Mário Bittencourt Sampaio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mário Bittencourt Sampaio
Nascimento 19 de março de 1903
Rio de Janeiro
Morte 13 de agosto de 1990 (87 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação político

Mário Bittencourt Sampaio (Rio de Janeiro, 19 de março de 1903 – Rio de Janeiro, 13 de agosto de 1990) foi um político brasileiro.[1]

Foi diretor geral do Departamento Administrativo do Serviço Público (DASP) de 1947 a 1950. Anteriormente, integrou o conselho deliberativo do órgão, nos anos de 1941, 1943 e 1945.[2]

No segundo governo de Getúlio Vargas (1951-1954), foi nomeado ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), do qual foi eleito presidente em 1952, sucedendo a Joaquim Henrique Coutinho. Sua gestão se estendeu até 1954, quando foi substituído por Vergniaud Wanderley.[2]

Faleceu na cidade do Rio de Janeiro em 13 de agosto de 1990.

Referências

  1. Biografia na página do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC)
  2. a b Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «SAMPAIO, MARIO BITTENCOURT». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 8 de novembro de 2020