Afonso Florence

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Afonso Florence
Deputado federal pela Bahia
Período 1 de fevereiro de 2011
até atualidade
Ministro do Desenvolvimento Agrário do Brasil
Período 1 de janeiro de 2011
até 14 de março de 2012
Presidente Dilma Rousseff
Antecessor Guilherme Cassel
Sucessor Pepe Vargas
Dados pessoais
Nascimento 15 de outubro de 1960 (59 anos)
Salvador, BA
Partido PT (2010–presente)
Profissão Professor
linkWP:PPO#Brasil

Afonso Bandeira Florence (Salvador, 15 de outubro de 1960) é um professor e político brasileiro.

Formado em História pela Universidade Federal da Bahia (UFBa), é professor da Universidade Católica do Salvador. Pertence à corrente Democracia Socialista do Partido dos Trabalhadores (PT).

Foi secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia, no primeiro mandato do governo Jaques Wagner. Em 2010, foi eleito deputado federal, e indicado pela presidente Dilma Rousseff para compor seu governo como ministro do Desenvolvimento Agrário.[1] Em 14 de março de 2012, deixou o ministério.[2]

Em abril de 2017, votou contra a Reforma Trabalhista.[3] Em agosto de 2017, votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então Presidente Michel Temer.[4]

Referências

  1. «Afonso Florence leva envolvimento com causas sociais para ministério». G1. 22 de dezembro de 2010. Consultado em 14 de março de 2012 
  2. Mendes, Priscilla (14 de março de 2012). «Pepe promete fortalecer agricultura familiar, e Florence defende gestão». G1. Consultado em 14 de março de 2012 
  3. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  4. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Guilherme Cassel
Ministro do Desenvolvimento Agrário do Brasil
2011 – 2012
Sucedido por
Pepe Vargas


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.