Augusto Tavares de Lira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Augusto Tavares de Lyra (Macaíba, 25 de dezembro de 1872Rio de Janeiro, 22 de dezembro de 1958) foi um político brasileiro.

Foi presidente do Rio Grande do Norte,[1] ministro da Justiça e Negócios Interiores do governo Afonso Pena e ministro da Viação e Obras Públicas no governo de Venceslau Brás; e senador durante a República Velha. Foi também ministro e presidente do Tribunal de Contas da União, membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «IAPHACC». www.culturanatal.com.br. Consultado em 26 de junho de 2009 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Alberto Maranhão
Governador do Rio Grande do Norte
1904 — 1906
Sucedido por
Manuel Moreira Dias
Precedido por
Félix Gaspar de Barros e Almeida
Ministro da Justiça
e
Negócios Interiores do Brasil

1906 — 1909
Sucedido por
Esmeraldino Olímpio Torres Bandeira
Precedido por
José Barbosa Gonçalves
Ministro da Viação e Obras Públicas do Brasil
1914 — 1918
Sucedido por
Afrânio de Melo Franco
Precedido por
Pandiá Calógeras
Ministro da Fazenda do Brasil
1917
Sucedido por
Antônio Carlos Ribeiro de Andrada
Precedido por
Antônio Carlos Ribeiro de Andrada
Ministro da Fazenda do Brasil
1918
Sucedido por
Amaro Cavalcanti


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.