Martinho Álvares da Silva Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Martinho Álvares da Silva Campos
Presidente do Conselho de Ministros
e Ministro da Fazenda
Período 21 de janeiro de 1882
a 3 de julho de 1882
Monarca Pedro II
Antecessor(a) José Antônio Saraiva
Sucessor(a) O Visconde de Paranaguá
Presidente da Província do Rio de Janeiro
Período 15 de março de 1881
a 16 de março de 1882
Antecessor(a) João Marcelino de Sousa Gonzaga
Sucessor(a) Bernardo Avelino Gavião Peixoto
Vida
Nascimento 22 de novembro de 1816
Pitangui, Minas Gerais,
 Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves
Morte 29 de março de 1887 (70 anos)
Caxambu, Minas Gerais,
Brasil
Dados pessoais
Progenitores Mãe: Isabel Jacinta de Oliveira Campos
Pai: Martinho Álvares da Silva
Alma mater Escola de Medicina do Rio de Janeiro
Partido Liberal
Profissão Médico

Martinho Álvares da Silva Campos (Pitangui, 22 de novembro de 1816Caxambu, 29 de março de 1887) foi um médico, senador e conselheiro do Império. Filho de Martinho Álvares da Silva e Isabel Jacinta de Oliveira Campos, neto materno da grande matriarca mineira D. Joaquina Bernarda da Silva de Abreu Castelo Branco, a D. Joaquina de Pompéu.

Formou-se em medicina em 20 de dezembro de 1838, pela Escola de Medicina do Rio de Janeiro. Casou-se três vezes, sendo sua última esposa Felisberta Balbina Ribeiro de Avelar, com quem teve seu único filho, Martinho Alvares da Silva Campos Filho.

Legislador atuante na Câmara dos Deputados, foi deputado geral, de 1857 a 1881, pelos distritos de Vassouras, pela capital do Império e pela província de Minas Gerais.

Foi presidente da província do Rio de Janeiro, de 15 de março de 1881 a 16 de março de 1882. Entre 21 de janeiro e 3 de julho de 1882 ocupou o cargo de presidente do Conselho de Ministros, sendo ao mesmo tempo ministro da Fazenda. De 1882 a 1887 esteve no senado, sendo em 1886 Conselheiro de Estado.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
João Marcelino de Sousa Gonzaga
Presidente da Província do Rio de Janeiro
1881 — 1882
Sucedido por
Bernardo Avelino Gavião Peixoto
Precedido por
José Antônio Saraiva
Ministro da Fazenda do Brasil
1882
Sucedido por
João Lustosa da Cunha Paranaguá
Precedido por
José Antônio Saraiva
Presidente do Conselho de Ministros
21 de janeiro a 3 de julho de 1882
Sucedido por
João Lustosa da Cunha Paranaguá


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.