José Pires do Rio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
José Pires do Rio
José Pires do Rio
Prefeito de São Paulo
Período 16 de janeiro de 1926
até 23 de novembro de 1930
Ministro da Viação e Obras Públicas
Período 29 de julho de 1919
até 15 de novembro de 1922
Ministro da Agricultura, Indústria e Comércio
Período 24 de maio de 1922
até 15 de novembro de 1922
Ministro da Fazenda
Período 29 de outubro de 1945
até 1 de fevereiro de 1946
Dados pessoais
Nascimento 26 de novembro de 1880
Guaratinguetá, São Paulo, Brasil
Morte 23 de julho de 1950 (69 anos)
Calcutá, Índia
Progenitores Mãe: Ana Delfina de Moura Rangel de Barros
Pai: Rodrigo Pires do Rio

José Pires do Rio (Guaratinguetá, 26 de novembro de 1880Calcutá, 23 de julho de 1950) foi um engenheiro civil, geólogo, economista, jornalista e político[1] brasileiro. Seus pais são Rodrigo Pires do Rio e de Ana Delphina de Moura Rangel de Barros.

Foi deputado federal e Ministro da Viação e Obras Públicas[2] do governo de Epitácio Pessoa. Depois foi prefeito de São Paulo, de 16 de janeiro de 1926 a 23 de novembro de 1930. Em 1945, assumiu o Ministério da Fazenda no governo de José Linhares, de 29 de outubro de 1945 a 1 de fevereiro de 1946.[3]

Durante sua gestão na capital paulista, foram iniciados o projeto e a construção do Parque do Ibirapuera.[4]

Em Goiás, o município de Pires do Rio leva o seu nome.

Referências

  1. «Retrato - José Pires do Rio». Jornal "O Lince". Junho de 2007. Consultado em 11 de maio de 2014 
  2. «Galeria de Ministros». Ministério dos Transportes. Consultado em 11 de maio de 2014 
  3. «José Pires do Rio». Ministério da Fazenda. Consultado em 11 de maio de 2014 
  4. «Sobre o Parque». Parque do Ibirapuera. Consultado em 11 de maio de 2014 


Precedido por
Afrânio de Melo Franco
Ministro dos Transportes do Brasil
1919 — 1922
Sucedido por
Francisco Sá
Precedido por
Ildefonso Simões Lopes
Ministro da Agricultura do Brasil
1922
Sucedido por
Miguel Calmon du Pin e Almeida
Precedido por
Firmiano de Morais Pinto
Prefeito de São Paulo
1926 — 1930
Sucedido por
José Joaquim Cardoso de Melo Neto
Precedido por
Artur de Sousa Costa
Ministro da Fazenda do Brasil
1945 — 1946
Sucedido por
Gastão Vidigal


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.