Rodolfo Epifânio de Sousa Dantas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rodolfo Epifânio de Souza Dantas
Nascimento 14 de outubro de 1855
Salvador, Bahia Bahia
Morte 19 de setembro de 1901 (45 anos)
Paris,  França
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Pai: Manuel Pinto de Souza Dantas
Ocupação Advogado
Jornalista
Político

Rodolfo Epifânio de Sousa Dantas[nota 1] (Salvador, 14 de outubro de 1855Paris, 19 de setembro de 1901) foi um advogado, jornalista e político brasileiro.

Formou-se em direito pela Faculdade de Direito do Recife, em 1875.

Foi Conselheiro do Império e Ministro da Justiça, de 21 de janeiro a 1 de fevereiro de 1882, integrando o gabinete Martinho Álvares da Silva Campos.

Foi um dos fundadores do Jornal do Brasil e seu corpo encontra-se sepultado no Cemitério do Caju, no Rio de Janeiro.

Era filho do senador Manuel Pinto de Souza Dantas, chefe do 32º Gabinete do Império do Brasil.

Notas

  1. Conforme a ortografia da época, Rodolpho Epiphanio de Souza Dantas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Manuel Pinto de Souza Dantas
Ministro da Justiça do Brasil
1882
Sucedido por
Manuel da Silva Mafra


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.