Maria Fernanda Ramos Coelho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria Fernanda Ramos Coelho
Foto:Valter Campanato/ABr
Ministra (interina) do Desenvolvimento Agrário do Brasil Brasil
Período 14 de abril de 2016
até 19 de abril de 2016
Presidente Dilma Rousseff
Antecessor(a) Patrus Ananias
Sucessor(a) Patrus Ananias
Presidente da Caixa Econômica Federal
Período março de 2006
até 24 de março de 2011
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Antecessor(a) Jorge Mattoso
Sucessor(a) Jorge Fontes Hereda
Vida
Nascimento 6 de outubro de 1961 (55 anos)
Recife
Nacionalidade Brasileira
Ocupação Executiva

Maria Fernanda Ramos Coelho (Recife, 6 de outubro de 1961[1]) é uma bancária e executiva brasileira, ex-presidente da Caixa Econômica Federal. Com a saída do ministro Patrus Ananias, em função da votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, assumiu interinamente o Ministério do Desenvolvimento Agrário, entre 14 e 19 de abril, quando o ministro foi reconduzido ao cargo.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Formada em jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, Maria Fernanda especializou-se em finanças empresariais e em gestão pública pelo Ibmec.[3]

Funcionária da Caixa desde 1984, assumiu a presidência em março de 2006, substituindo Jorge Mattoso. Como presidente do banco, conduziu o programa Minha Casa, Minha Vida, que financiou a aquisição de mais de um milhão de moradias,[4] tendo recebido elogios do presidente Luiz Inácio Lula da Silva[5] e os projetos ligados ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Foi considerada pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes de 2009.[6]

Deixou o cargo em 24 de março de 2011, quando recebeu um convite da ministra do Planejamento Miriam Belchior para assumir a diretoria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington.[7]

Atualmente está cedida ao Ministério das Relações Exteriores, atuando no Projeto de Cooperação Brasil Venezuela no âmbito do "Gran Misión Vivienda" cujo objetivo é a construção, em oito anos, de dois milhões de moradias.

Referências

  1. «Maria Fernanda Ramos Coelho». Caixa Econômica Federal. Consultado em 1 de abril de 2011. 
  2. «Governo publica renomeação de ministros deputados». G1. 19 de abril de 2016. Consultado em 19 de abril de 2016. 
  3. «Quem é: Maria Fernanda Coelho». O Estado de S. Paulo. 27 de junho de 2009. Consultado em 1 de abril de 2011. 
  4. «'Minha Casa, Minha Vida' atinge 1 milhão de contratos». 29 de dezembro de 2010. Consultado em 1 de abril de 2011. 
  5. Quintão, Chiara (29 de dezembro de 2010). «Lula: 'Comecei a endividar' programa de moradia de Dilma». O Estado de S. Paulo. Consultado em 1 de abril de 2011. 
  6. «Os 100 brasileiros mais influentes de 2009». Revista Época. 5 de dezembro de 2009. Consultado em 1 de abril de 2011. 
  7. «Maria Fernanda Coelho deixa a presidência da Caixa». G1. 24 de março de 2011. Consultado em 1 de abril de 2011. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Jorge Mattoso
Presidente da Caixa Econômica Federal
2006 – 2011
Sucedido por
Jorge Fontes Hereda
Precedido por
Patrus Ananias
Ministra (interina) do Desenvolvimento Agrário do Brasil
2016
Sucedido por
Patrus Ananias