filhos, entre eles o deputado estadual Baleia Rossi.

Filiado ao PMDB desde 1981, foi eleito deputado estadual por São Paulo duas vezes seguidas, 1982 e 1986. Em seguida elegeu-se deputado federal também seguidamente (1990 e 1994). Entre 1989 e 1990 foi Secretário da Educação do Estado de São Paulo e, entre 1991 e 1994, foi titular da Secretaria de Transportes.[2] Voltou à Câmara dos Deputados entre 2001 e 2003.

Presidia a Companhia Nacional de Abastecimento quando, em 1 de abril de 2010, assumiu o Ministério da Agricultura devido a saída do então titular, Reinhold Stephanes para concorrer nas eleições daquele ano.

Em 7 de dezembro de 2010, foi confirmado pela presidente eleita Dilma Rousseff (PT) na pasta da Agricultura de seu governo.[3]

Na noite de 17 de agosto de 2011, Wagner Rossi apresentou pedido de demissão, pressionado pela família e por denúncias de irregularidades,[4] como pagamento a uma empresa registrada em nome de "laranjas".[5] Em nota, a presidente Dilma Rousseff disse que o ex-ministro "deu importante contribuição ao governo com projetos de qualidade que fortaleceram a agropecuária brasileira".[4]

Referências

  1. «Perfil do ministro». Ministério da Agricultura. Consultado em 31 de dezembro de 2010 
  2. «Wagner Rossi é indicado ministro da Agricultura|site|Grupo Cultivar». Consultado em 23 de janeiro de 2016 
  3. «Dilma confirma Wagner Rossi no Ministério da Agricultura». EPTV. 7 de dezembro de 2010. Consultado em 31 de dezembro de 2010 
  4. a b Macedo, Danilo (17 de agosto de 2011). Ministro da Agricultura pede demissão, mas nega envolvimento em irregularidades. Agência Brasil, acesso em 18 de agosto de 2011
  5. Folha Online (17 de agosto de 2011). Veja as suspeitas que levaram à demissão de Wagner Rossi, acesso em 18 de agosto de 2011

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Wagner Rossi
Precedido por
Reinhold Stephanes
Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
2010 — 2011
Sucedido por
Mendes Ribeiro Filho
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.