William Salem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde junho de 2016).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

William Salem (Itapetininga, 21 de outubro de 1921São Paulo, 10 de junho de 2010) foi um político brasileiro.

Foi presidente da Câmara de Vereadores de São Paulo e prefeito de São Paulo de 31 de janeiro a 1 de julho de 1955.

Segundo um documentário a respeito da vida de Franco Montoro, William Salem havia pago vereadores para que votassem nele para presidente da Câmara Municipal. Montoro, então vereador, renunciou ao seu mandato por recusar-se a fazer parte de uma câmara presidida por Salem.

No entanto, segundo outras versões, Salem teria contrariado os interesses do grupo político de Montoro, sendo este o real motivo da renúncia.

De qualquer forma, consultando-se o Diário Oficial da época, William Salem foi um prefeito bastante ativo, sendo sua gestão breve, mas proveitosa.[carece de fontes?]

Precedido por
Jânio Quadros
Prefeito de São Paulo
1955
Sucedido por
Juvenal Lino de Matos


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.