Osvaldo Gomes da Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fotografia do Diário Oficial do prefeito Osvaldo Gomes da Costa, 1933.

Osvaldo Gomes da Costa (12 de setembro de 1878[1][2]Rio de Janeiro, 31 de agosto de 1943[3]) foi um político e militar brasileiro.

Sentou praça no Exército em maio de 1895. Foi então promovido a alferes-aluno em 1904 após ingressar na escola militar. Concluiu seu curso em engenharia como bacharel em matemática e ciências físicas e foi promovido a segundo-tenente em 1907, se tornando primeiro-tenente, capitão e major em 1909, 1919 e 1923, respecivamente. Como engenheiro militar, auxiliou a construção do Forte de Copacabana, inaugurado em 1914.[3] Tendo feito o curso de aperfeiçoamento, tornou-se tenente-coronel em 1931.[4] Por volta do ano de 1937, foi promovido à coronel de engenharia.[5]

A partir de março de 1933, integrou o Conselho Consultivo do Estado de São Paulo, durante o governo do interventor federal Valdomiro Castilho de Lima.[4] Foi prefeito de São Paulo durante um breve período, de 23 de maio[6] a 30 de julho de 1933,[7] nomeado por Castilho de Lima.[8][9][10]

Em um período de tensão política alta, Osvaldo Costa renunciou ao cargo, deixando Carlos dos Santos Gomes como prefeito.[11] Em 1934, dirigia o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR) da 6ª Região Militar.[4] Em 5 de janeiro de 1937, Gomes da Costa foi convocado pelo Ministério da Guerra para ir em uma missão à Cuiabá a fim de manter a ordem no estado do Mato Grosso.[5]

Era irmão do desembargador Edgard Costa,[3] vice-presidente (1956 a 1957) e ministro do Supremo Tribunal Federal.[12] Teve um filho, Paulino Sicard Gomes da Costa, com sua esposa Ema Sicard Costa.[3]

Referências

  1. ABREU, A. A.; BELOCH, I.; LATTMAN-WELTMAN, F.; LAMARÃO S. T. N. (2001). Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro. Pós-1930. Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas, CPDOC. ISBN 8522503419 
  2. ARAÚJO, A. Chefes; Enciciclopédia Mirador.
  3. a b c d «Faleceu o coronel Oswaldo Gomes da Costa». A Noite (11334). 31 de agosto de 1943 
  4. a b c MIN. GUERRA. Almanaque (1934).
  5. a b «O cel. Oswaldo Gomes da Costa segue para Cuyabá». São Paulo. Correio de S. Paulo (1394). 1 páginas. 5 de janeiro de 1937 
  6. «Os prefeitos de São Paulo». Prefeitura de São Paulo. Consultado em 5 de maio de 2014 
  7. MACHADO JR., Armando Marcondes (1997). Divisão territorial do estado de São Paulo. Resgate histórico 4ª ed. São Paulo: CONAM. p. 302 
  8. «O novo prefeito da Capital». Diário Oficial do Estado de São Paulo, Ano I, edição 117, página 3. 25 de maio de 1933. Consultado em 5 de maio de 2014 
  9. «O novo prefeito de São Paulo - Uma entrevista do Coronel Oswaldo Gomes a imprensa». Jornal do Brasil, Ano XLIV, edição 122, página 7. 25 de maio de 1933. Consultado em 5 de maio de 2014 
  10. «O mercado municipal recebeu ontem a visita do prefeito». Folha da Noite, Ano XIII, edição 3809, página 1. 29 de maio de 1933. Consultado em 5 de maio de 2014 
  11. «O novo prefeito da Capital». Diário Oficial do Estado de São Paulo, Ano I, edição 170, página 1. 1º de agosto de 1933. Consultado em 5 de maio de 2014 
  12. «Ministros - Edgard Costa». Supremo Tribunal Federal. Consultado em 11 de outubro de 2016 
Precedido por
Artur Saboia
16º Prefeito de São Paulo
1933
Sucedido por
Carlos dos Santos Gomes
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.