Inocêncio Marques de Araújo Góis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Inocêncio Marques de Araújo Góis, Barão de Araújo Góis ComC (Santo Amaro, 14 de julho de 1811Salvador, 13 de maio de 1897) foi um magistrado e político brasileiro, tendo sido eleito deputado provincial pela Bahia em diversas legislaturas, presidente da Câmara dos Deputados de 1872 a 1875 e vice-presidente da Bahia em 1862.

Foi também fidalgo cavaleiro da Casa Imperial, comendador da Imperial Ordem da Rosa e da Imperial Ordem de Cristo.[1]

Formado pela Faculdade de Direito de Recife, foi juiz da comarca de Cachoeira, desembargador da Relação e ministro do Supremo Tribunal de Justiça (1880).

Foi casado com Maria Inácia da Cunha Meneses, filha do visconde do Rio Vermelho e irmã do barão do Rio Vermelho. Seu filho, Inocêncio Marques de Araújo Góis Júnior, seguiu-o na vida pública como deputado provincial pela Bahia em quatro legislaturas e presidente da província de Pernambuco.

Títulos nobiliárquicos[editar | editar código-fonte]

Barão de Araújo Góis

Título conferido por decreto imperial em 12 de dezembro de 1886.

Referências

  1. Vasconcellos, Smith de. Archivo nobiliarchico brasileiro. [S.l.]: Рипол Классик. ISBN 9785881360122 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.