João Carlos Bacelar Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo outro Deputado Federal pela Bahia, mas filiado ao PTN, veja João Carlos Bacelar Batista.
João Carlos Bacelar Filho
João Carlos Bacelar Filho
Deputado federal por Bahia
Período 1 de fevereiro de 2007 até a atualidade (3 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nascimento 8 de outubro de 1972 (45 anos)
Salvador, Bahia
Partido PR
Profissão Empresário e engenheiro civil
linkWP:PPO#Brasil

João Carlos Bacelar Filho mais conhecido por João Bacelar (Salvador, 8 de outubro de 1972) é um empresário, engenheiro civil e político brasileiro, filiado ao Partido da República (PR). É ligado a setores da construção civil, do agronegócio e de combustíveis e lubrificantes.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É filho do ex-deputado João Carlos Paolilo Bacelar, o Jonga, morto em 2009 (então filiado ao PTN). Foi eleito deputado federal duas vezes, sendo pelo PL na legislatura anterior (2007-2011).[1] É atualmente filiado ao Partido da República. Integrante do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

Em 17 de abril de 2016, votou contra o impeachment de Dilma Rousseff.[2] Posteriormente, foi delatado por Joesley Batista de que teria recebido propina para distribuir para outros parlamentares votarem contra o impeachment de Dilma Rousseff.[3][4][5]

Em 14 de junho de 2016, votou contra a cassação do Deputado Eduardo Cunha no comitê de ética da Câmara dos Deputados.[6] Em 12 de setembro de 2016, João Carlos Bacelar Filho foi o único deputado federal da bancada da Bahia a votar a favor da manutenção do mandato de Eduardo Cunha.[7]

Em abril de 2017 votou a favor da Reforma Trabalhista.[8] Em agosto de 2017 votou contra o processo em que se pedia abertura de investigação do então Presidente Michel Temer, ajudando a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal.[9]

Histórico de filiações partidárias[editar | editar código-fonte]

Histórico de candidaturas, a partir de 2002:

  • 2006: Deputado Federal (PL - BA) Receitas: R$ 384.481. Votos: 77.902. Eleito por média.
  • 2010: Deputado Federal (PR - BA) Receitas: R$ 316.684. Votos: 75.327. Eleito.

Referências

  1. [1], Câmara dos Deputados, 09 de agosto de 2014
  2. «O voto de cada deputado no impeachment». VEJA. Abril 
  3. «Joesley diz que 'comprou' cinco deputados para votarem contra impeachment de Dilma». Estadão. Consultado em 26 de outubro de 2017 
  4. Gustavo Maia. «Dono da JBS pagou R$ 3,5 mi por 'compra' de deputados para barrar impeachment de Dilma». Uol 
  5. «Presidente da JBS comprou voto de deputados a favor do impeachment de Dilma». O Dia. iG. 19 de maio de 2017. Consultado em 26 de outubro de 2017 
  6. «Quem votou contra e a favor de Eduardo Cunha no Conselho de Ética». Época. Globo.com. 14 de junho de 2016. Consultado em 13 de setembro de 2016 
  7. «Saiba como votou cada deputado na cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ)». EBC. 13 de setembro de 2016. Consultado em 13 de setembro de 2016 
  8. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  9. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017