Edmundo da Veiga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Edmundo da Veiga
Nascimento 11 de maio de 1869
Aracaju
Morte 2 de maio de 1946 (76 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Alma mater Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo
Ocupação advogado, político
Empregador Supremo Tribunal Militar

Edmundo da Veiga (Aracaju, 11 de maio de 1869Rio de Janeiro, 2 de maio de 1946) foi um advogado e político brasileiro.[1]

Filho de Francisco Luís da Veiga e de Ricardina Eugênia Cobra da Veiga. Casou em dezembro de 1895 com Maria da Conceição Pena, filha de Afonso Pena, de quem foi secretário quando este assumiu a Presidência do Brasil em 1906 até morrer em 1909, pedindo então exoneração do cargo.[1] Foi também secretário do presidente Artur Bernardes, de 1922 a 1926.

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.